Follow by Email

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Sintra entre 1880 e 2013



1880
Dezembro

1-Fundada a Sociedade União 1º de Dezembro, por influência, entre outros, da condessa d'Edla
1882
A Quinta Velha, propriedade dos herdeiros do Marquês de Pombal, é comprada por parte de um conjunto de sócios para loteamento, sendo aí construído o Mont Fleuri, de Pedro Gomes da Silva

Por ocasião das festas de Nossa Senhora do Cabo o Repuxo do Paço Real, é truncado, construindo-se um tanque de pedra de aparelho tosco.
1883
Surge A Bisnaga, jornal burlesco, de que se publica um único número, e cujo director assina o curioso nome de N.O.C.U. Meta.O.Nariz
Aprovada a instalação de um farol eléctrico e de um sinal sonoro no Farol da Roca.

Agosto

28- O Vapor
Rydel naufraga no Cabo da Roca, tendo-se salvo os 20 tripulantes.
1884
Surge o Jornal de Vila Verde, com 2 páginas e 1 único número, dirigido por José Moreira e abordando assuntos da arte da cantaria.
A Propriedade do Convento da Penha Longa é pertença de Sebastião Pinto Leite, visconde da Gandarinha, mais tarde conde de Penha Longa, aí realiza obras de beneficiação adaptando o antigo mosteiro a residência estival.

Manuel José Monteiro adquire em hasta pública o domínio directo de um prazo existente na Quinta da Regaleira, que pertencia ao Seminário de Santarém, pela extinção da Colegiada de São Marinho de Sintra.

0utubro

3-Nasce a Associação de Socorros Mútuos 3 de Outubro de 1884
1885
Janeiro

1-Surge o
Jornal de Cintra, que dura até Maio de 1887, afecto ao Partido Progressista e financiado pelo cacique local desse partido, António Chaves Mazziotti. Custa 10 réis, nele tendo colaborado Barreiros Cardoso e António Cunha, figura referencial nos jornais editados durante este período.
Francis Cook, viúvo, casa em segundas núpcias com uma americana, filha de R. B. Caflin, de New York
The Gardener's Chronicle
publica um artigo de C. A. M. Carmichael com descrição pormenorizada do jardim de Monserrate, e com uma gravura.
Vitor Sassetti adquire três terrenos na Serra de Sintra para construção de uma casa de veraneio no local.

Construção por Carlos Mourato Roma, antigo director do Tesouro Público e político liberal, da Villa Roma. O terreno é comprado ao Marquês da Praia, e o projecto da casa encomendado a um estucador e pintor que estava a restaurar as salas de Seteais e que mais tarde projecta a decoração da Quinta do Relógio.

D. Luís oferece um banquete no Paço Real aos exploradores Brito Capelo e Roberto Ivens.

Dezembro

15- Morre D. Fernando II, fazendo a condessa d’Edla legatária de todos os seus bens, incluindo o Palácio e Parque da Pena. O seu corpo jaz ao lado de D. Maria II, sua primeira esposa, no Panteão dos Braganças, em São Vicente de Fora, Lisboa. Á morte de D. Fernando ainda havia alguns trabalhos a decorrer na Pena.

Construção da Rampa da Pena e das estradas de acessos às quintas.

Aparece
O Cintrense, e pela primeira vez que circulam 2 jornais em simultâneo. Até Abril de 1886.
27- Uma comissão de sintrenses, reunida no Jornal de Cintra, decide organizar um corpo de bombeiros
1886
Maio

26-O futuro Rei D. Carlos e D. Amélia de Orleães (reis de Portugal a partir de 1889) passam a lua-de-mel na Quinta do Relógio.

Francis Cook torna-se
Baronet, passando a ser Sir Francis Cook.
Início da construção do Chalé Biester, segundo projecto de José Luís Monteiro. Será concluído em 189

Realiza-se no Parque da Pena um inventário da flora do parque.

Segundo uma ilustração de Haupt, no Paço Real a escadaria da fachada principal localiza-se à esquerda, dando acesso directo a uma porta rectangular aberta no 1º arco quebrado, e estando os seguintes entaipados e providos de janelas duplas em arco pleno.

Fundação da povoação da Praia das Maçãs com a construção da estrada entre a Várzea de Colares e a Praia das Maçãs. Estrada essa feita com a colaboração de uma comissão composta por Luiz Almeida Albuquerque, Joaquim Gusmão e António Mazziotti.

Setembro

26-Chega a Sintra a primeira locomotiva do caminho de ferro

Lino António da Costa é presidente da Câmara Municipal de Sintra
1887
Os trabalhos de plantação e manutenção dos jardins do Palácio de Monserrate são entregues a Walter Oates.

Construção da fonte e do lago na Villa Roma, servidos por água vinda de um terreno de 19 hectares adquirido para o seu fornecimento.

Abril

2- O comboio circula entre Alcântara Terra e Sintra

Julho

Publica-se
O Clamor de Cintra, com tiragem de 5000 exemplares. Até Janeiro de 1889.
1888
Publicação do romance Os Maias, de Eça de Queirós, passando-se muitos dos seus episódios em Sintra.
Demolição do "Arco do Marquês", nas imediações da Fonte da Pipa

Um guia de Sintra desta data refere a fonte dos Pisões ainda na sua versão setecentista.
1889
Junho

25-O Palácio da Pena é adquirido pelo Estado por 310 contos, mantendo a condessa d'Edla a propriedade do Chalé e do Parque e passando a ser utilizado regularmente pela Rainha D. Amélia.

Julho

O Palácio de Seteais é hipotecado provisoriamente a favor da Companhia Geral de Crédito Predial Português, da Firma Fonseca, Santos & Viana.

Setembro

1- Criada a Associação dos Bombeiros Voluntários de Sintra

Novembro

Penhora do Palácio de Seteais a favor de Domingos Francisco de Assis, João Narciso Oliva e José Daniel da Silva Tavares.

Data dos vitrais, franceses e com as inscrições "
Hubert - Paris" e " Champ Vert" na Quinta do Ernesto Biester.
Burnswick descreve o Convento dos Capuchos como "situado no centro d'uma triste solidão, rodeado pela aridez, e açoutado pelos vendavaes (...), este pequeno mosteiro aberto na rocha e contendo umas doze cellas nas quaes (mal) se podiam mover os seus desgraçados habitantes"
António Chaves Mazziotti eleito para as Cortes representando o círculo eleitoral onde se incluía Sintra. Reeleito em 1897, 1899 e 1900
1890
Até 1923- Construção dos lagos ornamentais na Quinta de Monserrate.

Projecto da vila Sasseti (Quinta da Amizade), da autoria de Luigi Manini.

Edição da revista
O Atheneu. Quinzenal, versa assuntos de educação e recreio, com 8 páginas, dirigido por António Augusto Rodrigues da Cunha.
Março

Publica-se a
Gazeta de Cintra, orientada por Sampaio e Castro, com tiragens entre os 3000 e os 5000 exemplares
9-Fundação dos Bombeiros de Colares e inauguração da "estação de incêndios". É seu primeiro comandante Eduardo Rodrigues da Costa

O 5º conde de Ficalho é eleito para as cortes em representação de Sintra. Reeleito em 1892 e 1894.

Abril

30-Inscrição do prédio da Regaleira a favor de Paulo Carlos Allen, 3º Barão da Regaleira, após a morte da sua mãe, D. Maria Isabel Allen, sendo atribuído o valor de 32 500$000 réis.

Junho

24-Fundada a Real Associação dos Bombeiros Voluntários de Sintra, sendo seu primeiro comandante João Augusto Cunha

Agosto

22- Por falecimento de D. Carlota Franzini, a propriedade do Convento da Trindade passa para sua filha, D. Carlota Augusta Franzini de Almeida Soares e marido, o general Diogo Alexandre de Almeida Soares.

29- Concluída a capela da Praia das Maçãs

Outubro

5- Incêndio na Pena, na Ermida do Gigante
1891
Maio

Inaugurada a estação do Rossio

Junho

Realiza-se a primeira viagem Rossio-Sintra de comboio

Agosto

29-Morre em Sintra o escritor Latino Coelho

Setembro

18-Rezada a primeira missa na Praia das Maçãs, na capela da casa de Alfredo Keil

Novembro

1-Criada a Banda dos Bombeiros Voluntários de Colares

Na Quinta da Regaleira são desanexados dois terrenos, onde se encontram dois tanques.
1892
Fundação da Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme

Entre Junho de 1892 e Fevereiro de 1893 edita-se a
Folha de Cintra
Entre Outubro e Novembro de 1892, e por 5 números apenas, publica-se o Correio Cintrense
A Peninha é adquirida pelo Conde de Almedina.

Outubro

15- Eduardo Leal e Manuel António Maltez pintam no Monte Fleuri os painéis de madeira, que outrora decoravam o topo da varanda

Também de 1892 é o
Aurora de Sintra, órgão do Partido Regenerador, com 1000 exemplares de tiragem
1893
Maio

7- Começa a demolição da Alpendrada, na Vila Velha, o antigo mercado da vila de origem medieval, por deliberação da Câmara presidida pelo visconde da Idanha.

Junho

15-Organizada uma festa no Hospital da Misericórdia, por ocasião da visita da família real a Sintra.

29- O padre Bento Menni funda a Casa de Saúde do Telhal, da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus para tratamento de doenças mentais

Agosto

13-Grande incêndio na Tapada do Verminho

Outubro

31-Leilão público da Quinta da Regaleira, hipotecada por dívidas do terceiro barão da Regaleira.

31 Outubro- O Barão da Regaleira e esposa vendem a Quinta da Regaleira ao Dr. António Augusto de Carvalho Monteiro,

Dezembro

11- A Quinta da Regaleira é adquirida por António Augusto Carvalho Monteiro por 21.100 reais com registo de transmissão de direito pleno. Adquire também a parcela de terreno de pomar, jardins e castanhal, que estavam em posse de Manuel José Monteiro, e as duas parcelas desanexadas em 1891. Juntamente com o terreno que comprara ao Marquês da Praia e Monforte, a quinta assume a sua dimensão actual.

A Câmara Municipal de Sintra delibera aprovar o projecto e concessionar, a António Sarmento Pereira Brandão e a João Maria da Silva, a instalação e exploração da iluminação pública a gás.
1894
Abril

16-Registo da propriedade da Quinta da Amizade, tendo esta já um terreno ajardinado e a casa concluída.

Luigi Manini apresenta novo projecto de ampliação da Quinta da Amizade, acrescentando ao imóvel alguns elementos de inspiração militar, que não serão concretizados.

Inauguração do novo Mercado da Vila, num terreno cedido por Henrique Silva Soares. Reclamações contra a presença da cadeia no centro da vila, «
por virtude de os presos tomarem, através das grades, atitudes indecorosas e, ainda, por ter pouca capacidade, ser normal estarem menores em convívio com ladrões e assassinos, portanto em perigo moral».
Leandro Braga trabalha na decoração e mobiliário do salão, sala de jantar, gabinete e capela no Chalé Ernesto Biester.

Agosto

26-Incêndio perto da Cruz Alta

Inaugurada a segunda escola mais antiga do concelho, em Belas, designada
"Visconde de Abuim"
Edição de O Chicote, com 1 só exemplar, visando fustigar um tabelião de Belas, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sintra
1895
Abril

3- Os habitantes de Benfica pedem para fazer parte do concelho de Sintra, o que ocorreu entre 20 de Novembro desse ano e 1897

Morre Francisco António Neves, da casa Sapa, e a fábrica torna-se Viúva Neves e Filho (Angelina Conceição Neves e António Francisco Neves)

Surge o jornal
O Ratão
Constitui-se a Associação dos Bombeiros Voluntários de Almoçageme

Duplicação da via férrea entre Campolide e Cacém

Enviado para a Batalha de Marracuene um contingente de caçadores de Sintra.
1896
Sintra cumpre a sua vocação de local de veraneio, com uma vida social em torno da Vila e das idas e vindas da família real e da aristocracia.

Carvalho Monteiro encomenda ao Arquitecto Henri Lusseau os projectos para um palacete, cocheiras e jardim; Carvalho Monteiro rejeita-os e encomenda um outro projecto a Luigi Manini, que desenha minuciosamente todos os pormenores do Palácio da Regaleira; para os executar, recruta colaboradores da "
Escola Livre das Artes do Desenho".
Março

19-Surge o
Correio de Sintra. Dirigido por Raphael do Vale e editado em Lisboa na R. D. Pedro V por Garcia de Lima, custa 40 réis e publica-se aos domingos, intitulando-se "jornal politico, ilustrado, litterario e comercial", com sede na Vila Estephanea, hoje bairro da Estefânea.
Junho

20-Carvalho Monteiro compra ao Marquês da Praia e Monforte, António Borges de Medeiros Dias da Câmara e Sousa uma parcela de terreno que fazia parte do Campo de Seteais, pela quantia de 2 250$000 réis.

Por essa altura é presidente da Câmara de Sintra o visconde da Idanha, Francisco de Aboim, e administrador do concelho João Manuel Esteves Junqueira.

Uma curiosidade: dos vários comboios, cerca de 6, que diariamente asseguram a ligação a Lisboa, os das 6h e das 10h55m, não despacham bagagens nem cães…

Março

Abre em Colares o Hotel Éden, com gerência de José Maria Passos

Abril

1- Abre o Hotel Nunes

Abre a papelaria A Camélia

12- Dá-se nota da realização no fim de semana seguinte de um comício para preparação do 1º de Maio no quintal do senhor Manuel Galego, nas Lameiras

13-Morre José Inácio Costa, conhecido capitalista e filantropo de Colares.

Abril- Casa o dr. Brandão de Vasconcelos, médico que haveria de deixar marca na via económica e cultural de Colares, com D. Rufina Madureira

A vida cultural é marcada pela Fanfarra União Sintrense, a Estudantina Maquieira, o Trio Paulus, que várias vezes actua no Teatro Minerva, em Colares, o
sol-e-dó do grupo dos 20, ou o Grupo dos 14, fundado por um conjunto de personalidades que, com João Moreira à cabeça organiza diversas récitas e bailes
Inaugurado o teatro do grupo dos 14, com a peça de João Moreira, Solução e Termo e à qual assistem mais de 900 pessoas.
A vida social decorre nas colectividades e cafés, com destaque já nessa altura para a Sociedade União Sintrense, a tasca do Peixe Frito, o café Universal, de Afonso Gameiro da Costa, o restaurante e hotel Silva, o Hotel União ou o Nunes
Maio

13-Na Quinta do Cornélio, em Almoçageme, ocorre um incêndio na adega de José Gomes da Silva

Greve dos pedreiros e cabouqueiros de Montelavar

A imprensa relata indignada o corte de um castanheiro da Índia em Colares, reagindo com ira e dizendo ser preciso "
dar caça aos malvados authores de semelhantes proezas"
Por essa altura, o Correio de Sintra lança um folhetim semanal, O Segredo de uma Campa
Junho

Ocorre um acidente com andaimes no Palácio da Pena, de que resultam 3 feridos

5- A esquadra inglesa fundeada no Tejo é obsequiada com uma recepção na Pena para 70 talheres.

Em S. Pedro, surge o Grupo d'Avante Recreativo, com sede na R. Serpa Pinto

21- A Família Real chega para passar o Verão, sempre recebida com luminárias e fanfarra e muito povo

Julho

1-Inauguração do cemitério de S. Marçal

Baile de gala na Pena, com Suas Majestades o rei D. Carlos e a rainha D. Amélia e mais dignitários

Surto de angina diftérica em Barcarena

11-Criação da Estudantina de S.Pedro Sempre Avante Recreativa

18-Criação do Clube da Estephanea, presidido por Peito de Carvalho, com Chaby Pinheiro na festa inaugural

Terminando o mês, o aniversário no Paço do infante D. Afonso, irmão do rei.

Entre as partidas e chegadas do Verão, realce para a do conselheiro João Franco, figura proeminente da vida política, a veranear em Sintra em casa do sogro, o médico dr. Schindler, ou a dos viscondes de Monserrate, Francis Cook e sua segunda esposa, a sufragista americana Tennessee C. Chaflin, que pela módica quantia de 600 contos haviam adquirido e remodelado o palacete em 1863.

Setembro

Pela primeira vez José Ignácio Paulo Costa entrega no Ministério das Obras Públicas o projecto para uma ligação ferroviária de Sintra a Colares e Praia das Maçãs, caminho de ferro de tracção reduzida e sistema americano. Era o antepassado do eléctrico, que contudo, ainda não foi dessa que viu a luz do dia.

26- Círio de inauguração da estrada Colares-Praia das Maçãs, com mais de 5000 participantes.

Alertando a imprensa que os jardins do Duche se encontravam encerrados ao público, de imediato o Conde de Valenças, dr. Luís Jardim, proprietário dos mesmos e do palacete contíguo os manda abrir.

Outubro

4-Inaugurado na R.Gil Vicente o Clube Recreativo Familiar Cintrense

Novembro- Em Queluz, a Associação de Recreio Musical de Queluz passa a designar-se Sociedade Musical 21 de Outubro de 1895

Dezembro-Inaugurada em Belas a Associação de Socorros Mútuos Dr.Elisiário José Malheiros

1896 é também um ano em que as vinhas são atacadas pelo
mildew (míldio)
1897
Luís Filipe Valente sobe a administrador do concelho

A imprensa relata o sucesso da exportação de camélias de Sintra para Madrid, onde eram vendidas a 1 peseta cada.

Fevereiro

Abre cartório na Vila o jovem advogado Virgílio Horta, sendo quase de seguida designado administrador do concelho.

No plano político, em Fevereiro, no Hotel Bragança, em Queluz, abre o Centro Regenerador João Franco, de apoio ao controverso conselheiro.

17- Aparece morto por estrangulamento o funcionário do Palácio da Pena António Rodrigues, por todos conhecido como o Cavaco.

Por esses dias, em Belas, o médico barão da Costa Silveira, dr. Galvão de Melo, assassina a tiro de revólver o farmacêutico e figura querida da terra Manuel José Malheiros.

Abril

A condessa d’Edla passa uns dias no seu chalé, e os Cook recebem em Monserrate amigos ingleses, os Kendall, saudados pela fanfarra da Sociedade União Sintrense.

Como habitualmente por ocasião das visitas anuais, a viscondessa de Monserrate visita as escolas, e distribui bolos e livros pelas crianças mais necessitadas.

Junho

19-Festa em casa de Teodoro Ferreira Pinto na Vila Estephanea, com a presença do escritor Bulhão Pato

Julho

7- Deslocação para um jantar, na Praia da Adraga, da rainha viúva D. Maria Pia.

