Follow by Email

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Morreu o dr. Manuel Luciano da Silva

                               Manuel Luciano Silva na Quinta da Regaleira, 31 de Maio de 2006

Morreu no passado domingo, com 86 anos, o Dr. Manuel Luciano Silva, médico português de Vale de Cambra a residir há 70 anos em Massachussets, e um dos entusiastas da ideia de Cristóvão Colombo ser português. Com ele mantive algum contacto via mail nos últimos anos, sobretudo desde que a 31 de Maio de 2006 a Alagamares e a saudosa tertúlia Meninos da Avó levaram a cabo na Quinta da Regaleira uma sessão de apresentação do livro de Manuel Luciano da Silva e Sílvia Jorge da Silva "Era Cristovão Colón (Colombo) português?", com a presença dos autores, no qual, depois de juntar volumosa documentação procurou provar que Colombo nascera afinal em Cuba, no Alentejo.

Emigrante nos EUA, mas arreigado a um conceito de portugalidade hoje raro, já reformado e a partir de Bristol, Massachussets, até há pouco ainda Manuel Luciano da Silva dava consultas gratuitas por videoconferência, ao povo de Cavião, sua terra natal, usando couves-galegas, batatas, lâmpadas, milho e pêras para explicar como funcionava o corpo humano. Nas suas palavras, os seios eram cachos de uvas, o estômago uma gaita-de-foles, o intestino uma mangueira, a próstata uma castanha. Com a sua boina preta, símbolo das origens humildes, recorria frequentemente à linguagem do meio rural para falar de saúde, quinzenalmente à sexta-feira, em consultas gratuitas por videoconferência que oferecia aos seus conterrâneos, que se instalavam no museu-biblioteca com o seu nome em Cavião, no alto de Vale de Cambra.
"Quem são os historiadores que usam microscópio? A História de Portugal devia ser revista por médicos", dizia Luciano da Silva ao PÚBLICO, há pouco mais de um ano. A História sempre foi uma das suas maiores paixões. Garantia que Colombo tinha nascido em Cuba, no Alentejo, e que os portugueses foram os primeiros europeus a colonizar o continente americano, baseado nas inscrições da Pedra de Dighton, na qual acreditava desvendar mistérios sobre as descobertas lusitanas nos sécs. XV e XVI, escrevendo livros sobre o assunto e lutando para que a Pedra de Dighton fosse retirada da água, posto o que em seu torno foi criado um museu em Massachusetts.  Manoel de Oliveira realizou um filme sobre a sua história,  e a da busca das origens de Colombo, desempenhando mesmo pessoalmente o papel de Luciano da Silva no seu filme de 2007 “Cristóvão Colombo-O Enigma”, o que muito o entusiasmou, e de que nos ia dando conta, nos mails enviados regularmente.
Morreu um português dos quatro costados, feito na Diáspora, mas nunca esquecido da terra-mãe.


Sem comentários:

Enviar um comentário