O caminho de ferro para Colares e Praia das Maçãs volta à baila, desta feita com projectos de Raul Mesnier e Sertório Corte Real, promovendo-se comícios em Colares a favor da obra. Ainda não seria desta, também…

Agosto

O padre Mathias del Campo, galego refugiado em Portugal, é nomeado coadjutor de Colares

Decorrem sob patrocínio de Luís Augusto Collares as festas das Azenhas do Mar.

Setembro

A par da notícia dum surto de tifo no Mucifal e da continuação das obras da estrada que finalmente ligaria Colares à Praia das Maçãs, uma polémica: o Correio de Sintra denuncia a existência de jogo clandestino no café Universal, na Vila, com a cobertura do administrador do concelho Virgílio Horta.

Outubro

6-A Câmara dá conta de que o conde da Azambuja pretende fechar o campo de Seteais, aforado em 1801.

O farol eléctrico do Cabo da Roca começa a funcionar, com um sistema de reserva composto por um candeeiro a petróleo de 3 torcidas; o aparelho óptico é de 4ª ordem, sendo a rotação produzida por um mecanismo de relojoaria; entra em funcionamento uma sereia a vapor (sinal sonoro).

Realiza-se um dos primeiros filmes portugueses com Sintra como tema:
O Comboio de Recreio e Sintra, realizado pela empresa Gameiro Alves, do Brasil.
Também em 1897 a sede da Sociedade União Sintrense passa para a R. do Carneiro, hoje R.Gil Vicente, no local onde mais tarde funcionou o Teatro Gil Vicente, sendo presidente Joaquim Maria de Oliveira Cunha.
1898
Nascem O Jornal Saloio e o Progresso de Cintra, que acabam em 1899
Um crime deixa as populações estupefactas: no Linhó, um desequilibrado de 34 anos, Vicente Baptista, mata a mãe, de 60. Acaba internado em Rilhafoles.

A quinta do Espingardeiro é pertença do 2º conde da Caparica, D. Francisco Xavier de Meneses (1854-1914), filho do 2º marquês de Valada, que no mesmo ano a vende ao 2º visconde de Soares Franco, Francisco Soares Franco (n. 1852).

Fruto das guerrilhas políticas, é dissolvida a Câmara, substituída por uma comissão administrativa presidida por José Luís Gonçalves.

Início da construção do palacete sobre os alicerces da antiga casa do Barão da Regaleira. Carvalho Monteiro decide construir o palácio à beira da estrada, não só pela vista, mas porque pretendia adquirir a Quinta do Relógio, que fica em frente, e ligá-la à Regaleira através de uma ponte. A pedra usada na construção vem da pedreira de Outil, perto de Coimbra.

Fevereiro

Vários choupos de Colares são abatidos, substituídos em Março pela alameda que ainda hoje perdura junto à Adega Regional de Colares (posterior).

O Carnaval desse ano decorre nos espaços usuais, o teatro do Grupo dos 14, e a Sociedade União Sintrense, ou o teatro Minerva, em Colares.

Abril

Anexo ao teatro do Grupo dos 14 é inaugurado o espaço do Grupo Dramático Pinto Ramos.

O crime de Belas chega a julgamento e o homicida do farmacêutico Marreiros, o barão Castro Silveira apanha 3 anos de prisão.

Enquanto isso, nas Cortes, o deputado Chaves Mazziotti pergunta pelas obras da estrada de Sintra a Colares, muito desejadas e sempre adiadas

Na Estefânea e Vila Velha continua a saga do jogo ilegal, e as invectivas do
Correio de Sintra contra as autoridades que tal permitem.
Maio

É fechado o tanque da Várzea de Colares

Agosto

Finalmente é publicado o decreto que aprova a construção da estrada de Sintra para Colares

Na Câmara, discute-se a construção de um jardim público no Rio do Porto

Ocorre um surto de bexigas em Belas

O círio da Senhora do Cabo em Montelavar.

Como habitualmente, a família real veraneia e o Grupo dos 14 oferece um bodo aos pobres no Terreiro Rainha D. Amélia

Carvalho Monteiro adquire os terrenos para construção de uma casa apalaçada (Regaleira)

Setembro

A casa Siemens propõe à Câmara a concessão para instalação da luz eléctrica na Vila

Sob égide de alguns abastados proprietários, entre os quais o deputado Chaves Mazziotti é criada a Sociedade Edificadora da Praia das Maçãs.

Joaquim Vicente Albogas abre uma serração em Montelavar

Reúne o Centro Socialista de Sintra, presidido por Manuel Dias Ferreira.

O automóvel, novidade recente, desperta interesse geral e o grupo sol e dó do Grupo Recreativo Familiar Sintrense organiza um passeio recreativo a Cascais, pela serra.

O ano acaba com a tomada da Câmara pelos progressistas, presidindo José Joaquim Lopes Gonçalves.
1899
O comerciante Joaquim António Pires é feito barão do Cacém

Em Montelavar, logo em Janeiro, a troupe dramática de Vítor Cruz apresenta o espectáculo
Uma para Um, de Alberto Pimentel, enquanto o Grupo dos 14 leva à cena uma récita pelo grupo de Pinto Ramos.
Carvalho Monteiro e família já vivem na Quinta da Regaleira, numa pequena casa, conhecida como Casa da Renascença.

Limpeza do relógio na torre do Relógio que não se efectuava pelo menos há 4 anos, pelo que o mesmo se encontra nesta altura parado.

Fevereiro

4- Em comemoração do centenário do nascimento do Visconde de Almeida Garrett, passa a estrada dos Pisões a chamar-se Avenida Garrett e é colocada uma lápide na entrada dessa avenida, na parede do lado esquerdo que era da antiga Quinta Velha do Marquês de Pombal.

Na Estefânea, inaugura-se o clube
Pérola de Cintra, de José Pereira dos Santos
No âmbito das comemorações do centenário de Garrett, é descerrada uma lápide em sua homenagem junto aos Pisões.

O
Correio de Sintra de 19 de Fevereiro, entretanto, noticia que o conhecido capitalista Carvalho Monteiro pretende construir uma vistosa casa em Sintra.
Também em Fevereiro, morre o chefe local do Partido Regenerador, o conselheiro Francisco Costa e Silva

Em Monserrate decorrem obras para construção de uma cascata do lado exterior da propriedade.

Maio

Morre o proprietário do Chalet Biester, Frederico Biester.

Junho

16- A família real chega para veranear, sendo que de início a rainha D. Amélia passa alguns dias indisposta, razão porque a 17 de Julho se celebra em S.Martinho um solene
Te Deum pelo seu pronto restabelecimento.
Na Câmara dos Deputados, finalmente passa um decreto que permite a construção duma linha férrea até Colares, já pedida desde 1986 e nunca saída do papel, enquanto na estrada Sintra-Colares se realizam obras de requalificação no local conhecido como Ponte Redonda.

Por esta altura, sem data confirmada, decorre a construção do Hotel Central, sendo juntamente com o Hotel Lawrence's, o Hotel Netto e o Victor um dos mais frequentados pela aristocracia e pela burguesia lisboetas.O Hotel Lawrence´s é adquirida por Miguel Gallway, que amplia o edifício, cedendo uma parcela para a instalação de uma pastelaria, sendo aí que se fabricam em 1900 os primeiros pastéis de feijão, e ao que consta, também as primeiras queijadas. Também por essa altura o administrador dos Serviços Florestais, Carlos de Nogueira, manda proceder a várias obras no castelo e capela, em cuja abside é colocada uma porta de madeira, adaptando-a a estábulo.
1900
José António de Araújo encena "Revista de Cintra" no Teatro Garrett
A Câmara é dissolvida e nomeada uma comissão administrativa presidida pelo farmacêutico José Simões Dias.

Manuel Emygdio da Silva enfrenta Chaves Mazziotti nas eleições legislativas, representando Sintra

Construção da capela da Quinta de São Sebastião.

No início do século a quinta do Relógio é propriedade de António Pinto da Fonseca, passando, depois da sua morte para a sua viúva, Capitolina Vianna Pinto da Fonseca, e a Casa Italiana é habitada por um Montperrand. A Quinta do Vinagre é igualmente restaurada pelo proprietário, Conde de Mafra.

Decorrem obras de infraestruturação da propriedade da Quinta da Regaleira, incluído adaptação e ampliação do sistema de recolha de água, construção da rede de drenagem, movimento de terras para implantação do edifício e percursos, construção de taludes, e muros de suporte.
1901
A imprensa destaca a chegada das primeiras solipas para o novo caminho de ferro até à Praia das Maçãs, (eléctrico) que finalmente avança

Abre o Hotel Bragança, em Queluz, com gerência de Gonçalo Verol Júnior e diárias a 1200 réis.

Morre Sir Francis Cook, visconde de Monserrate, aos 84 anos

Janeiro

17- Por decreto de D. Carlos I, Sir Frederick Cook sucede ao pai com o título de 2º Visconde de Monserrate; faz grandes melhoramentos e compra a Quinta da Penha Verde, aberta ao público, mediante pagamento de bilhete, cujo produto reverte para a Misericórdia de Sintra.

Agosto

12- Início da construção da linha do elétrico de Sintra à Praia das Maçãs. No início dos trabalhos há largada de foguetes como demonstração do júbilo por tão importante melhoramento.
1902
O 2º Conde de Cartaxo compra a quinta e Palácio dos Ribafria em Lourel.

Agosto

26-O Sport Club de Belas é estrondosamente derrotado por uma equipa de Sintra por 14-0, nos Campos de Seteais. Tal resultado será o início do fim do S.C.Belas e o princípio do Sporting Clube de Portugal. O desafio, integrado nos festejos de Nossa Senhora do Cabo, tem a presença do Rei D. Carlos.

É adjudicada a iluminação eléctrica à Companhia do Caminho de Ferro de Cintra à Praia das Maçãs

A troupe de Victor Cruz anima os teatros de Sintra
1903
Publicação do livro O Paço de Cintra, da autoria do Conde de Sabugosa, roteiro histórico-descritivo do monumento, ilustrado por desenhos à pena da Rainha D. Amélia.
É mencionada, em cartas familiares, a compra de fetos e palmeiras para o jardim para a Quinta da Regaleira.

O Estado compra o Chalé da Condessa por 43 contos, continuando a Condessa a ter o usufruto do mesmo.

Os jornais destacam o estabelecimento em Queluz de uma empresa de automóveis.

O apeadeiro do comboio em Rio de Mouro é concluído

Em Queluz destaca-se o grupo dramático Thomas do Nascimento.

Abril

12-Nasce o Grupo União Recreativa do Linhó

O rei de Inglaterra, Eduardo VII visita Sintra

Morre Domingos José Morais, figura destacada da vida local, e pai de Fernando Formigal Morais.

João Augusto de Carvalho é regedor de S. Martinho

Os banhos do Duche custam 160 réis (água quente) e 140 (água fria).

Na Praia das Maçãs, emergente, pontificam as casas Prego e Grego e o engenheiro Van der Wallen faz os primeiros ensaios do eléctrico, quase pronto.

Novembro

22-Realizaram-se as primeiras experiências da Linha entre Sintra e Colares.

Dezembro

Visita do rei de Espanha, Afonso XIII.
1904
Documenta-se a chegada à Quinta da Regaleira das primeiras peças da oficina de João Machado vindas de Coimbra (grande parte dos artistas permaneciam em Coimbra, na oficina de João Machado, de onde se enviaram as obras, outros, como os irmãos Fonseca, fixaram-se em Sintra). As cavalariças estão já praticamente concluídas; obras na Fonte da Abundância, no aquário, nas torres, nos mirantes e grutas.

Março

31-O eléctrico vê finalmente o momento inaugural, a par da introdução gradual da electricidade

Junho

É inaugurado o chafariz do Vinagre

O conde de Mesquitela é administrador do concelho.

Setembro

11- Sai o último número do
Correio de Cintra
É demolida a antiga ermida e capela de S.Sebastião
1905
Início das obras da capela na Quinta da Regaleira, procede-se, simultaneamente, ao arranjo do jardim, com grande parte das espécies compradas no horto Villa Isabel, do Rio de Janeiro.

1905-Aquisição da propriedade da Penha Longa pelo Dr. Luís Soromenho, que a mantém até à 4ª década do séc. 20.

Agosto

27- Decorre em Sintra o I Congresso-Concurso dos Bombeiros Portugueses

Visita a Portugal, e Sintra, do presidente da República Francesa, Emile Loubet
1906
D. Manuel II integra os bens da Casa Real na Fazenda Nacional.

O castelo de Colares, villa e quinta anexa são propriedade do 2º visconde de Monserrate, Sir Frederico Lucas Cook (1844 - 1920).

Construção da cadeia Comarca de Sintra, conforme projecto do arquitecto Arnaldo Redondo Adães Bermudes, pelo empreiteiro João da Silva Pascoal.

Junho

6 - Fundação dos Bombeiros de S.Pedro

Agosto

30- Inauguração do chafariz da Praia das Maçãs.

Dezembro

6- Encomenda à fábrica de relógios de precisão
Besaçon, L. Leroy & Cª, de um carrilhão de oito sinos para o campanário da capela da Quinta da Regaleira. Continuação das obras na capela; é trazida de Coimbra uma chaminé neo-renascentista, para a sala de bilhar; os trabalhos de serralharia são encomendados à oficina Viúva Thiago da Silva & Cª.
Construção, por iniciativa de Fernando Formigal de Morais segundo projecto do arquitecto Francisco Carlos Parente, do palacete da Quinta dos Lagos. Ficará pronto em 1908.

Construção do edifício dos Paços do Concelho, no local da antiga capela de São Sebastião, demolida na altura segundo plano do arquitecto Arnaldo Redondo Adães Bermudes (1864-1948); o que resta da Capela pode ser visto na casa do Casal de São Roque.

Arranque das obras da nova cadeia comarcã, projecto de Adães Bermudes executado por João da Silva Pascoal
1907
Perto do Cabo da Roca afunda-se o Lutetia, da Compagnie de Navigation Sud Atlantique.
Um grupo de 20 marchadores faz o percurso Lisboa-Sintra em 4 horas e regresso, num total de 7 horas

A pedido da Liga Promotora de Melhoramentos de Sintra, a cadeia da Vila Velha passa a acolher os correios (ainda hoje).

Nasce o historiador sintrense José Alfredo da Costa Azevedo.

Aquisição por Carvalho Monteiro dos direitos e posse das águas do aqueduto aos herdeiros de António Pinto da Fonseca, da Quinta do Relógio.

As obras no Chalé Biester encontram-se concluídas.

Data desta altura um desenho de Raul Lino considerado embrionário relativamente à concepção da Casa do Cipreste, então designada "A Pedreira".
1908
Manini viaja até Milão e Veneza, com objectivo de encomendar e acompanhar a execução de diversas peças em falta na capela e no palacete da Quinta da Regaleira, nomeadamente os mosaicos para o pavimento, os paramentos das paredes, vitrais e alfaias litúrgicas; o painel do retábulo-mor é encomendado à Casa Pauly, em Veneza; construção da estufa quente pela firma Viúva Thiago da Silva & Cª; Giuseppe Gualfi executam as torneiras de bronze da capela, figurando o renascimento de Vénus.

O visconde do Tojal é presidente da Câmara

Abril

12-Nasce o jornal
Ecos de Sintra, dirigido por Júlio do Amaral
São inaugurados por estes dias o restaurante Internacional, na Praia das Maçãs, o "Barateiro", loja e retrosaria na Vila Velha, e o "Serra de Sintra", no mesmo local.
Agosto

5-A luz eléctrica chega à Vila

Um bilhete de eléctrico até à Praia das Maçãs custa 200 réis (80 até Galamares).

Definitivamente encerram os banhos na Volta do Duche, de António Pereira, o
Pouca Sorte
Setembro

18- Carta de lei reconhecendo o ramisco como vinho regional
1909
O teatro e a Esplanada Garrett, com animatógrafo, animam a vila em período estival

Na Estefânea, nasce por impulso de Formigal de Morais uma escola primária

Últimas notícias de peças vindas de Coimbra para o palacete da Quinta da Regaleira, encomendados painéis em vitral ao atelier Carvaya Bazzie & Cª.

Maio

Os novos Paços do concelho (actuais), também obra de Adães Bermudes, ficam prontos, e o velho edifício da Câmara na Vila (hoje Museu do Brinquedo) é encerrado.

Junho

13-Inauguração dos novos paços do concelho e da cadeia comarcã, projecto de Adães Bermudes
1910
Pela morte do conde de Valenças a propriedade da Quinta de Valenças passa para o seu filho, o 2º conde de Valenças, Ricardo Anjos Jardim (1877-1952).

Término das obras da Quinta da Regaleira segundo inscrição numa das empenas do palacete.

Janeiro

26-A Câmara doa os terrenos e edifício da antiga Casa da Câmara, na Vila, aos Bombeiros de Sintra

Maio

25- Regularizada por decreto a comercialização do vinho de Colares

Junho

16- Um decreto classifica como monumentos nacionais o Castelo dos Mouros, o Paço de Queluz, o pelourinho de Colares, a anta de Adrenunes e a da Agualva, a igreja da Penha Longa, a anta de Belas, o palácio da Pena, o Paço de Sintra e o repuxo manuelino da Vila

Outubro

5-O directório do Partido Republicano Português designa Tomé de Barros Queirós, figura já de destaque na época e ligado a Sintra, onde tinha um
chalet, para proceder à proclamação da República
Barros Queirós havia chegado a Sintra em meados de Setembro, vindo de férias nas termas, e aqui recebe a notícia a 4 de Outubro da morte, assassinado por um doente mental, de um dos chefes da revolta, o Dr Miguel Bombarda. Confirmado o sucesso do movimento militar, Barros Queiróz é convidado pelo PRP para proclamar a República em nome da Junta Revolucionária, tendo sido designados para o acompanhar nesse momento histórico o jornalista João Chagas, bem como José Barbosa e Malva do Vale.

É assim que um grupo de apoiantes do novo regime se concentra junto com Barros Queirós na Praça Afonso de Albuquerque, para esperar os outros enviados do PRP. Alguns deles, armados, inclusive já desde alguns dias guardavam residências de políticos e figuras destacadas do regime monárquico, entre as quais a de João Franco, que veraneava em Sintra com a família real, e que tinha sido um dos protagonistas do odiado governo que em 1908 custou a vida ao rei D. Carlos, e que agora, paradoxalmente, era protegido na sua pessoa e bens pelos revolucionários, para evitar pilhagens e actos de vandalismo. Entre os que protegeram João Franco em Sintra contava-se o filho de Barros Queirós, Daniel, com 19 anos na altura, sendo que João Franco, apesar do reviralho que se adivinhava, mandou servir comida e café aqueles que se preparavam para alterar o regime que ele servira.

Estão os populares reunidos quando chega um dos poucos carros que havia naquele tempo, ostentando uma bandeira verde rubra, ao que os populares respondem com vivas à República. Nessa viatura vem uma eufórica senhora de apelido Quaresma Val do Rio Barreto.

Passado um tempo, uma outra viatura, aberta, transporta duas figuras vestidas de escuro. São a rainha D. Amélia e uma camarista, que vindas da Pena, se dirigem a Mafra a juntar-se ao deposto rei D. Manuel, de onde partiriam posteriormente em direcção a Inglaterra. Barros Queiróz, reconhecendo a rainha, tira o chapéu, e silenciando os vivas à República, saúda com cortesia a real figura, no que é acompanhado pelos demais.

Finalmente chega o grupo vindo de Lisboa, e todos se dirigem à varanda dos Paços do Concelho (os actuais, que haviam sido inaugurados um ano antes, em 1909), e proclamam solenemente a República Portuguesa, sendo na altura anunciados Formigal de Morais como presidente da Câmara

Municipal de Sintra e Gregório Casimiro Ribeiro como administrador do concelho. Todo o dia é de festa em Sintra, com uma banda de música percorrendo a vila em clima de euforia e júbilo.

Com a Implantação da República, o Palácio da Pena é transformado em museu, com a designação oficial de Palácio Nacional da Pena, e o Palácio da Vila é incorporado no Património do Estado, procedendo-se à demolição de várias construções anexas ao Palácio.

Novembro

3- Morre em Sintra Zózimo Consiglieri Pedroso, professor do curso superior de Letras.

Dezembro

1- Surge o jornal "
O Concelho de Sintra", dirigido por António Cunha afecto aos republicanos. Sai às5ª feiras e funciona na Praça da República nº6.
Em Colares, o médico Brandão de Vasconcelos forma um núcleo de defesa democrática do concelho, e preside à junta da paróquia (freguesia).
1911
Janeiro

30-Os três Lourenços como eram conhecidos estes 3 meliantes,, fogem da Prisão serrando as grades da Janela.

O Chalé da Condessa é moradia de Verão da Condessa Elise

Construção do Edifício dos Correios, segundo projecto do arquitecto A. Marques da Silva, na qualidade de arquitecto do Ministério do Fomento, no local da antiga cadeia, permanecendo apenas a Torre do Relógio.

Construção do Jardim das Quimeras da Quinta da Regaleira, Giuseppe Gualfi modela a custódia da capela, desenhada por Manini e inspirada na Custódia de Belém, de Gil Vicente.

Em 1911 Sintra tem 30373 habitantes

Constituída a Sociedade Cooperativa Operária de Exploração de Pedreiras e Manufacturas de Cantarias

29- Operários e comerciantes, com a Banda do 1º de Dezembro à cabeça, manifestam-se pelo descanso ao domingo

Fevereiro

23-Invasão de uma praga de abelhas africanas.

Inocêncio Camacho explora a fábrica de águas do Monte Banzão, desde 1905. Deixa de ser comercializada em 1913.

A vida cultural funciona em torno do teatro Garrett (no local onde hoje funciona a Sociedade União Sintrense) ou do Casino Cintrense.

Março

Incendio no Palácio dos Plátanos.

Abril

6-Entra em vigor em Sintra e em todo o País o descanso semanal de domingo.

23-O governador civil de Lisboa, Eusébio Leão, visita Sintra, onde é recebido em apoteose.

28-Os lagos da Pena são povoados com cerca de mil peixes.

Maio

3-Barros Queirós, homenageado no Hotel Netto.

Nas eleições para a Constituinte, Sintra integra-se no círculo 37 (Torres Vedras) sendo eleitos Tomé Barros Queirós, José Cardoso Júnior, Thiago Moreira Sales e António Macieira.

Junho

24-Após a aprovação da nova Constituição, o jornal sintrense
O Concelho de Sintra escreve:
Foi uma verdadeira data patriótica em Sintra ,como em todo o Portugal, o dia 19 do corrente, em que os constituintes aclamaram por unanimidade de votos a República Portuguesa(…)Os operários abandonaram os trabalhos, os trabalhadores dos campos paralisaram as suas lides(…)Em todo o concelho se queimaram foguetes e se levantaram vivas à Pátria e à República
Por essa altura, grupos civis vigiam conspiradores afectos à monarquia, entre os quais se conta o visconde de Pernes, alvo de vigilância activa.

Julho

22-Homenagem ao escritor Latino Coelho, sendo nesse dia colocada uma lápide na casa onde faleceu, na Vila.

Agosto

Festas em Sintra, com grande participação popular

Relata-se que em17.491 pessoas visitaram o Palácio da Pena

Outubro

5-A praia das Maçãs é considerada a melhor praia do País.

Novembro

7-Nasce o Sport União Sintrense.

Gregório Casimiro Ribeiro, associado com José das Neves, inicia a fabricação de queijadas, sendo a fábrica em Ranholas e vendidas no café
"Pérola de Sintra".
Dezembro

Por essa altura, está em construção o edifício dos correios no edifício da antiga prisão, na Vila, segundo projecto do arquitecto A. Marques da Silva, na qualidade de arquitecto do Ministério do Fomento, no local da antiga cadeia, permanecendo apenas a Torre do Relógio.

Construção do Jardim das Quimeras da Quinta da Regaleira, Giuseppe Gualfi modela a custódia da capela, desenhada por Manini e inspirada na Custódia de Belém, de Gil Vicente.

1-Suicida-se na Penha Longa Estevam dos Santos, que trabalhava no Chalet Biester.

23- Entra em funcionamento o posto da GNR no Paço da Vila
1912
O período da I República em Sintra segue as passadas do resto do país. São 16 anos marcados pelo domínio do Partido Democrático - PRP- aqui e ali desafiados pela conservadora Lista Regional, nas freguesias rurais, que chega a ganhar as eleições em 1922.

O primeiro presidente da Câmara depois de 5 de Outubro é Fernando Formigal de Morais, filho do fundador da Escola do Morais, Domingos José Morais,e é afecto ao Partido Democrático.

O vinho de Colares obtêm exportações na ordem dos 11375 hectolitros

Início da construção da Casa do Cipreste, destinada a habitação sazonal do próprio Raul Lino em terrenos de uma antiga pedreira cedidos por seu pai.

O Conde da Azambuja requer e obtém o cancelamento da penhora feita em favor de José Daniel da Silva Tavares do Palácio de Seteais.

Janeiro

1-Fundada a Sociedade Filarmónica Instrução e Recreio Familiar das Lameiras

Fundado um Centro Republicano em S. Pedro, com o nome de Hígino de Sousa, acto a que assiste o governador civil de Lisboa, Eusébio Leão.

Fevereiro

Augusto Barreto assume a direcção de "
O Concelho de Sintra".
Março

30-Início do calcetamento da Volta do Duche.

Maio

1-Nasce a Tuna Operária de Sintra, fundada por Alfredo Januário Gomes, José Parracho Filipe e outros.

10- Morre António Chaves Maziotti, proprietário e deputado por Sintra durante o período da monarquia.

Maio

26- Início da demolição dos edifícios secundários do Palácio Nacional de Sintra e trabalhos de requalificação do espaço, sob orientação do arquitecto Rosendo Carvalheira. Lança-se grande número de foguetes.

Junho

É ordenada uma sindicância ao administrador do concelho Gregório Casimiro Ribeiro, o que provoca uma onda de indignação entre os republicanos.

Julho

13- A imprensa da época relata ter abortado uma conspiração monárquica na Carregueira, montada na quinta do marquês de Borba. Uma bateria de Queluz a cavalo com o apoio de republicanos sintrenses como Sá Piedade e Júlio Borges, entre outros, invade o local e aprisiona os conspiradores, que resistem com tiros.

20-Inauguração do serviço de abastecimento de água na Praia das Maçãs.

Agosto

17-Inauguração na Sala dos Veados, no Palácio da Pena, duma exposição de vários tapetes egípcios de grande valor.

20-Inauguração do abastecimento de água na Praia das Maçãs.

Novembro

16- Recepção em Sintra aos oficiais do cruzador brasileiro Benjamin Constant.
1913
Janeiro

1-Início do pagamento de entradas no Palácio da Pena, 20% do valor reverte para a Misericórdia de Sintra

18- Fim do calcetamento da Volta do Duche

Nas eleições de 1913 o centro mais afecto ao Partido Democrático é Colares, e à Lista Regional, Montelavar, onde se concentram os industriais mais conservadores.

Ferreira Júnior preside ao executivo municipal e Aníbal Lúcio de Azevedo é administrador do concelho.

Março

16-Festa da árvore no Casino Cintrense e em Colares

Abril

8- O Clube Foot-Ball de Sintra é autorizado a jogar no Campo de Seteaes.

D. Álvaro de Saldanha e Castro, filho e herdeiro do 3º conde de Penamacor, D. António Maria de Saldanha Castro, vende a propriedade da Penha Verde ao 2º visconde de Monserrate, Frederick Lucas Cook

Junho

O "
Concelho de Sintra" muda de proprietário e passa a ser dirigido por Alfredo Alvim.
Julho

2- Fundado o grupo Folclórico de Belas

Setembro

23-Estando Afonso Costa a banhos na praia das Maçãs, no desaparecido
Hotel Royal, para ali se dirigem vários opositores com o firme propósito de o assassinarem. O facto chega ao conhecimento de republicanos de Sintra que, organizando grupos de defesa passam a exercer apertada vigilância junto ao hotel, mandando parar os carros que para a praia se dirigiam e revistando e identificando todas as pessoas. Sabe-se mais tarde que teria estado marcado para o dia 23 de Setembro o golpe de misericórdia, embarcando os assassinos em separado em diversas estações do comboio com destino a Sintra. Avistados pela defesa civil na Praia das Maçãs, não logram levar avante o intento, e voltam para Sintra, onde, surpreendidos na estação, três deles são presos pelas onze da noite desse dia, e um, Miguel Costa Goião, chega mesmo a oferecer resistência armada. Ele e um Jaime Augusto, alfaiate do depósito de fardamentos, bem como um tal Alberto Correia, são detidos e presentes no posto policial de Sintra, sendo-lhes aí apreendidas várias pistolas automáticas e punhais. Consta que o Gaião terá dito:"não foi desta, será doutra"
Novembro

30-Primeiras eleições administrativas da República. PRP 737 votos (76,5%) Lista Regional 226 votos (23,5%). Em 24 vereadores, o PRP obtém 18, e a Lista Regional 6. Dos nomes da lista do PRP destaque para António Duarte da Silva Sousa, João Lopes Coelho, José Bento Costa, José dos Santos Coelho, José Simões e Torcato Pardal Monteiro.

Virgílio Horta presidente do Senado Municipal
1914
Conclusão da Casa do Cipreste, de Raul Lino.

Morre o Conde da Azambuja,dono de Seteais, sucede-lhe D.Pedro José Mendonça

Surge a Associação Comercial e Industrial de Sintra

Abril

26-Surge em S.Pedro o jornal "
O Penaferrim", dirigido por Joaquim Rodrigues Ferreira
Junho

2- Sai o primeiro número do "
Notícias de Sintra". Funciona na R. Alfredo Costa nº 10 e era dirigido por António Cunha e propriedade de João Roberto Rosado.
29- António Duarte da Silva Souza preside à comissão concelhia do Partido Republicano (PRP)

Outubro

18-Criada a empresa Sintra-Atlântico, que sucede à Sintra ao Oceano, dirigida por Collares Pereira e Álvaro Vasconcelos, entre outros.

É construído o chafariz fronteiro à Câmara, projecto de Tertuliano Lacerda Marques, esculpido em mármore por João da Fonseca

É fundada a Cooperativa Libertadora Sintrense.
1915
Francisco Martins preside à comissão executiva da Câmara

Fevereiro

7- Inaugurado o teatro da Tuna Operária, na Estefânea.

Constituída a Liga dos Amigos da Praia das Maçãs, por Inocêncio Camacho e António Garcia de Castro, entre outros.

Março

7- A Câmara protesta contra o governo ditatorial de Pimenta de Castro

Julho

António Rodrigues Formigal é dono do Palácio de Seteais.

Agosto

21-Fundada a Colónia Penal Agrícola

Construção do chafariz da Rua Sotto Mayor.

José da Fonseca é autor da fonte de Seteais

As adegas Viúva Gomes, de Almoçageme, vencem o Grande Prémio da Exposição Mundial Panamá-Pacífico

Dezembro

6- Morre Carlos Sassetti, dono da Quinta da Amizade, sucedem-lhe os filhos Carlos e Helena sassetti
1916
A pequena propriedade ocupa nesta altura metade do concelho,16.285 hectares; a média propriedade 1/8, 4071 hectares, e 3/8 a grande propriedade, 12314 hectares. As maiores propriedades cerealíferas localizam-se em Casal de Alfouvar e Casal da Torre, e na Granja do Marquês

Maio

2- Morre João Augusto Cunha, fundador dos Bombeiros de Sintra

Junho

22- Por proposta do vereador Francisco Álvares Pereira de Carvalho Jr. a Câmara delibera que o feriado municipal seja a 29 de Agosto, data do falecimento em Sintra de Latino Coelho.

Em S. Pedro abre a fábrica de queijadas "
Recordações de Sintra" de Gregório Casimiro Ribeiro.
Agosto

27-Inaugurada uma estação de incêndios no Largo Afonso de Albuquerque
1917
Maio

16- Fundado o Grupo Excursionista Alpino.

Construção de uma instalação para produção de gás acetileno no farol do Cabo da Roca.

Novembro

4-Novas eleições administrativas, vitória do PRP. Ramos Lourenço eleito pela corrente socialista.

Dezembro

15- Morre em Colares o padre Mathias del Campo, um dos primeiros habitantes da Praia das Maçãs, em 1888, e coadjutor de Colares desde 1874.
1918
Maio

3-Joaquim Maria Oliveira Cunha comandante dos Bombeiros de Sintra

O Presidente Sidónio Pais visita Sintra.

Surto de pneumónica, que obriga a recrutar os presos da Colónia Penal Agrícola para os enterramentos

Aurora de Macedo adquire a Quinta do Espingardeiro, em S. Pedro, ao visconde de Soares Franco.

Conclusão dos jardins da Quinta da Regaleira

Carvalho Monteiro constrói um palácio na Peninha, projecto de Júlio da Fonseca

Dezembro

4- José Rodrigues Sucena e Carvalho Monteiro compram Seteais.

Construção do pavilhão de S. José, na Casa de Saúde do Telhal
1919
Vários jornais vão tomando partido pelas varias facções republicanas, surgindo em 1919 A Voz de Sintra, afecto ao Partido Evolucionista, de António José de Almeida, e dirigido por António Cunha. O primeiro número saiu a 7 de Julho e funcionava na Av. Miguel Bombarda nº5.
Maio

24-Por morte dos proprietários, o Convento da Trindade passa para Maria Emília Franzini de Roure,

25- Eleições administrativas, vitória do PRP. José Bento Costa é presidente do Senado Municipal

Consiglieri Pedroso presidente da Comissão Executiva da Câmara

Julho

19- No teatro Monserrate (salão de Galamares) vai à cena a revista "
Sem pés nem cabeça" com Guilherme Oram e Eduardo Gaio como compéres, tendo rendido 246 escudos para a Misericórdia de Sintra.
A Câmara pede ao Governo a instalação duma Escola Primária Superior em Sintra, que haverá de surgir e durar até 1925 ( para alunos entre os 12 e os 15 anos, misturando o ensino geral com o técnico). Será seu director António Joaquim das Neves, o Mestre Neves.

Afonso de Macedo, do Partido Evolucionista, é deputado por Sintra no parlamento

Novembro

Epidemia de varíola em Rio de Mouro.

19- Fundada a Sociedade Filarmónica de Pêro Pinheiro

Dezembro

19-O Convento da Trindade é vendido a Ernesto Henrique de Seixas

25-Grande incêndio num prédio na R. das Padarias
1920
Neste ano Sintra tem 29903 habitantes (menos 1,5% que em 1911), em parte derivado aos surtos epidémicos de 1918.

Fevereiro

9- Morre o Dr. Gregório de Almeida, médico em Sintra desde 1891 e considerado "O Pai dos Pobres", na sua casa da Estrada da Macieira.

Março

20- Greve dos empregados da Sintra- Atlântico.

Maio

5- Fundado o Clube de Futebol "Os Montelavarenses"

O repuxo real é deslocado para o centro do Terreiro Rainha D. Amélia.

Por iniciativa de Jerónimo Inácio Cintra, vereador da Câmara, José da Fonseca projecta a fonte no extremo da Volta do Duche.

Adriano Júlio Coelho funda a Sociedade de Turismo de Sintra, no âmbito da qual se construirá o Casino, o Bairro das Flores e farão melhoramentos no caminho de ferro. A firma adquire a empresa das Águas de Sintra, Lda

Vasco Regaleira constrói a Quinta de Sto António da Serra para sua mãe

Morre o 2º visconde de Monserrate, Frederick Cook, herda o filho, Herbert Cook, desenvolvendo o jardim de Monserrate e contratando Warren Oates

Criada a Escola Militar de Aviação na Granja do Marquês

Raul Lino constrói a Casa Branca, nas Azenhas do Mar

Outubro

20- Fundação do Sporting Clube de Lourel, filial nº 108 do Sporting Clube de Portugal

24- Morre António Augusto Carvalho Monteiro. Herda a Quinta da Regaleira o filho Pedro Augusto de Mello de Carvalho Monteiro

O Palácio da Peninha, de Carvalho Monteiro, é vendido ao seu advogado, Rangel de Sampaio. Por sua morte passa a propriedade da Universidade de Coimbra
1921
Construído o primeiro corpo do Casal de Santa Margarida, segundo projecto do arquitecto Norte Júnior (1878-1962)

Luís Sá pinta os azulejos da estação de Sintra (Norte Júnior fez o prospecto das lanternas). A obra, patrocinada por Adriano Coelho, é dirigida por Júlio da Fonseca

Fevereiro

18- Aparece o jornal
O Regional, dirigido por Gregório Casimiro Ribeiro, e em 1923 por Amílcar Barros Queiróz. Dura até 1925.
Início da construção em Colares das caves Visconde de Salreu, sob projecto de Norte Júnior.

Julho

28 - Um incêndio destrói na Praia das Maçãs o
Hotel Royal Bellevue
Dezembro

Inauguração da Drogaria de Ferragens de Annes e Villaret na Praça da República.
1922
O filme O Destino, de George Pallu, é parcialmente rodado em Monserrate
Construção do tanque fronteiro ao Paço.

Início da construção da Casa dos Penedos, da família Carvalho Ribeiro Ferreira, projecto de Raul Lino.

Maio

12-Sai o jornal
O Grilo, propriedade do Grupo excursionista Alpino, com sede na adega de Henrique Soares e administração no convento dos Capuchos, onde realizam almoços anuais.
Fundação de "Os Aliados"

Junho

29- O decreto 8218 classifica como monumento nacional a igreja de Santa Maria.

Julho

10-Classificação do pórtico e igrejas matriz de Belas e de S. João das Lampas pelo decreto 8252

Outubro

23- No Cabo da Roca o vapor espanhol
Begoña colide com o inglês Avontown
Novembro

Eleições administrativas e vitória da Lista Regional (conservadora) nas eleições administrativas . Em S. Pedro o acto foi rodeado de distúrbios e alguma violência.

Virgílio Horta eleito presidente do Senado Municipal.

Adelino Figueiredo Lima é administrador do concelho e Joaquim Ribeiro de Carvalho presidente da Câmara

Em 1922 também Raúl da Costa Gonçalves é presidente da Comissão Executiva da Câmara

Neste período procedia-se como se existissem duas câmaras, uma afecta aos democráticos, que reunia nos Paços do Concelho e outra afecta aos monárquicos, que reunia em casa de José Antunes dos Santos

Até 1919 o PRP é dominante, sendo as suas figuras de maior relevo José Bento Costa, José Simões e Torcato Pardal Monteiro, entre outros, destacando-se na Lista Regional Virgílio Horta, maçon e pró-monárquico, e José Antunes dos Santos, conhecido capitalista que pratica a "compra" de votos em S. João das Lampas.
1923
Numa reunião do Centro Republicano de Sintra (que funcionou no nº2 da R. das Padarias, na Vila) é decidido fundar um órgão afecto ao Partido

Republicano (PRP) chamado
O Despertar, e dirigido pelo industrial das Lameiras António Duarte da Silva e Souza, que será presidente da Câmara até ao 28 de Maio.
Fevereiro

9-Um furacão assola a Praia das Maçãs, entrando na esplanada do restaurante Grego e ferindo o proprietário, Júlio Grego, tendo as águas do oceano passado 40m a ponte do Rodízio.

Por essa altura, o actor António Nascimento representa na Tuna Operária de Sintra "
A Roca de Hércules", de Pinheiro Chagas, e o comércio local é marcado pela Minerva Comercial Sintrense, a Farmácia, Drogaria e Ferragens de Annes e Villaret, o restaurante Bijou, o Bristol, a construtora Santos e Santos ou a Tendinha de Sintra. As águas de Sintra são igualmente comercializadas.
Março

25-Primeiro número de
O Despertar (regista-se a notícia do dia 7 Outubro que menciona que por ocasião do 5 de Outubro desse ano, a junta de freguesia contemplou 137 pobres com 2$50 cada, e a Guarda Nacional Republicana contribuiu com 50$00 para a sopa dos pobres)
Construção do Casino.

Presos vários republicanos, por
revanche pela morte de Sidónio Pais, como Nunes da Silva, Júlio Amaro dos Santos, dono da Periquita, o industrial Henrique de Castro, e outros, sendo barbaramente espancados e chegando a estar 90 presos num espaço onde apenas cabiam 30.Contudo,pouco tempo depois, vindo a Sintra uma camioneta com marinheiros para por vingança levarem presos os sidonistas, os republicanos convencem-nos a não fazer prisões e com a banda da Sociedade União Sintrense à frente a tocar A Portuguesa organizam uma manifestação que percorreu a Vila, Estefânea e S. Pedro.
Junho

Instalada a comissão para erguer um busto ao Dr. Gregório de Almeida, médico e filantropo e venerável da loja maçónica Luz do Sol

No desporto, pontificam o Sport Lisboa e Sintra, o Sport União Sintrense e o S.Pedro Foot Ball Clube.

Julho

1-Realiza-se a feira de S. Pedro, nesta altura ainda anual.

17- Morre António Cunha, um dos fundadores da "
Camélia" e antigo director de diversos jornais como A Voz de Sintra ou o Jornal Saloio, e actualizador do Cintra Pinturesca em 1905.Foi ainda chefe da secretaria da Câmara, onde lhe sucede Albino Alfredo Cardoso.
29- O jornal O Regional passa para a posse da Liga regionalista do Concelho de Sintra, passando o director a ser Amílcar de Barros Queirós.
Agosto

11- No salão de Galamares, o grupo artístico
Os Lusos apresenta a récita em I Acto, Malditas Letras.
26- Repetição das eleições administrativas, depois da confusão do acto eleitoral de 1922, que confirma a victória da Lista Regional

Setembro

Tem de ser repetido o acto eleitoral em S. Pedro, depois de 35 soldados da GNR enviados pelo governo de António Maria da Silva terem invadido as assembleias de voto.

Novembro

17- Amílcar Barros Queirós é designado administrador do concelho.

A Câmara fecha o ano com um saldo positivo de 50 contos.

Leal da Câmara instala-se na sua casa da Rinchoa, onde virá a presidir a uma Comissão de Melhoramentos que virá a edificar a Escola Primária, e que vale o epíteto de "
Estado Livre da Rinchoa".
Construção da Adega Visconde de Salreu, sob projecto de Norte Júnior
1924
Demolição da nave da igreja da Misericórdia

Fevereiro

7-No Teatro Garrett, actua o
Jazz Band do Asilo de Cegos António Feliciano Castilho, numa récita promovida pelo grupo dramático Os Novos Velhos.
Março

9- O jornal
O Despertar noticia que na Colónia Agrícola Penal está um touro holandês que os locais podem aproveitar para acasalar com as suas vacas e assim melhorar a raça...
16- Em Galamares, Eduardo Frutuoso Gaio promove uma homenagem de 60 talheres ao grande amigo daquela localidade Joaquim Lopes Rodrigues.

Ainda em Galamares, continuam as récitas regulares do Teatro Monserrate (Salão).

22- Eusébio Duarte Ribeiro nomeado administrador do concelho

Julho

1-O ministro da Justiça, José Domingos dos Santos, visita Sintra, onde profere uma palestra.

Agosto

2- Inauguração do Casino.

O Palácio da Ribafria é pertença do capitão Alfredo da Silva.

24- O Presidente da República, Teixeira Gomes, lança a primeira pedra do novo hospital, nas Murtas, projecto de Torcato Pardal Monteiro. Por essa altura passa uns dias de férias no Chalé da Condessa, no Parque da Pena.

Em 1924 a Feira de S.Pedro passa a bi-mensal, "
nunca antes de oito, nem depois de vinte e oito"
Setembro

7- Sai o primeiro número de "
A Semana de Sintra", dirigido por António Pereira d'Almeida. Funciona na Av. Francisco de Almeida, e tem como director Alfredo Pinto (Sacavém) e redactor principal Mário Travassos Valdez.
13-José Pereira Ferraz promove no cinema Garrett uma palestra a favor do Hospital da Misericórdia, contra os malefícios do alcoolismo.

Fundada a Mercearia Camarão na Praia das Maçãs.

Novembro

Inaugurada a escola de Fontanelas

Dezembro

Uma Comissão Médica sob a égide de Carlos França reúne com vista à criação em Sintra de um Corpo de Salvação Pública.

Construção do Casal do Outão, sob projecto de Raúl Lino
1925
Em 1925 estão inscritos 2943 eleitores, distribuídos por 8 assembleias de voto, dos quais 608 em Belas, 355 em Colares e 364 em S. Martinho

Estão identificados 171 estabelecimentos industriais, sendo maioritários a hotelaria (42) panificação e doçaria (40) metalúrgica-latoaria (16) tanoaria (11) e mármores(10, que contudo proporciona mais de 28% do emprego industrial). O sector industrial regista 972 trabalhadores.

É presidente do Senado Municipal o candidato da Lista Esquerdista, Ribeiro de Carvalho.

Janeiro

8-No teatro do 1º de Dezembro, António Nascimento leva à cena a peça "
20.000 dólares".
25- A freguesia de Santa Maria é desanexada de S. Pedro, numa altura em que o Governo eleva Sintra a concelho de 1ª ordem.

Fevereiro

Abre na "
Camélia", na Vila, uma subscrição de sócios para a nova Associação de Caridade de Sintra.
Eduardo Galway vende a Quinta dos Pisões.

Março

Inaugurada a motobomba dos Bombeiros de Sintra
Denahaye
Maio

10-Primeira reunião da Associação de Caridade de Sintra no quartel dos Bombeiros Voluntários de Sintra. É decidido criar o Vestiário Dr. Gregório de Almeida na R. Consiglieri Pedroso nº16.

24-Inauguração da luz eléctrica em Colares e Galamares.

Junho

29- Criada a freguesia de Queluz, por desanexação de Belas (Lei 1790)

Julho

15- Fundação dos Bombeiros Voluntários de Belas

Agosto

3- Morre em Sintra o actor José Ricardo

Outubro

18- Fundação da Tuna Euterpe União Penedense.

Novembro

22-Eleições reconduzem António Duarte Silva e Souza como presidente da comissão executiva da Câmara, sendo Ribeiro de Carvalho presidente do Senado Municipal. A Lista Regional, na oposição, elege Álvaro de Vasconcelos e Amílcar Barros Queirós, entre outros.

23- Sai o último número de
O Regional.
A Sintra-Atlântico promove eléctricos que levavam as crianças pobres à Praia das Maçãs, onde, com os professores, e depois de inspeccionadas por médicos como Nunes Claro, António Soares, Desidério Cambournac e Brandão de Vasconcelos, entre outros, fazem tratamentos marítimos.

Para tais curas, a Câmara de Sintra disponibiliza junto com a recém criada Associação de Caridade de Sintra, "
três toldos de três metros por dois de lado, num total de 1.273$00", pretendendo-se "o revigoramento da raça", sendo tais passeios um" remédio ministrado a seres raquíticos, linfáticos, adenísticos, tão precisados de ar marítimo, banhos de mar e de sol".
Os tratamentos prolongar-se-ão até ao fim dos anos 50, e na sua génese estiveram os médicos Pereira Ferraz e Carlos França, que em 1924 preconizou um corpo sanitário para Colares, integrado nos Bombeiros, e providenciou mesmo a construção dum chassis, em 1928 baptizado de "Caridade" e que foi a primeira ambulância dos Bombeiros de Almoçageme.
1926
Janeiro

3- Estreia o Orpheon de Sintra no Casino, dirigido pelo maestro Luís Silveira e Mário Duarte, e aí passam artistas líricos da época, como a cantora Vix.

Março

7-Inauguração do Grémio Garrett.

Abril

28- O
Sintra Regional, dirigido por Alfredo Leal, substitui o Semana de Sintra. Dura até 6 de Agosto de 1933.
29- Sai o primeiro número do jornal Cynthia, dirigido por Mário Travassos Valdez, com Mário Duarte como redactor principal.
Maio

30-A luz eléctrica chega à Praia das Maçãs

Lina Demoel e outras actrizes de revista actuam no teatro Garrett.

Junho

27-Inaugurada a sede da associação "
Os Aliados", em S. Pedro
Julho

Após o 28 de Maio, é reposta a censura na imprensa e dissolvida a Câmara Municipal de Sintra.

17- Falece o médico e bacteriologista dr. Carlos França.

28- O capitão Craveiro Lopes é designado presidente da Comissão Administrativa da Câmara.

Agosto

1-Inauguração da sede da Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme

Setembro

17- A conhecida artista e
tonadillera Aurora Jaufrett, La Goya actua no Teatro Garrett, em Sintra.
Outubro

5- Inaugurada a rua Tomé de Barros Queirós, em homenagem a esse vulto, falecido em 5 de Maio desse ano.

Novembro

A companhia Ester Leão-Gil Ferreira actua no Teatro Garrett.

Depois do 28 de Maio muitas destas vozes são silenciadas, tendo os afectos à Lista Regional transitado em grande parte para a União Nacional. Mas a partir daí as eleições deixam de ser democráticas e o poder local esmorece. Relevo nesse período de 1910-26 para a actividade da loja maçónica Luz do Sol, de que era venerável o "médico dos pobres", Gregório de Almeida, e a que pertenceram Virgílio Horta e José Alfredo Costa Azevedo.

Durante o ano a imprensa refere-se com frequência ao crime do Casal da Mata, o assassínio de Damiana Ana a golpes de machado. Um tal Manuel Barriga foi preso e condenado pelo crime, tendo morrido na prisão.

O Conde de Sucena adquire o Palácio de Seteais a D. Antónia de Mendonça e Melo e marido, José de Melo, logo hipotecado a Mário Godinho de Campos
1927
Janeiro

29-Sai o último número de
O Despertar.
Félix Alves Pereira faz trabalhos na estação arqueológica de Santa Eufémia

Início da construção do Monte Sereno, de Gregório Casimiro Ribeiro, para pousada. Terminou em habitação.

Junho

12-Criada a Associação de Assistência e Beneficência da freguesia de Colares, presidida por Maria José Deck Bandeira Nobre.

Descobertos os primeiros vestígios do
tholos da Praia das Maçãs, analisados por Saavedra Machado, do Museu Nacional de Arqueologia.
Julho

22-A Associação de Caridade de Sintra obtém a posse da Quinta D. Diniz, em S. Pedro, para instalação de um asilo para velhos, um internato agrícola e
solarium.
O sintrense António Augusto de Carvalho vence a Volta a Portugal em Bicicleta.

Fundada a Orquestra da Tuna Recreativa Mucifalense, Sociedade de Cultura e Recreio
1928
Fevereiro

18-Inaugurada a hoje Casa de Teatro de Sintra, no sábado de Carnaval, como Cinema Tivoli.

Junho

25-Inauguração do chassis "
Caridade" ao serviço da Associação de Caridade de Sintra.
Outubro

26- Aprovação dos Estatutos da Instituição de Caridade e Beneficência Almoçagemense.

Criada a Comissão de Melhoramentos das Azenhas do Mar, que virá a edificar a escola primária, o terraço oceânico e a estrada para Janas, impulsionada por Emílio Paula Campos.

Fundado o grupo cénico do Mucifal, que apresenta a peça "
João- o corta mar"
Criado o concurso das estações floridas da linha de Sintra
1929
Maio

21-Morre Elise Hensler, condessa d'Edla e segunda esposa de D. Fernando II.

Inaugurada a Fonte de S. Pedro, de Raul Lino.

Agosto

30- Decorre em Seteais a Exposição Sintra Agrícola, Pecuária e Industrial , inaugurada com a presença do presidente Carmona.

Dezembro

26- A Câmara aprova o novo brasão de armas do Concelho, baseadas num estudo de Afonso Dornelas.

Herbert Cook começa a desfazer-se do recheio e propriedades de Monserrate

Colocação de vitrais da oficina Leone na capela de S. Brás, na Penha Verde

Nos anos 30, Sintra é marcada pelo marasmo do Estado Novo, com a vida política dominada por presidentes de Câmara nomeados pelo Governo e a influência na vida local dos dirigentes do partido único, a União Nacional. Socialmente, a vida é marcada por festividades como os bailes das colectividades, as festas religiosas ou os jogos florais, num quadro demográfico em que a população não ultrapassa os 40.000 habitantes, centrados naquilo que hoje se designa como a zona rural e o centro histórico. Na imprensa da época ressalta o
Jornal de Sintra, criado em 1934 por António Medina Júnior e o Ecos de Sintra, nascido em 1935 e dirigido pelo dono da gráfica Minerva Comercial Sintrense, João Roberto Rosado.
1930
Os eléctricos chegam às Azenhas do Mar.

É fundada a Adega Regional de Colares, com 128 sócios.

Há uma divisão na quinta original e a Quinta do Saldanha separa-se da Casa Italiana, onde habita Alfredo da Silva, que lhe introduz melhoramentos

Obras nos Paços do Concelho, para os adaptar parcialmente a tribunal e sala para magistrados

Fevereiro

2- Fundado o Sindicato Agrícola da Região de Colares. É presidente da Junta de Freguesia José Francisco Amaral

É inaugurado o busto ao Dr. Carlos França, de Artur Anjos Teixeira, plinto marmóreo de Norte Júnior

Março

É estabelecida uma linha de autocarros da empresa
Auto-Sintrense Lda entre Lisboa e Azenhas do Mar
9- Inaugurado o pronto socorro Benz dos Bombeiros Voluntários de Colares
O edifício da Câmara é adaptado para receber o Tribunal de Sintra.

Julho

10- Domingos Veloso Lima presidente do Sintrense

Agosto

23- O jornal
Defensor de Sintra protesta energicamente contra o preço de uma barraca na praia, 3$00 diários...
1931
No primeiro ano de actividade a Adega Regional de Colares produz 630 pipas de vinho ramisco.

Por essa altura, quem vai a banhos para a Praia Grande deixa os carros no alto da praia, levando os banheiros as merendas até ao areal. A estrada chegará apenas na década de 50.

Julho

3- O espanhol Fernando Martel é resgatado pelos Bombeiros de Sintra na Praia Grande

Agosto

Demolição da antiga fonte dos Pisões e construção da actual, projecto de José da Fonseca.

15-Joaquim Maria Garcia Cunha comandante dos Bombeiros de Sintra

Dezembro

2-Manuel Soares Barreto presidente do Sintrense
1932
Morre na sua casa em Sintra o jornalista Avelino de Almeida

Julho

23- José Vicente Mafra presidente do Sintrense

O sinal sonoro do farol do cabo da Roca é substituído por um de ar comprimido

Reparação dos rodapés, pavimento e ferragens dos sinos e vários trabalhos de conservação e reparação na Igreja de Santa Maria.

Mário Godinho dos Campos concede empréstimo de 130 000$00 ao Conde de Sucena.

Manuel Ramos Ferreira de Carvalho manda edificar o Casal de São Roque, no qual incrusta o pórtico manuelino proveniente da demolida Ermida de São Sebastião.

Reparação do relógio da Torre do Relógio, pela firma J. Pereira Cardina & Filhos, da Nazaré.

Extinção do
Sintra Foot-Ball Clube.
1933
Construção de um segundo corpo no Casal de Santa Margarida que terá sido anexado ao anterior e terá sido criado um Páteo inferior e um gradeamento para a rua.

Janeiro

10-Fundado o Grupo Desportivo União Colarense

27- Naufraga no Cabo da Roca o pesqueiro de Setúbal "
Dois Unidos"
Carlos Almeida inicia o negócio de queijadas (hoje conhecidas como da Casa do Preto).

Março

O Conde de Sucena salda dívida contraída com Mário Godinho dos Campos, com dinheiro conseguido através de empréstimo da Caixa Geral de Depósitos, Crédito e Previdência, sobre hipoteca da propriedade de Seteais.

Abril

30-Conclusão das obras da nave e fachada principal da Igreja da Misericórdia. A acta da Comissão de Iniciativa de Turismo revela a deliberação para que se proceda ao pagamento das obras ao empreiteiro José Parente Rocha e aos pintores Manuel Nunes Garcia e Alfredo José Marques.

Junho

2-Pelo DL 22617 a capela de S. Lázaro, em S. Pedro, é classificada como imóvel de interesse público

24-Fundada a Sociedade Recreativa de Albarraque

Agosto

8- Augusto Joaquim da Silva presidente do Sintrense

Dezembro

6- Morre na sua casa do Algueirão o actor Chaby Pinheiro.

O Palácio da Pena é visitado por 56240 turistas, que originam proventos de 84.360$00,25% destinados à Misericórdia de Sintra.
1934
Janeiro

7-Sai o primeiro número do
Jornal de Sintra, de periodicidade semanal,
Suicídio do Dr. Brandão de Vasconcelos, eminente médico ligado a Colares e á sua lavoura.

É presidente da Câmara o Dr. Álvaro de Vasconcelos e Luís do Couto regedor de S. Martinho.

Fevereiro

3- O Conde de Sucena apresenta à câmara a remissão do foro e o pedido de ajardinamento do campo de Seteais

22-3 pilotos, entre os quais o tenente-coronel Brito Paes, morrem num acidente de aviação em Coutinho Afonso

Março

Regressa a Galamares Guilherme Oram, administrador da casa Monserrate, depois de haver sido operado pelo Dr. Reinaldo dos Santos.

Abril

5- Acta da Câmara aprovando o pedido do Conde de Sucena, que, em crise financeira e sob pressão da população, acaba por desistir do projecto de ajardinamento do Campo de Seteais.

Grande campanha de obras de conservação e restauro na Igreja de São Martinho, descascamento dos paramentos exteriores e substituição de rebocos, substituição da cobertura, retirada de ornatos arquitectónicos mal posicionados na caixa murária, e confiados à guarda da igreja. Custo da obra 30.000$00, metade pago pelos fiéis, outra metade pelo fundo de desemprego.

Realizam-se concursos hípicos no Campo de Seteais.

O Palácio de Seteais continua hipotecado em favor da Caixa Geral de Depósitos, Crédito e Previdência, em virtude de empréstimos sucessivos concedidos ao Conde de Sucena;

5-Após muita pressão da população e da imprensa, o conde de Sucena desiste do projecto de ajardinar Seteais, violando a carta de aforamento dada ao Marquês de Marialva de 1801.Um ainda jovem Zé Alfredo, sob o nome Zé da Vila Velha perora sobre o assunto, escrevendo mesmo versos alusivos.

Junho

24- Criação do grupo 93 da Associação dos Escoteiros Portugueses.

Raul e Fortunato de Carvalho são nomeados banheiros da Praia Grande

É dado o nº205 ao telefone dos táxis de Sintra

Assassinado um preso na Colónia Penal do Linhó, morto e enfiado num forno de tijolo.

A vida cultural é marcada pelas récitas e bailes da Sociedade União Sintrense, Tuna Operária de Sintra, Os Aliados, o 1º Dezembro (mais conhecidos como os Papo-Secos) etc, numa cadência de vida rural e onde a acção da Adega Regional de Colares, de Alberto Tota, ou a Sintra Atlântico, de Camilo Farinhas, fazem a diferença.

Criada uma associação de luta contra a tuberculose, (o Preventório) presidida pela condessa de Mangualde, que ingloriamente tenta instalar um posto sanitário na Quinta do Vinagre.

Setembro

19- Pelo DL 24500 é publicado o Estatuto da Região de Colares (vinhos)

Outubro

4- Incêndio no Palácio de Queluz

Dezembro

28-Morre Constança Gomes Periquita, fundadora das queijadas da Periquita.
1935
Janeiro

10- Fundado o Sport União Colarense

11- Manuel Soares Barreto presidente do Sintrense

Março

Morte do pintor e escultor Artur Anjos Teixeira.

Carlos Carvalho, regente agrícola do Parque da Pena preside à comissão de homenagem a D. Fernando II

Julho

Inaugurada na Pena a lápide de homenagem a D. Fernando II na presença do presidente Carmona (tendo sido servido um lanche no
Chalet da Condessa, e executadas peças musicais pela banda da Sociedade União Sintrense)
O repuxo real é colocado no Jardim da Preta, no Paço da Vila, sem tanque

Agosto

Carmona instala-se para um período de veraneio no Palácio da Vila e visita a Adega de Colares e Pêro Pinheiro.

Mesquita Garcia é presidente do Sintrense.

Setembro

No Casino, dirigido por Lafayette Machado, actuam Auzenda de Oliveira e Fernanda Coimbra.

22-Lançamento da primeira pedra da escola primária da Rinchoa.

Outubro

Criado o Centro de Recreio Popular Cultural Musical de D. Maria

Novembro

As instalações da Pensão Nova Sintra, de Miguel Rebelo, passam para a sua actual localização, antiga sede do Sintra Club

Dezembro

Inauguram-se as novas instalações da Sociedade União Sintrense, abrilhantada por programa de variedades.

Realce nesse ano para a actividade do
Estefânea Jazz, fundado em 1930 por José Martins de Oliveira, e que foi um dos mais relevantes agrupamentos musicais de Sintra nesse período
Nascem neste ano em Sintra 865 pessoas, morrem 744 e casam 255 casais
1936
Janeiro

8- Domingos Veloso Lima presidente do Sintrense

10-Fundado o Sport União Colarense

Os jornais da época reagem ao exorbitante preço do aluguer dos telefones (30 escudos).

Participação do Rancho de Colares, organizado pela Adega Regional, e sob o impulso de Alberto Tota, na Festa Vindimária de Lisboa.

Maio

10-Entrega junto ao busto do Dr. Carlos França, na Vila, da bandeira da Associação de Caridade de Sintra por um grupo de meninas alunas da professora Maria do Carmo Pina.

Maio

28-O decreto-lei n.º 26.643 (Organização Prisional) fixa, no interior do sistema prisional português, a definição de Cadeia Comarcã e as bases para a concepção do seu correspondente edificado.

Julho

Sir Herbert, já bastante doente, continua sem vender a quinta de Monserrate. Lady Cook e seu filho Francis vêm a Portugal passar alguns dias no Palácio de Monserrate, onde oferecem uma recepção simples ao Presidente da Câmara, Dr. Álvaro de Vasconcelos e ao Provedor da Misericórdia, Dr. Florentino Vieira.

Novembro

21-Falece o grande médico e benemérito Desidério Cambournac, cujo funeral constitui grandiosa mostra de pesar, iniciando uma comissão encabeçada pelo médico e poeta Nunes Claro diligências para a edificação de um busto em sua homenagem.

A CMS adquire o Palácio Valenças, por 36 contos.

Dezembro

21- Escritura de aquisição da nova sede da Sociedade União Sintrense (a actual) a Ramiro Leão, por cinquenta mil escudos.
1937
É proprietário da Quinta do Espingardeiro Nuno Jara Albuquerque de Orey, que leva a cabo uma significativa campanha de obras.

Obras na Capela de S. Lázaro, em S.Pedro

Janeiro

31-Inauguração da nova sede da Sociedade União Sintrense, na R. Maria Eugénia Navarro

Abril

Inauguração do campo de jogos Conde de Sucena, em S. Pedro; concluída a electrificação do Algueirão Velho.

Maio

4-Manuel Soares Barreto presidente do Sintrense

Junho

Morte do político republicano José Bento da Costa, pai do escritor Francisco Costa.

Por esta altura é presidente da Câmara o Dr. Álvaro de Vasconcelos

Reeditada a
suite "Nevoeiros de Sintra", de Fernando Saragga Leal, com audição na Emissora Nacional, e regida pelo maestro Frederico de Freitas.
Julho

4- Inaugurado o Parque Municipal (hoje Parque da Liberdade, na altura Dr. Oliveira Salazar)) pelo presidente Carmona, que na ocasião igualmente visita a Adega Regional de Colares, para fazer entrega do "Cacho
Dourado" ao rancho de Colares, que vencera a Festa Vindimária de Lisboa.
22- Decorre em Sintra o I Congresso da Imprensa Regionalista.

Por essa altura o capitão António Gonçalves Ferrão comanda o Terço de Sintra da Legião Portuguesa, e Hogan Teves dirige o Casino de Sintra, famoso pelos seus chás dançantes.

Agosto

28-Festas de Nossa Senhora do Cabo, em S. Pedro, com a presença do presidente Carmona.

Instalação do rádio farol no Cabo da Roca.

Setembro

8- A fadista Ercília Costa, a "
Santa do Fado", e muitos anos residente em Agualva, actua no Casino de Sintra.
Outubro

14-É inaugurado o
Café Elite, de Gabriel Correia
António Faria abre uma relojoaria em Sintra.

29- É inaugurada na Quinta da Gandarinha a primeira Escola Profissional Doméstica, criação da Associação Católica Internacional para Obras de Protecção às Raparigas.

Novembro

20-Fortes inundações, morrendo na enxurrada o bombeiro da corporação do Cacém Mário Lopo

Dezembro

1- Morre William Lawrence Oram, muitos anos administrador da Casa Monserrate.

26- A Rádio Condes, de Lisboa, dedica uma emissão a Sintra, o que haveria de se repetir mais vezes em 1938.

Inauguração do Dispensário de Sintra.

Fundação por José Ferreira de Sousa do grupo de teatro Pérola da Adraga
1938
Álvaro de Vasconcelos deixa a presidência da Câmara, entrando o capitão João Sousa Soares para presidente, e o capitão Américo Santos para administrador do Concelho. Francisco Spínola e Ferreira Lima são vereadores neste período.

Janeiro

31- Falangistas espanhóis visitam Sintra por ocasião do 14º encontro de futebol Portugal-Espanha.

Agosto

A imagem da Senhora do Cabo sai de S. Pedro para Belas.

Encerramento do Casino de Sintra.

Outubro

21- A União Nacional, dirigida por Almeida Rino, realiza uma sessão de esclarecimento no Sintra Cinema

Dezembro

13- O
Ecos de Sintra informa que "foram roubados 60 escudos da Câmara, tendo os larápios entrado pela porta de aferição das balanças".
1939
António Caetano dos Santos é presidente da Sociedade União Sintrense

A imprensa demonstra repúdio pelo facto de o dia de S. Pedro poder vir a ser o dia do feriado municipal em Sintra, proposto por Alberto Tota, das Azenhas do Mar.

Reconstrução das muralhas do Castelo dos Mouros com alvenaria argamassada; restauração completa da porta lateral da capela.

Reconstituição da porta lateral da Igreja de São Pedro de Penaferrim pelos Serviços Florestais

Demolição de edifícios no Paço Real que impediam a completa visualização da fachada principal e destruição da balaustrada para arranjo do terreiro com escadaria.

A propriedade do Palácio de Seteais é penhorada a favor da Fazenda Nacional.

A Villa Sassetti é habitada ocasionalmente por estes dias por Calouste Sarkis Gulbenkian para passar umas temporadas de repouso em segredo ou na companhia de amigos.

Fevereiro

5- O presidente Carmona inaugura a escola primária da Rinchoa.

Março

11-Nasce o jornal "
O Concelho de Sintra", órgão da União Nacional de Sintra, dirigido por Câncio Martins.
26- Inauguração do posto escolar da Azóia.

28- Duplo assassinato na ribeira da Ursa. Valentim Rodrigues, de Almoçageme, mata a tiros de caçadeira Custódio Figueiredo e António Alberto Santos, de 27 e 31 anos. O criminoso é apanhado dois dias depois.

Maio

12- Morre em Londres Herbert Cook, 3º visconde de Monserrate.

Por essa altura, no nº2 da Avenida Alda, vende-se gelo feito com água de Sintra, "
para usos especiais e doenças".
Agosto

5- A orquestra de saxofones da Sociedade União Sintrense exibe-se no salão de Galamares, sob regência de Joaquim dos Santos Tavares.

14- Inauguração do ringue de patinagem do Parque da Liberdade.

Decorre a 8ª Volta a Portugal, na qual participam 2 corredores sintrenses: Nunes de Almeida e Alberto Amaral. Venceu a Volta desse ano Joaquim Fernandes.

16- Morre em Sintra o general Correia Barreto, o primeiro ministro da Guerra depois do 5 de Outubro.

26- Henrique Capucho, canteiro de Montelavar, entrega pessoalmente a Salazar uma efígie deste, de sua autoria.

Instalação da Base Aérea nº1 na Quinta Regional de Sintra

Setembro

17-Abertura ao público do Palácio Valenças, após remodelação do interior, para instalação dos serviços da Biblioteca Municipal, Arquivo Histórico e Museu Municipal.

Por essa altura, a Tuna Operária de Sintra é animada por peças de teatro encenadas por António Nascimento.
1940
Francis Ferdinand Maurice Cook, filho de Herbert Cook, vende a propriedade à Sociedade da Quinta da Penha Verde, Lda, da família Rau.

Restauro dos azulejos da Fonte dos Azulejos na Penha Verde.

A Câmara Municipal delibera a construção de um novo Pelourinho, esculpido por José da Fonseca.

A Quinta da Capela é alugada a Landsberg, e depois a Marc, que a recuperam depois de longos anos de falta de manutenção e ruína.

A capela-mor da antiga igreja do Convento da Trindade funciona como arrecadação de lenha.

Janeiro

31- Criado o posto escolar do Mucifal

Fevereiro

9- Depois da sua constituição, por Mário Almeida Ribeiro, apresenta-se nos "
Aliados" , em S. Pedro, o grupo de teatro Mons Lunae, com a peça "Maldito Côco".
D. Duarte Nuno adquire a Quinta do Espingardeiro, em S. Pedro.

A Misericórdia de Sintra contesta a instalação de uma bomba de gasolina junto da igreja da Misericórdia, na Vila Velha.

Março

Jaime Silva apresenta o regressado Orfeão de Sintra.

Maio

Decorrem obras na quinta do Monte Sereno, em Santa Eufémia, para abrir no local uma pousada, e as obras são visitadas por António Ferro.

26- Apresentado o novo estandarte da Sociedade União Sintrense, por ocasião das festas do Centenário.

Junho

Inaugurada a nova sede da Sociedade Recreativa de Pêro Pinheiro, inspirada por Joaquim Brás Jorge.

2- Implantação da réplica do pelourinho manuelino, esculpido por José da Fonseca, no Largo Dr. Gregório de Almeida. Construção, no mesmo largo do edifício neo-renascentista projectado por Norte Júnior

2 - Enquanto em Guimarães, no início do ano centenário, Carmona ergue o estandarte nacional, na serra de Sintra, a Banda da Sociedade União Sintrense executa o Hino Nacional, na presença do Terço Independente nº 34 da Legião Portuguesa, de Sintra, comandado pelo capitão Américo Santos. Escreve
O Ecos de Sintra de 10 de Junho: "das muralhas seculares que rendilharam a serra, o escoteiro José Vasconcelos Correia transmitia ao senhor capitão Américo Santos uma patriótica mensagem".
2- Inaugurado o campo de futebol do Colarense na Quinta do Cosme

19- 50 anos dos Bombeiros Voluntários de Sintra

22- Inaugurado o quartel dos Bombeiros de Sintra na Vila Velha

A actriz americana Madeleine Carroll, passa férias em Sintra, no Hotel Central. Madeleine Carroll entrou em filmes como
Os 39 Degraus, de Hitchcock, e A Night in Lisbon.
Julho

18- O Secretariado da Propaganda Nacional oferece um
garden-party à delegação do Brasil às comemorações do centenário de 1940, nos jardins de Monserrate.
31- Inauguração do parque infantil e biblioteca em Queluz, perto do jardim Conde Almeida Araújo.

Agosto

30-Fundação do Hóquei Clube de Sintra

Setembro

3-O Orfeão de Sintra apresenta-se no Sintra Cinema, com a presença da poetisa Oliva Guerra e do vereador Ferreira Lima, entre outros.

29- Abre a Biblioteca, situada no Palácio Valenças, onde se instala a Camiliana oferecida por Rodrigo Simões Costa.

29-A caminho da inauguração, morre o Visconde da Idanha, grande filantropo e amigo de Sintra.

Novembro

24- Inaugurado o mausoléu e busto do Dr. Desidério Cambournac, eminente médico em Sintra.

João Martins da Silva Marques publica "
Bibliografia Sintrense".
Neste ano é fundado em Fontanelas o Sax Jazz Flor d'Aldeia
Novembro

25- Inaugurada a nova aparelhagem do Sintra Cinema, "
uma moderna Caster-Ibéria, do melhor que existe no mercado…". (Nota: este Sintra Cinema não é o que foi construído a partir de 1945 na Portela de Sintra, mas um anterior, com cinema às 5ªa feiras e domingos)
Dezembro

1-Excursão de Sintra à Exposição do Mundo Português, encabeçado por autoridades civis e militares. Participam 1700 pessoas, que se deslocam em 3 comboios especiais directos à gare de Belém.

Inaugurado o Cruzeiro do Cabo da Roca, da autoria de Cottinelli Telmo, ideia do reverendo Moreira das Neves.
1941
No Sintra Cinema, apresentam-se com lotações esgotadas "Pinóquio" de Walt Disney e "Um Dia nas Corridas" com os irmãos Marx.
Fevereiro

15- Ciclone violento varre Sintra.

Março

O Palácio da Pena é fechado, por causa dos estragos causados pelo ciclone de 15 de Fevereiro.

15- Sai o último número de
O Concelho de Sintra.
19- Baile das Camélias, a jovem Maria Almira Medina recita "Camélias de Sintra", e canta "várias canções em americano…". Abrilhanta a festa, o agrupamento musical Os Caprichosos.
Maio

Criado o grupo coreográfico da Tuna Operária de Sintra

Criada a secção de Sintra do Grémio do Comércio dos Concelhos de Oeiras, Cascais e Sintra.

Junho

Sai o primeiro número do "
Arquivo de Sintra", dirigido pelo padre José de Oliveira Boléo.
Para descanso das populações, são repostas as carreiras diárias para S. Pedro, que haviam sido suprimidas meses antes.

A seu pedido, o capitão João Soares é exonerado de presidente da Câmara, sendo nomeado para o substituir o coronel Ciríaco da Cunha Júnior. O capitão Américo Santos é nomeado vice-presidente.

Por esta altura Sintra tem 44186 habitantes, sendo 22179 homens e 22007 mulheres.

Julho

28-Joaquim Esteves funda o Clube Atlético do Cacém

Outubro

19-Eleições legislativas, com vitória do partido único, a União Nacional.

Novembro

25-São designados novos vereadores, continuando Mário Ferreira Lima, Manuel Pessanha e Rui Horta.

Inaugurado o monumento ao Soldado Desconhecido na Correnteza, da autoria de José da Fonseca.

As Irmãs Terceiras Dominicanas adquirem a Quinta do Ramalhão e instalam lá o Colégio de S. José.

Inauguração da capela do Mucifal, dedicada a Nossa Senhora das Dores
1942
Guilherme Lourenço Pinheiro é presidente do Hóckey Clube de Sintra

Alberto Bragança presidente da SUS.

Alfredo da Silva herda a propriedade do Monte Fleuri

A firma Águas de Sintra Lda. explora ilegalmente a água da Fonte da Sabuga.

Verificando-se venda de carne nos talhos a pessoas de fora do Concelho, a Câmara determina que a venda de carne a pessoas de fora só possa ocorrer depois das 15h, excepto aos sábados.

Fevereiro

É criado o Instituto de Sintra, impulsionado por Sebastião Pessanha, Francisco Costa, Afonso Dornelas e Mário Ferreira Lima, entre outros.

Abril

Morre o capitão Mário Pimentel, vereador no tempo de Craveiro Lopes.

Jacinto Carreiro preside à comissão concelhia da União Nacional.

Maio

3- Apresentação na Sociedade União Primeiro de Dezembro da nova orquestra-jazz 1º de Dezembro.

9 - Inaugurado em Pêro Pinheiro o Sindicato Nacional dos Operários das Indústrias dos Mármores e Cantarias do Distrito de Lisboa.

Junho

24- Fundado o Progresso Clube, do Algueirão

Julho

A CMS determina que a partir de 1943 o feriado municipal seja a 14 de Agosto.

Agosto

15- Fundação da União Recreativa e Desportiva de Fontanelas e Gouveia

Setembro

20- Inaugurada na Rinchôa a Exposição Regional Saloia.

Outubro

10- Morte do jornalista e político Ribeiro de Carvalho.

Dezembro

Abre na Estefânea, ao lado do Café Elite, o cabeleireiro Sestello.
1943
Janeiro

15-Fundado o Sporting Clube de Vila Verde

Fevereiro

24- Estreia no Sintra Cinema o filme de Manoel de Oliveira
Aniki Bobó.
Março

18-Berta Cardoso actua na Sociedade União Sintrense.

Abril

Constituído o Grémio do Comércio do Concelho de Sintra, presidido por Afonso do Nascimento.

Agosto

18-Classificados como imóveis de interesse público a Quinta da Ribafria e as quintas do Marquês de Belas e do Senhor da Serra, pelo decreto 32973

Setembro

14- I Exposição de Artistas Sintrenses, com a participação de José Alfredo Costa Azevedo, Consiglieri Martins, Maria Almira Medina, Roque Gameiro, etc

Outubro

15- Domingos Veloso Lima presidente do Sintrense

Francisco Costa edita
A Garça e a Serpente
1944
Fevereiro

9- Francisco Costa preside à Comissão Municipal de Turismo.

16- Os apeadeiros de Algueirão e Rio de Mouro passam a estações.

25- Grande nevão em Sintra.

Março

7- Cai em Corroios um avião da Base de Sintra, morrendo o cabo José Silva.

22- A estátua de D. Maria I é colocada frente ao Palácio de Queluz.

Maio

2- Um avião da Base de Sintra cai em Carnaxide, morrendo um sargento.

18- Nasce o Clube Desportivo de Belas, por influência de Filipe Gameiro Pereira

19- Na Base de Sintra, chocam 2 aparelhos a 300m do solo, 2 mortos.

Outubro

O presidente da Câmara, coronel Ciríaco, sai, ficando o capitão Américo Santos interino até Maio de 1945.

Dezembro

1-I Concurso Nacional de Pesca Desportiva no rio de Colares
1945
Janeiro

20-Inauguração da sede do Sport União Sintrense na R. Heliodoro Salgado, em Sintra.

Fevereiro

28- Ernesto Nobre presidente do Sintrense

Março

26-O castanheiro
Castanea Sativa L., na Quinta do Castanheiro, em S. Martinho, classificado como de interesse concelhio
Abril

4- O grande actor Manuel Santos Carvalho actua na Sociedade União Sintrense.

Maio

5- Criada a Orquestra Beira Mar, nas Azenhas do Mar

Visita a Portugal e a Sintra da última rainha de Portugal, D. Amélia.

O engenheiro Carlos Santos, deputado e vice-presidente da Câmara de Lisboa, é nomeado presidente da Câmara de Sintra.

Junho

Eleição da rainha de Sintra em vestidos de chita, vencendo Maria Ester Campos Cardoso.

7-Inauguração pelo presidente Carmona da nova sede da Banda dos Bombeiros Voluntários de Colares.

Agosto

Salazar oferece no Palácio da Vila um almoço à delegação do Brasil que veio discutir o acordo ortográfico, chefiada por Pedro Cálmon

Setembro

III Exposição de Artistas Sintrenses, organizada pelo Jornal de Sintra

É demolido o Hotel Tapie na Praia das Maçãs, para se construir o Atlântico Hotel, mais tarde o "Casino"( hoje a discoteca Maçãs Club)

Construído o Cineteatro Carlos Manuel no terreno adjacente ao antigo Casino de Sintra.

Reabertura do Casino, com um novo enquadramento urbano, pela construção do Cineteatro Carlos Manuel da autoria do arquitecto Norte Júnior.

Abre o Museu Paula Campos (privado) nas Azenhas do Mar

O Sintrense é 1º na sua série da 3ª Divisão Regional (época 44-45)
1946
A Quinta de Monserrate passa a ser administrada por Walter Kingsbury e o seu pessoal reduzido; oferta da Quinta ao Governo português, que hesita em realizar a compra;

Montagem de um novo aparelho óptico de 3.ª ordem no Farol do Cabo da Roca tendo a lâmpada 3000W.

Janeiro

Uma burlona de Ranholas faz-se passar por Condessa de Ermesinde, fazendo compras a crédito sem pagar.

A imprensa manifesta preocupação com a falta de manteiga em Sintra

Dá brado nos palcos o tenor sintrense Tomé de Barros Queirós.

Março

23- Na Assembleia Nacional, o deputado Botelho Moniz usa da palavra em favor dos interesses de Sintra.

26- Morre Camilo Farinhas, administrador da Sintra-Atlântico.

Abril

6-É fundada a Sociedade Recreativa de Morelena.

Junho

Iniciam-se as filmagens dum documentário sobre Sintra, "
Sintra Jardim de Portugal" realizado por Galveias Rodrigues e produzido por Horta e Costa, estreado posteriormente no Sintra Cinema.
José Castelo é director artístico do Casino de Sintra, onde actua a Orquestra Toselli, abrilhantado pelo cantor Julio Cassagne

A Câmara assina um contrato com o arquitecto Etienne de Groer para elaborar um Plano de Urbanização.

Agosto

20- Pelo decreto 35817 é classificada como de interesse público a necrópole do Vale de S. Martinho

Setembro

O Cortejo de oferendas a favor do Hospital de Sintra rende 255 contos.

22- Ajuste de compra e venda entre Sir Francis Ferdinand Maurice Cook, filho herdeiro universal de Sir Herbert, e o financeiro português Saúl Saragga, dos prédios e recheio do Palácio de Monserrate por 95.000$00.

Outubro

15- O Estado adquire o Palácio de Seteais.

24-Incêndio na Quinta do Anjinho em Ranholas

Dezembro

1-Morre Ernesto Nobre, presidente do Sport União Sintrense.
1947
Janeiro

22- Morre Gregório Casimiro Ribeiro, dono das queijadas Gregório e antigo político republicano.

Fevereiro

1- Acidente com um bimotor Dakota FBXQ da
Air France na Peninha provoca 16 mortos, deixando sobrevivente apenas o francês Pierre Leonard
18- Morre em Paiões o arquitecto Adães Bermudes, construtor dos edifícios da Câmara e da cadeia comarcã.

Criação dos SMAS pelo presidente Carlos Santos.

Fundação do Futebol Sintra Atlético Clube.

Maio

Festas dos 800 anos da tomada de Sintra aos mouros.

Junho

28-O Decreto nº 36383 classifica como monumento nacional o Palácio de Seteais.

30- Assinatura de escritura de Monserrate segundo a qual os prédios urbanos e rústicos, são vendidos por 6 500 000$00, tendo o comprador pago a diferença de 4.250 000$00; o recheio do Palácio ficou em cerca de 2 850 000$00; depois da escritura o proprietário apresenta à Câmara Municipal um projecto de loteamento dos 143 hectares, mas é impossibilitado de o realizar; leilão de todo o recheio do palácio.

Reparação de fendas e assentamento de azulejos soltos no Paço Real nas salas de D. Manuel, Cisnes, Sereias, Cozinha, Quarto e Pátio de D. Sebastião, Pagode Chinês e dependências dos empregados.

Trabalhos de calcetamento, reparação do retábulo da capela do Palácio da Pena.

Agosto

Concurso Hípico de Sintra.

24- O Club del Patin, de Barcelona, visita o Hóckey Clube de Sintra.

30- É inaugurado o Cine-Teatro Chaby, em Mem Martins, com o filme
"Três Espelhos" de Ladislau Vagda, com a presença de João Villaret.
1948
Março

19-Frederico Faria presidente do Sintrense

31- Maria Almira Medina vence o 1º prémio do concurso de caricatura da Emissora Nacional.

Julho

Inaugurado abastecimento de água a Queluz

Raul Lino adapta Seteais a hotel.

21-Morre o caricaturista e artista Leal da Câmara.

30- Morre o pintor e caricaturista Mestre Alonso

Agosto

Criada a orquestra dos "
Aliados" em S. Pedro, apadrinhada por Maria Clara.
Setembro

2-Incêndio no torreão da capela do Palácio de Queluz

12- Os Bombeiros de Almoçageme inauguram o seu chassis Morris Comercial "
Salvação"
18- Realiza-se um baile no salão de Galamares com actuação do Cynthia Jazz. É seu proprietário nessa altura José Cardoso de Sousa.
29- O decreto nº 37077 classifica como monumento nacional o Convento dos Capuchos.

Outubro

17-Duplicação da linha de Sintra entre Mercês e Agualva Cacém

Novembro

20-Inauguração do Cineteatro Carlos Manuel, por impulso de António Marques de Sousa Júnior.

Dezembro

8-Inaugurado o ginásio do Sport União Sintrense na R. Heliodoro Salgado, com actuação das orquestras União Sintrense e
Cynthia Jazz, sendo presidente Frederico Faria.
Alfredo da Silva institui no Pego, Almoçageme, a Colónia de Férias da CUF, com projecto de António Lino.

O Sintrense é 1º na sua série da 3ª Divisão Regional (época 47-48)
1949
Projecto de Faria da Costa e Raúl Tojal para um conjunto recreativo que prevê a construção de uma piscina, uma piscina de crianças, um restaurante e um pequeno riacho que servirá uns bungalows de uso turístico encomendado pela Sociedade Sintra Litoral; este conjunto está incluído em dois Estudos encomendados pela Câmara Municipal de Sintra: Plano Geral de Arranjo da Praia das Maçãs e Estudo de valorização da Praia das Maçãs.

Ligação à rede pública de abastecimento de águas do farol do cabo da Roca

Reparação da Sala de Exposições Temporárias do Palácio da Pena.

Waldemar Jara d'Orey compra a quinta da Quinta da Regaleira por 1.200.000$00 e procede a obras de remodelação interior, a cargo dos arquitectos Luís de Couto e António Lino, visando a sua adaptação a um agregado familiar muito numeroso e a eliminação de alguns pormenores decorativos; os trabalhos de marcenaria ficam a cargo de Cabeça de Vitela, os de pintura são entregues a Bazaliza, a decoração de interiores a Lady Ellis e ao Conde Moser; os móveis são adquiridos no antiquário Ortega.

Profundas obras de remodelação do Palácio da Quinta da Regaleira, nomeadamente no interior; modificação da escadaria de acesso ao piso superior; remoção dos azulejos da Fábrica das Caldas da Rainha do vestíbulo principal; remoção das inscrições do primeiro piso; remoção dos azulejos da sala de caça e destruição dos estuques das paredes; remoção dos remates dos fechos da abóbada da sala de caça; substituição de vidros e remoção de alguns vitrais; restauro dos tecelos da sala de caça e colocação de alguns novos feitos por Leon; supressão de motivos decorativos da sala de jantar, nomeadamente do baldaquino que estava por cima da estátua do caçador, das torres ameadas laterais, dos azulejos e baixo relevo de uma árvore estilizada; remoção na sala renascença, do veludo vermelho que

forrava as paredes e dos monogramas metálicos com as iniciais AACM; restauro das pinturas da sala de bilhar, perdendo-se as inscrições e remoção do friso superior; alargamento do campo das pinturas da sala da música; supressão da escada helicoidal que ligava o edifício principal às cocheiras; ampliação da Casa da Renascença; remoção das palmeiras que estavam junto às cavalariças e substituição por tílias

Janeiro

20-Duplicação da linha de Sintra entre Mercês e Sintra

Março

24- Eduardo Correia Adão presidente do Sintrense

Abril

5- O decreto nº 37366 classifica como monumento nacional a Capela de S. Sebastião, na Terrugem.

Maio

2- Na Quinta do Ramalhão casam a princesa Fátima Tossoun, cunhada do rei Farouk do Egipto, e João de Orleães e Bragança, filho de D. Pedro, herdeiro do trono do Brasil.

4- Morre o médico e escritor Nunes Claro, autor do livro "Cinza das Horas"

8- A Companhia do Maria Vitória actua no Carlos Manuel, exibindo a revista "
O Pirata da Perna de Pau".
Junho

13-Pedido de autorização à Repartição de Obras, da Câmara Municipal de Sintra, para fazer obras de remodelação no palácio e cocheiras da Regaleira

A Fazenda Nacional adquire o Palácio e mata de Monserrate.

Julho

2-Abre a Feira Popular de Sintra, que inclui um Concurso do Traje Saloio.

17 - Na antiga fábrica de queijadas de Alfredo Januário Gomes, no nº22 da Volta do Duche, abre o bar-restaurante Sintra Parque.

Waldemar d'Orey compra a Quinta da Regaleira.

O
Lawrence é tomado de trespasse pela checa Maria Janavcova, tomando o nome de Estalagem dos Cavaleiros.
Outubro

24-O caudilho de Espanha, Francisco Franco, visita Sintra

Escavações em Odrinhas promovidas pelo Instituto de Sintra

Novembro

11- Aprovado o Plano de Urbanização de Sintra (Groer)

Dezembro

28-Francis Cook vende a Quinta dos Cedros, anexa à Penha Verde.

João Martins da Silva Marques publica "
Sintra e os Sintrenses no Ultramar Português".
O Hóquei Clube de Sintra é campeão nacional da época 1948/49

O Sintrense é 1º na sua série da 2ª Divisão Regional (época 48-49)
1950
Por essa época o Jornal de Sintra publica-se aos domingos.
Janeiro

O Carlos Manuel leva à cena "
Dois maridos em apuros", comédia em 3 actos pela companhia de Madalena Sotto/Assis Pacheco
O Sintra Cinema, na Portela, exibe o grande êxito do cinema americano, E Tudo o Vento Levou…Nessa altura, organizam-se carreiras especiais de autocarro para o cinema, ligando Sintra às Azenhas do Mar.
O Hóquei de Sintra é campeão nacional de hóquei em patins de 1949-50, com uma equipa onde pontuam Cipriano Santos, António Raio e Vasco Velez, entre outros, alvo em Abril seguinte de merecida homenagem pelo concelho.

Com pompa e circunstância, abre o Sintra-Garagem, com gerência de Carlos Almeida, mais conhecido como o Carlos da Paula. Refira-se que por essa altura, houve intenção de nesse local instalar o mercado municipal, o que foi desaconselhado em parecer pelo autor do Plano de Sintra, aprovado em 1949, o arquitecto Etienne de Groer.

O hospital de Sintra (Misericórdia) atende 5388 utentes durante o ano, há 60 partos, e 461 estão internados durante esse ano. Sintra dispõe de 56 carros de praça, a partir da Estação da CP.

Fevereiro

1-Abre consultório o Dr. Joaquim Simplício dos Santos

300 elementos da Mocidade Portuguesa fazem um acampamento na Quinta da Bela Vista, na serra.

Março

Decorre na Sociedade União Sintrense a Noite das Camélias, abrilhantada por Humberto Madeira e Artur Agostinho

No
Chalet da Condessa, o Grémio da Lavoura de Sintra reúne com uma missão do Plano Marshall
O capitão Américo Santos é provedor da Santa Casa da Misericórdia (até 1972).

27- No salão de Galamares estreia "
Colares terra de encantos" de Arlete Reis, com música de Fernando Moreira
Estefânea Vicente, da Vila Velha é eleita rainha das sociedades de recreio, em espectáculo onde brilham o Imperial Jazz, de Colares, a orquestra Beira Mar, das Azenhas do Mar, e o artista da rádio Horácio Reinaldo.
Abril

9- Fundação do Grupo Desportivo e Recreativo de Massamá

Maio

21- O vice-presidente da Câmara, capitão Américo Santos, oferece um bodo aos pobres, tendo sida gasta a módica quantia de vinte mil escudos!

Junho

No
Lawrence abre um salão de chá, sob gerência de Marie J. Melo Abreu
11-Eleição das rainhas das sociedades de recreio, no Sintra Garagem

18- Criado o Clube de Futebol "Os Odrinhenses"

Julho

9-A grande festa do ano põe em concurso as colectividades do concelho, num espectáculo no ringue do Hóquei no Parque da Liberdade apresentado por Amélia Rey Colaço e Robles Monteiro, e locução de Cabral Rocha, da Rádio Graça. Integram o júri, entre outros, Virgínia Vitorino e Lucien Donnat.

16- Os jardineiros de Sintra promovem a Festa da Dália, na Sociedade dos "Aliados", em S. Pedro, actuando a orquestra Os Marmorites, de Pêro Pinheiro.

Agosto

A água canalizada chega à Praia das Maçãs, sob o impulso de figuras como Cornélio da Silva e Diamantino Tojal

Decorre no Carlos Manuel o Festival de Sintra, a cuja comissão organizadora preside o Visconde de Asseca, D. António Corrêa de Sá

28- Inauguração do posto da GNR em Colares.

É inaugurada a Colónia de Férias da CUF, em Almoçageme.

O dr. Álvaro Vasconcelos preside à União Nacional, partido único, em Sintra, e a Câmara inaugura na sua presença uma rua com o seu nome, na Portela.

Setembro

A Câmara inaugura com pompa um chafariz no Algueirão de Cima

Ocorre uma exposição floral, no Casino

O
Jornal de Sintra promove uma campanha de fundos a favor do "Ortega", figura popular na época, que fora colhido por um toiro durante uma garraiada.
Outubro

Eleições para as juntas de freguesia, onde só votam os que sabem ler e escrever e chefes de família, fechando as assembleias com 500 inscritos às 15h e aquelas com número superior a 1000 às 17h. É "eleito" presidente da Junta de S. Martinho Abílio Alfredo Cardoso.

Na Câmara pontificam Carlos Santos, presidente e Rui Cunha, o visconde de Asseca e Eduardo Frutuoso Gaio, entre outros, na vereação.

Novembro

José Alfredo Costa Azevedo é nomeado chefe da I Secção do Tribunal de Sintra.

15- Fundação do Atlético Clube do Cacém

O final do ano é marcado pela polémica entre os que se manifestam a favor da fusão entre "caracóis" e "papo-secos", ou seja, os sócios das duas

colectividades rivais de S. Pedro, Os Aliados e o 1º de Dezembro, com assanhadas manifestações a favor e contra.

Terminando o ano de 1950, é inaugurada a pastelaria Tirol, na Estefânea.

Também em 1950 abrem a Pensão Adelaide, em Sintra e a Estalagem Bandeirantes, em Colares (mais tarde Hotel Miramonte)
1951
Conclusão das obras de remodelação da Quinta da Regaleira. Em 14 Fevereiro é concedida licença de habitação.

Substituição de telhados e reparação dos aposentos de D. Manuel no Palácio da Pena.

Janeiro

1-Morre o dr.Álvaro Vasconcelos, antigo presidente da Câmara

A Sociedade União Sintrense é presidida por Manuel António Lourenço, e renovam-se as festas usuais (Noite das Camélias, com Maria Lemos, a orquestra "Boémia" entre outros, o Baile da Rainha nos Aliados).A Câmara que até então manifestara interesse em comprar o Casino, mostra-se na altura desinteressada.

Março

O visconde de Asseca substitui Álvaro de Vasconcelos na presidência da União Nacional

As contas da Câmara apresentam receitas de 7045 contos e despesas de 8083.

31- Mário Travassos Valdez presidente do Sintrense

Abril

18-Morre o presidente Carmona, o que leva a largas cerimónias e manifestações de pesar, depois de 25 anos na Presidência, titulando o Jornal de Sintra "
Carmona, romeiro de Portugal".
Maio

Entre Maio e Junho a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima visita diversas freguesias do concelho, e o Jornal de Sintra inicia uma campanha para a subscrição de um busto ao dr. Nunes Claro, poeta insigne.

22 -Um plátano proeminente do Parque da Liberdade (Volta do Duche) é classificado de interesse público

Junho

A Sociedade União Sintrense abre um posto médico, servido pelo dr. Simplício dos Santos

São homenageados a condessa de Seisal e o mestre escola António Joaquim das Neves.

Julho

Na SUS brilha o galã brasileiro da canção Odyr Odillon.

Agosto

7- Schiappa de Carvalho e Glenville Américo Marques são encarregues do projecto de adaptar Seteais a um hotel.

9- Craveiro Lopes, antigo presidente da Comissão Administrativa da Câmara sucede a Carmona

O Verão continua a trazer a Sintra vedetas da rádio, como a brasileira Alzirinha Camargo

Setembro

No ginásio do Sintrense vai à cena "
As Duas Causas", ensaiado por António Gonçalves Amorim.
No Mucifal, José Fernandes Badajoz apresenta "João o corta mar".
O vice-presidente do Brasil, Café Filho, é obsequiado com um almoço no Palácio da Pena.

Em Monserrate decorre uma exposição floral

O Instituto de Sintra elege Oliva Guerra para presidente duma direcção que também conta com José Alfredo e José António de Araújo.

Festival artístico do Hóquei: com locução de Leite Pereira, desfilam Humberto Madeira, a orquestra Carioca, conduzida pelo maestro Fernando de Carvalho, Max, o tenor Tomé de Barros Queirós, Villarett, Odyr Odillon, Julia Barroso, entre outras, tudo com o apoio da revista Flama.

Outubro

O Hóquei Clube de Sintra vence o Torneio de Montreaux.

25- Morre em França a última rainha de Portugal D. Amélia.

Novembro

24-É inaugurado o Mercado da Estefânea, projecto do arquitecto Assunção Santos.

Dezembro

1-Fundação do Grupo Desportivo de Queluz

18- O plátano
Platanus Hybrida Brot é classificado como de interesse concelhio
1951 chega ao fim, nestes dias da rádio, com apresentação no Sintra-Cinema dos Companheiros da Alegria, de Igrejas Caeiro e Irene Velez.
1952
Brilha em Sintra o Quarteto Cristal

Brilha em Colares a Orquestra Imperial Jazz, do maestro Fernando Moreira, sendo vocalista José Fernandes Badajoz.

José Almeida, da Casa do Preto, inaugura a bomba de gasolina do Ramalhão.

A tradicional Noite das Camélias é abrilhantada por Toni de Matos.

Janeiro

10-A Câmara delibera que o dia de S. Pedro, 29 de Junho, seja considerado feriado municipal.

Maio

23- Morre em Sintra, no Arraçario, o jornalista Rocha Martins.

Agosto

24- Realiza-se o cortejo de oferendas.

Raul Pascoal é treinador do Sintrense.

31- É inaugurado o mercado de Pêro Pinheiro.

Outubro

12-O Visconde de Asseca inaugura em Galamares uma ponte de acesso a Monserrate e o posto da escola primária, onde a mestra Regina Baptista era professora. Seguiu-se um beberete nas caves de S. Martinho.

31-Morre António Francisco Neves, da Sapa, passando o negócio para Francisco Barreto das Neves.

Novembro

8-É inaugurado o lavadouro das Azenhas do Mar

Neste ano abre o Colégio das Irmãs Doroteias, no Ramalhão, na Quinta da Fonte, projecto de Vasco Regaleira
1953
Janeiro

19- O Visconde d'Asseca é presidente do Sintrense

Fevereiro

O engº Carlos Santos demite-se de presidente da Câmara, sendo substituído em Maio pelo dr. César Moreira Baptista

É inaugurado o campo de jogos do 1º de Dezembro no Ramalhão.

O " Morcego", conhecido larápio de cemitérios é apanhado pela polícia.

A Noite das Camélias deste ano é abrilhantada pela Orquestra Copacabana, de Lisboa.

Abril

15-Realiza-se a festa de despedida do internacional Cipriano Santos, com uma vitória do HCS por 4-1 sobre o Campo de Ourique.

17- Pelo decreto nº 39175, a Quinta da Penha Verde é classificada como monumento nacional.

22-Criada a associação Império de Anços

Maio

O Sport União Sintrense (SUS) leva à cena "
O Poder de Fátima" pelo grupo artístico Rentini.
15- Criada a freguesia de Agualva-Cacém (DL 39210)

Setembro

S. Martinho recebe a festa de Nossa Senhora do Cabo, sendo presidente da Comissão das Festas Eduardo Frutuoso Gaio.

26- Crime passional em Almoçageme: Lourenço Torres, da praia da Adraga, assassina a golpes de facada o banheiro da Praia da Adraga José Miguel Fernandes.

Na Praia das Maçãs começa a fabricar-se uma motorizada especial de 50 cc, a Caravela, na oficina de António Jacinto Canastro.

O Sintrense é 1º na sua série da 1ª Divisão Regional (época 52-53)
1954
Fevereiro

Cai neve em Sintra

Inaugurada a iluminação pública entre o Ramalhão e a Estefânea.

17- A queda dum Hurricane com 2 passageiros, da Base Aérea de Sintra, provoca dois mortos em Paiões.

A CMS adquire o casino de Sintra por 800 contos.

Abril

26-Herculano Falcão é presidente do Sintrense

Em S. Pedro faz sucesso Armando Manuel, o Cá-Olha, menino prodígio de 11 anos com cultura excepcional.

Junho

Realiza-se a feira anual de S. Pedro.

Agosto

18-Inauguração do ringue de patinagem da Praia das Maçãs.

29- I Concurso de Construções na Areia na Praia das Maçãs, em colaboração com a CMS e o jornal Cavaleiro Andante.

Setembro

26- É inaugurado o coreto de Pêro Pinheiro.

30- Decorre a Noite do Mambo, no Sport União Sintrense.

Outubro

"Eleitos" novos presidentes da junta de freguesia, sendo Joaquim Sabino da Silva em S. Martinho e João Branco Guerreiro em Colares.

Novembro

5- Morre em S. Pedro a condessa de Seisal, antiga camarista da rainha D. Amélia.

Os telefones de Sintra passam a ser precedidos do prefixo 098.

Os eléctricos de Sintra deixam de ir até às Azenhas do Mar, para onde também circulavam desde 1930.
1955
Fevereiro

12- Decorre a Noite do Baião, na SUS, onde actuam entre outros o tenor Tomé de Barros Queirós e Mimi Gaspar.

13-Manuel Guilherme Garcia Cunha comandante dos Bombeiros Voluntários de Sintra

Abril

6- Assinado o contrato para a electrificação da linha de Sintra

13-António Eduardo Santana presidente do Sintrense

Maio

Visita Sintra o presidente do Brasil, Café Filho.

Junho

13-É inaugurado o Museu de Odrinhas (nota: não o actual) com 82 peças, estando presente o cardeal Cerejeira.

Julho

30-Reinauguração da estação de Correios de Sintra, integrada no Plano de Instalação e Reinstalação de Pequenas Estações de Província, no âmbito do Plano de Reorganização do Material e Instalações, aprovado pela lei Nº 1.959 de 3 de Agosto de 1937.

Setembro

15- A casa e Quinta Villa Sassetti é vendida a Isabel Armanda Luísa Real, por 300.000$00
.
27 Setembro - pedido de licença de ampliação da casa pela nova proprietária, com criação de um novo corpo a Este, onde surgirão novas

salas e instalações sanitárias, desaparecendo a ponte e o acesso do piso superior.

29 Setembro - Inauguração do Hotel de Seteais, com a presença do ministro da Presidência Marcelo Caetano e o Cardeal Cerejeira.

O Sport União Sintrense vence o Campeonato regional da 1ª Divisão de Lisboa.

No Mucifal, vai à cena "
A Bisbilhoteira" de Eduardo Schwalbach
1956
Janeiro

22-É inaugurado o ginásio do Mem Martins Futebol Clube.

Fevereiro

18-Na SUS, é feita a eleição de Miss Estefânea, abrilhantada pela Orquestra Talismã.

José Manuel Conceição preside à Sociedade União Sintrense.

Abril

4-José Demétrio dos Santos presidente do Sintrense

28- O Cineteatro Carlos Manuel inaugura o
Cinemascope com o filme "Helena de Tróia".
28- Inaugurada a electrificação da linha de Sintra

Maio

12-O cénico de Colares leva à cena "
O Anjo da Guarda".
26- Inaugura-se a nova escola da Várzea de Sintra.

Julho

8-Abre a piscina da Praia das Maçãs, sendo seus impulsionadores Diamantino Tojal, Alves Ribeiro e Faria da Costa, entre outros. Preside o ministro Arantes e Oliveira.

16- Abel Ferreira Tavares comandante dos Bombeiros Voluntários de Sintra

O restaurante Concha tem gerência de Agapito Serra e Manuel Dias Caeiro, do Tavares Rico.

Dezembro

13- Morre o escultor José Fonseca, autor do monumento aos mortos da Grande Guerra, na Correnteza, e do busto do Dr. Gregório de Almeida na Volta do Duche, entre outros.

O Sintrense é 1º na sua série da 2ª Divisão Regional (época 55-56)

Abre em Sintra a Pensão Nova Sintra
1957
Janeiro

Maria Almira Medina edita "Madrugada".

27- A Orquestra de Domingos Vilaça abrilhanta A Tarde das Estrelas na SUS.

Fevereiro

24- É anunciado que os Cabeleireiros Sestello, de Sintra, haviam alugado janelas em andares que possuíam em Lisboa para ver passar a rainha de Inglaterra, de visita a Portugal, tendo angariado com isso 400 escudos para o Hospital de Sintra.

Abril

28- O presidente Craveiro Lopes vem a Sintra inaugurar a electrificação da linha de Sintra. Nesse dia entram ao serviço as primeiras automotoras série 2000

29- Alberto da Costa Branco presidente do Sintrense

Junho

2- É inaugurada a Casa Museu Leal da Câmara.
1958
Janeiro

16- O Conselho Municipal de Sintra afirma que o teleférico para a Pena vai ser uma realidade…

25- Conclusão da execução da casa do caseiro na Villa Sassetti, o nome da vila muda para Quinta da Amizade.

Fevereiro

1-César Moreira Baptista deixa a presidência da CMS, nomeado Secretario Nacional da Informação. É substituído a 26 pelo prof. Joaquim Fontes

28- Morre o industrial Diamantino Tojal.

Por essa altura, fazem sucesso as bandas "
Os Mexicanos" de Galamares, ou a Orquestra Royal Star, de Sintra.
Março

1-Surge o Grupo Desportivo das Mercês

15-Despedida do hoquista António Raio, com um Lourenço Marques-Benfica, no Pavilhão dos Desportos, em Lisboa. Preside ao Hóquei Rui Coelho da Cunha.

30- Abre a nova escola primária de Almoçageme.

Abril

16- José Brás Fernandes Reis presidente do Sintrense

Maio

18-Abre o Café Moinho Verde, em Almoçageme.

Junho

11- Por morte de Ernesto de Seixas, o Convento da Trindade é herdado por Jorge e Vera de Seixas.

Julho

13-É inaugurado o parque infantil de S. Pedro.

15- O Teatro de Gerifalto leva à cena no Largo Rainha D. Amélia, na Vila, a
Farsa de Inês Pereira, com Rogério Paulo, Mário Pereira e Fernanda Montemor, entre outros.
Agosto

Decorrem as II Jornadas Musicais de Sintra.

30- O Ballet Verde Gaio actua em Monserrate.

O Hóquei Clube de Sintra é campeão nacional da época 1957-58

Novembro

Colares anuncia com orgulho que já possui uma carroça e um macho para a apanha do lixo das ruas…

O cénico do Mucifal leva à cena a peça "
Aurora da minha vida"
1959
Janeiro

É referido que se encontra a passar uma temporada na Quinta da Bela Vista Adrian Conan Doyle, filho do criador de Sherlock Holmes.

Decorre no casino uma grande festa de Carnaval, com Simone de Oliveira, Maria José Valério, e outros, animada por Vítor Lemos.

Fevereiro

Depois de obras, reabre a sede do Hóquei Clube de Sintra.

O baile das Camélias desse ano é apresentado por Amadeu José de Freitas.

Começam as obras do futuro apeadeiro da CP na Portela.

Abril

Eduardo Correia Adão presidente do Sintrense

Maio

3-A SUS promove a Noite das Rosas, com Luís Piçarra e António Calvário, entre outros.

Inaugurado o Mercado de Queluz e o matadouro de Sintra.

11- A Sapa regista a marca como "
Verdadeiras Queijadas da Sapa"
Junho

9- A irmã da rainha de Inglaterra, a princesa Margarida, visita Sintra e aloja-se na Quinta de S. Sebastião, do Visconde de Asseca.

Abre o Café "Solar Saloio", na Estefânea.

Ferreira de Castro veraneia no Hotel Netto.

19- É inaugurado o quartel dos Bombeiros Voluntários de S. Pedro.

27- O imperador da Etiópia, Hailé Selassié visita Sintra.

É colocada a primeira pedra da igreja do Algueirão.

Julho

4-Criada a Escola Industrial e Comercial de Sintra em Agualva Cacém

Agosto

Decorre o III Festival de Sintra, com Nela Maissa e Maria Helena Sá e Costa, entre outros.

27- Visita Sintra a esposa do presidente Kubitchek, do Brasil.

Setembro

Marques Cadete abre um consultório médico em Sintra.

António Raio é seleccionador nacional de hóquei em patins.

Outubro

O presidente Américo Tomás visita o bairro Económico de Queluz.

Noel Cunha é presidente da junta de S. Martinho.

O Hóquei Clube de Sintra é campeão nacional da época 1958-1959

Liberto Cruz conclui a licenciatura em Letras

Colocação no Palácio Valenças dum painel de azulejos da autoria de Carlos Viseu.

Fundação do Colégio Vasco da Gama, em Meleças, por João António Nabais

Novembro

30-Pelo decreto 42692 são classificadas de interesse público as ruínas de S.Miguel de Odrinhas
1960
Janeiro

Alargamento da Volta do Duche.

Nafarros, S. João das Lampas e Gouveia inauguram a luz eléctrica.

Março

Toda a vila de Queluz só tem uma cabine telefónica para os seus 25.000 habitantes.

Junho

2-Morre Eduardo Frutuoso Gaio, antigo vereador e juiz de várias festas de Nossa Senhora do Cabo.

Julho

14-A igreja de Almargem do Bispo é classificada como de interesse público pelo decreto nº 43073

Agosto

11-Criados os Bombeiros Voluntários de Algueirão-Mem Martins

15-O cardeal Cerejeira inaugura a nova igreja do Algueirão.

Setembro

Roland Petit e Zizi Jeanmaire fecham o festival de Sintra desse ano.

10-Morre o presidente da Câmara Joaquim Fontes, depois substituído por D. António Correia de Sá , visconde de Asseca

Mário de Azevedo Gomes publica a sua "Monografia do Parque da Pena".
1961
Janeiro

5-Abre ao serviço o apeadeiro da CP na Portela de Sintra.

8- O programa TV Rural da RTP, do Engº Sousa Veloso faz uma reportagem na escola da Sarrazola, num curso de formação familiar rural.

Encerramento da Estalagem dos Cavaleiros.

Jorge de Melo é proprietário do
Mont Fleuri.
O juiz de Sintra Guilherme Lourenço Pinheiro é nomeado director dos serviços de Censura.

29- As relíquias de D. Nuno Álvares Pereira vêm a Sintra.

Fevereiro

2-Laura Alves e sua companhia levam à cena "
Boa Noite Betina!" no Carlos Manuel.
5-Inaugurada a iluminação pública no Largo Rainha D. Amélia, na Vila Velha.

António Mazzioti França é presidente do Hóquei Clube de Sintra (HCS).

8- A Câmara de Sintra vota um protesto pelo assalto ao
Santa Maria pelo comandante Henrique Galvão.
Abril

21-Alfredo Ventura presidente do Sintrense

Junho

17-Abre o Hotel das Arribas na Praia Grande (ainda sem piscinas).

Agosto

15-V Festival de Sintra

Setembro

18- Queluz é promovida a freguesia

Outubro

Nas bodas de ouro do Sport União Sintrense actuam Alice Amaro, António Calvário e Madalena Iglésias, no Carlos Manuel.

22-Abre o "
Café-Bar" de Pêro Pinheiro, de José Quintans Botelho Rodrigues.
Dezembro

5- A capela de S. Mamede, em Janas, a igreja da Terrugem e a igreja de Santo António, no Penedo, são classificadas de interesse público pelo decreto nº 44075

29-Manifestação em Sintra contra a ocupação de Goa, Damão e Diu pela União Indiana.

Inauguração da luz eléctrica em Rio de Mouro
1962
Janeiro

5- É criada a freguesia de Algueirão-Mem Martins, por influência de Isaías Paula, João Cordeiro e Francisco Fernandes entre outros (DL 44147)

Lourel de Cima inaugura um chafariz público

Fevereiro

Laura Alves representa no Carlos Manuel "
Criada para todo o Serviço"
17- Os Bailados Verde Gaio de Fernando Lima actuam no Carlos Manuel

Abril

6- António José Pereira Forjaz presidente do Sintrense

11-Inaugurados os correios de S. João das Lampas

Maio

Inauguração por Américo Tomás da Tabaqueira

Inauguração das novas instalações do Hóquei Clube de Sintra, sendo presidente Rui Cunha

Junho

Inaugurado o salão de chá do Ramalhão de José de Almeida

Julho

12- Inaugurado o novo posto de turismo no edifício do antigo Hotel Costa, na Vila.

Agosto

A Filarmónica de Pêro Pinheiro fica em 2º Lugar no Festival Mundial de Bandas, em Kerkrade, na Holanda, tendo uma recepção apoteótica à chegada

Outubro

É inaugurado o Colégio D. Afonso V.

Dezembro

11-Morre o Arq. Norte Júnior, arquitecto entre outros do casino de Sintra(hoje Centro de Arte Moderna)

15- Edgar de Bragança Soares comandante dos Bombeiros Voluntários de Sintra
1963
A Quinta dos Pisões encontra-se na posse de Eduardo Henry Gallway.

A propriedade do Convento da Trindade é pertença de Sra. D. Irene Seixas.

O Convento da Penha Longa entra na posse do Dr. Francisco Correia de Campos.

Abril

24- No Cabo da Roca colidem o
Louise Gorthom com o espanhol Virgen de La Esperanza
Junho

Richard Nixon, antigo vice-presidente dos EUA visita Sintra e almoça em Seteais

O
Jornal de Sintra noticia que há falta de bacalhau em Sintra.
Setembro

As festas de N. Sra do Cabo decorrem em S. Pedro de Penaferrim

Construção da Barragem do Rio da Mula, projecto de Ressano Garcia.

Início da urbanização (clandestina) de Casal de Cambra.

A Escola Comercial e Industrial de Sintra, em Agualva Cacém, passa a chamar-se Ferreira Dias

O Convento de Sant’Ana do Carmo pertence ao 4º conde das Antas
1964
Janeiro

12- A tripulação do navio almirante
Springfield da 6ª esquadra do Mediterrâneo janta no Hotel das Arribas e faz um jogo particular com o Sintrense.
21-Dois conhecidos meliantes, o "Portugal Nunes" e o "Parafuso" assaltam o estabelecimento Capote, na Estefânea, sendo dominados pelo guarda-nocturno Ventura Luís dos Santos

25-Primeira apresentação do agrupamento musical sintrense "
Diamantes Negros"
Fevereiro

1-O grupo cénico do Sintrense representa "
O Natal do Zé Caniço" na Assafora.
É presidente dos Bombeiros Voluntários de Sintra Domingos Francisco Veloso Lima.

9-IX Rali das Camélias, vencem Horácio de Macedo e César Torres.

11-É inaugurada a "
Casa dos Frangos" em Colares, de Amílcar Augusto Gil.
É presidente de "Os Aliados" de S. Pedro Miguel António Pedroso.
São inauguradas as instalações das Publicações Europa-América.

O sintrense Salvador Salvado Garrido é nomeado embaixador de Portugal na Colômbia.

Abel Simões de Carvalho é presidente da Junta de Freguesia de Colares.

Sai o corso de Mucifal organizado por Agostinho Limpo, David Tomás e Miguel Lavrador entre outros (vai até à Vila, passando por Galamares).

Abre o restaurante "Chaby" em Mem Martins, com gerência de Secundino Gonçalves Queiróz.

Abril

16- Rainier e Grace do Mónaco visitam Sintra, sendo obsequiados por Jorge de Melo com um almoço na Quinta da Ribafria.

O capitão Américo Santos é provedor da Santa Casa da Misericórdia.

22-Américo Tomás inaugura o bairro das casas económicas da Tabaqueira, com 241 fogos.

Maio

23- O cénico do Mucifalense apresenta "
Os Fidalgos da Casa Mourisca" encenado por Carlos Borges.
31-Carlos Moreira abre um talho na Praia das Maçãs.

Junho

Morre Pedro Costa Azevedo, pai de José Alfredo e velho republicano de Sintra.

Sérgio Calisto Mota é presidente da Banda de Colares.

No Tramagal, o Sintrense sobe à 2ª Divisão de Futebol.

21-Inauguração da escola primária de Janas.

Veríssimo Novo é treinador do Sintrense

Julho

15- A Câmara cria o Gabinete Técnico de Urbanização e Obras, coordenado pelo vereador Sena Santos.

22-Em S. Pedro de Penaferrim casam o Duque Amadeo d’Aosta e Claude de França.

28- O futuro escritor e professor M. S. Lourenço licencia-se em Histórico-Filosóficas, em Lisboa.

Começam obras de urbanização da Urbanil em Rio de Mouro.

Agosto

1-Inauguração na R. Alfredo Costa da agência em Sintra da Caixa Geral de Depósitos.

Decorre o VIII Festival de Sintra e o XVII Concurso Hípico, no campo do Sintrense.

Setembro

O circo Texas está na Portela e a barbearia Lúcio recebe grandes melhoramentos.

Dezembro

5-Francisco José actua no Colarense.

Neste ano, Noel Azevedo Cunha é presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho, Vicente António Soares secretário, e Joaquim da Silva tesoureiro.
1965
Américo Nunes vence o Rali das Camélias.

"
Que mulheres!" vai à cena no teatro do Sintrense, na Estefânea.
Volta a organizar-se o Carnaval do Mucifal, sendo do júri Natalina José, Leite Pereira, Nunes Correia e Fernanda Baptista, entre outros.

Março

21-António Calvário e Paula Ribas actuam na Tuna Operária de Sintra.

Inaugurada a nova sede da Junta de Freguesia de Belas.

Nos Limpos, no Mucifal, decorre uma "
Noite de Estrelas", com José Castelo, Fernanda Baptista e Mariette Pessanha, entre outros.
Abre o Hotel Miramonte, em Colares, com gerência de José Alberto Araújo Pereira.

Abril

15-Tony de Matos actua no Colarense.

Junho

18-Vindo do Ultramar, é apoteoticamente recebido em Galamares Hélder José Martins, com homenagem no salão local.

27- O grupo cénico do Mucifal, dirigido por David Tomás, encena "
Raça".
Maria Rita Albuquerque Baptista é professora primária em Galamares.

Agosto

16-IX Festival de Sintra, encerrado pelo presidente Américo Tomás a 1 de Setembro com a actuação da
The Natural Youth Orchestra, do Reino Unido.
Em Gondomar, Cipriano Raio sagra-se campeão nacional de tiro.

Descerrado no Parque da Liberdade um busto de Artur Anjos Teixeira, da autoria do seu filho Pedro.

Setembro

25-Américo Tomás inaugura o Grémio da Lavoura de Colares.

25-Inaugurada a luz eléctrica na Assafora.

Fernando Moreira é maestro da Banda de Colares.

Dezembro

11- O Colarense promove uma noite
yé-yé com os Diamantes Negros.
No reveillon do Hotel das Arribas actuam Toni de Matos, Mariema, e Humberto Madeira, apresentados por Armando Marques Ferreira.
20-Acidente ferroviário em Sintra com o choque de 2 comboios, um de passageiros e outro de mercadorias, provoca 18 mortos, entre a Portela e Mem Martins

Neste ano abrem a estalagem Gruta do Rio, em Rio de Mouro, o Hotel de Vale de Lobos e o Hotel das Arribas, na Praia Grande

No Natal de 1965 abateram-se no matadouro de Sintra 116 reses, 4 cavalos, 129 vitelas 80 porcos e 415 borregos.
1966
Janeiro

Abre remodelado o Cynthia Café, junto à estação da CP de Sintra, com projecto do arq. Luís Curado, das Lameiras.

Fevereiro

Inaugurada a agência do Banco Burnay em Pêro Pinheiro.

Março

José António de Araújo é presidente do HCS (Hóquei Clube de Sintra)

Abril

29-Bénard da Costa ministra um curso de iniciação ao cinema no Palácio Valenças, exibindo Citizen Kane.

Maio

5-Inauguração das piscinas da Praia Grande, no Hotel das Arribas.

Junho

Inauguração do posto da GNR de Pêro Pinheiro.

Agosto

Inauguração da Estrada Várzea de Sintra-Fachada.

A banda de Pêro Pinheiro ganha 3º lugar no concurso de bandas em Kerkrade, na Holanda.

Setembro

Incêndio na serra de Sintra provoca 25 mortos entre os militares que o combateram.

25- Fundado o rancho folclórico As Lavadeiras do Sabugo

No Hotel das Arribas, no
reveillon, actuam Paula Ribas e José Viana, entre outros.
1967
Maio

Anunciado um telefone público para a estação da CP de Sintra.

Junho

17-Morre a pintora ligada a Sintra Milly Possoz

Julho

14- Inauguração do Café e Pastelaria
Bibió, de Júlia Sequeira Paulo, na Praia das Maçãs.
Agosto

O grupo Tivoli adquire o Hotel Nunes, na Vila, para erigir um novo hotel.

Outubro

Inaugurada a carreira Albarraque-Sintra.

Novembro

19-Inaugurada a nova sede de "Os Aliados" em S. Pedro (a actual)

25 -Cheias na zona de Lisboa afectam Cacém, Belas e Queluz provocando 12 mortos na região de Sintra.

Fundação do Grupo Coral de Queluz
1968
A gestão dos jardins de Monserrate passa a ser da responsabilidade da Direcção-Geral das Florestas.

Reconstrução da fonte extra-muros no Convento da Trindade, que havia sido destruída pela queda de uma árvore de grande porte.

Revestimento do torreão principal do Palácio da Pena.

Janeiro

10-Morre aos 67 anos o presidente da Câmara D. António Corrêa de Sá, visconde de Asseca. Foi presidente de 1961 a 1968, vereador de 1947 a 1960,testamenteiro de D. Manuel II e sua esposa Augusta Victória e
chamberlain da rainha D. Amélia já no exílio.
28-Inaugurada a iluminação pública em Sacotes.

Fevereiro

Aprovado pela CMS o anteprojecto do novo liceu de Sintra, na Portela, posto a licitação por 6252 contos e adjudicado a Luís Romão.

Abril

Nomeado presidente da Câmara o coronel Joaquim Mendonça Duarte Pedro, antigo governador de Cabo Verde

20-Depois de prestar provas, Joaquim Simplício dos Santos passa a cirurgião diplomado.

Junho

Electrificação do parque de jogos do 1º de Dezembro.

27-A Tuna Recreativa Mucifalense leva à cena "
O Morgado de Fafe Amoroso".
Julho

Inaugurada em S. Pedro a Adega-Bar dos Arcos, de José Lopes.

14-Inaugurada a luz eléctrica e água canalizada em Campo Raso.

Agosto

Durante 3 dias falta a água em Sintra.

O
Jornal de Sintra refere que jogar as cartas nos comboios da CP se tornou uma moda, mais parecendo estes autênticos casinos…
Os jardins de Monserrate passam para a gestão da Direcção-Geral das Florestas.

4-Inaugurada a luz eléctrica na Ulgueira.

28-Festa de despedida de Pompílio Silvestre no HCS.

Setembro

4-Festa milionária em Colares, na Quinta Schlumberger.

6- O Ten. Cor. Saldanha Fonseca é presidente do Sport União Sintrense.

20-Depois da queda de Salazar da cadeira, a Câmara de Sintra manda rezar uma missa na igreja de S. Martinho pelo seu pronto restabelecimento.
1969
Francisco Cordeiro Baptista comandante dos Bombeiros Voluntários de Sintra

Março

25-Inaugurado o posto de correios de Mem Martins.

Maio

6-Inaugurado o posto de correios de Rio de Mouro.

13-Inaugurado o novo Grémio da Lavoura de Sintra.

Junho

24-I Feira Industrial e Agro-Pecuária de S. João das Lampas.

Conclusão das obras na Barragem do Rio da Mula.

Julho

Abre ao público a ponte sobre o rio de Colares, junto ao Cantinho da Várzea.

3- O coronel Duarte Pedro demite-se de presidente da Câmara de Sintra.

12-Inaugurado o novo posto clínico de Pêro Pinheiro.

Inaugurada a antena de televisão de Janas.

Setembro

13-Francisco Hipólito Fonseca presidente do Sintrense

21-José Hermano Saraiva, ministro da Educação inaugura o novo liceu da Portela de Sintra.

Concluídas as obras da Ponte Redonda, em Galamares

Outubro

6- No Cineteatro Carlos Manuel, Bénard da Costa e Lindley Cintra orientam uma sessão de propaganda da oposição democrática.

21-Comício da Oposição Democrática no Carlos Manuel, com Gustavo Soromenho, Salgado Zenha, Sousa Tavares Mário Soares, Sargo Júnior e Armindo Rodrigues.

Sintra elevado a concelho de 1ª classe.

26- Eleições: União Nacional 6143 votos (33,5%);CEUD 337 (2,1%)CEM 41 (0,2%) CDE 1904 (10,4%)

Novembro

Américo Tomás inaugura bairro da fundação Gulbenkian na Venda Seca.

Inaugurado o parque de campismo de Almornos
1970
Janeiro

António Pereira Forjaz presidente da Câmara.

2-Inaugurado o Bairro Administrativo de Queluz.

Victor Casul presidente do Colarense.

O Conde de Sabrosa é presidente da Comissão Municipal de Turismo.

Guedes Vaz é presidente do Sport União Sintrense.

Março

Américo Nunes em
Porche 911-S vence o Rali das Camélias.
Carlos Santos vence a Rampa da Pena.

Maio

30-Inaugurado o posto de turismo do Cabo da Roca.

Julho

Inauguração da luz eléctrica em S.Marcos.

II Feira Industrial de S. João das Lampas.

Agosto

Inauguração das novas instalações da Biblioteca de Sintra no Palácio Valenças.

Inauguração do posto de correios da Praia das Maçãs.

Setembro

Inauguração do restaurante "
Apeadeiro", em Sintra.
Encerra o Museu Paula Campos, nas Azenhas
1971
Janeiro

12- Morre na Casa de Saúde do Telhal, José Pereira Ferraz, fundador da Associação de Caridade de Sintra.

Abril

A FNAT (Federação Nacional para a Alegria no Trabalho) organiza um serão para trabalhadores em que participam entre outros Maria João Pires e Manuel Lereno.

Américo Tomás visita as obras da renovação da linha de Sintra.

Maio

Nos Encontros de Sintra participam Lagoa Henriques, Francisco Costa e António Quadros, entre outros.

António Raio é presidente do Hockey Club de Sintra.

Junho

18-O Decreto-Lei n.º 265/71, de 18 de Junho (MJ/MOP), estipula uma zona de protecção de 50m em redor do edifício da Cadeia Comarca de Sintra.

20-Morre Mário Travassos Valdez, ex-colaborador do Jornal de Sintra e ex-vereador.

Julho

Lenita Gentil, Gina Maria, Hermínia Silva actuam no Cineteatro Carlos Manuel.

Francisco Cardoso Salgado é presidente da comissão de Sintra do partido único, a ANP (Acção Nacional Popular).

A 34ª Volta a Portugal em Bicicleta passa em Sintra, ganhando a etapa Colares-Pena Joaquim Agostinho.

Fernando Lopes Graça e Nela Maissa actuam no Festival de Sintra.

Setembro

19-Marcelo Caetano visita Sintra (Queluz).

Outubro

Sequeira Costa e Maria Germana Tânger participam nos encontros de Sintra.

Viana da Mota é homenageado em Colares, onde viveu na infância.

28- A Escola Industrial e Comercial de Sintra passa separa-se em 2: Ferreira Dias e Gama Barros

João Pimenta inicia a urbanização intensiva na zona de Sintra com as construções J. Pimenta.

Dezembro

31- Morre o dono da "Camélia" Júlio Pinto Tavares
1972
Eduardo Rodrigues Cardoso é administrador do Bairro Administrativo de Queluz.

Francisco Cordeiro Baptista é presidente dos Bombeiros Voluntários de Sintra.

Na Junta de S. Martinho Noel Cunha é presidente, Silvino Freitas secretário e António Conceição Baptista tesoureiro.

Maio

7-Inaugurado o quartel dos Bombeiros Voluntários de Colares, sendo comandante Henrique Lopes.

Decorrem no Palácio Valenças os II Encontros de Sintra, com Hernâni Cidade, Tânia Achot, Vitorino Nemésio, Jorge Listopad entre outros.

Inicia-se a urbanização de Rio de Mouro, a cargo da empresa Urbanil.

Junho

Rui Cunha é provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sintra(até 1998)

Julho

7- A portaria 374/72 extingue a Cadeia de Sintra.

Agosto

É inaugurada a central de betão da firma Duartes.

Setembro

10- Realiza-se um cortejo de oferendas a favor do Hospital de Sintra.

Ricardo Graça preside á concelhia da Acção Nacional Popular

Neste ano surge a primeira revista do Grupo Desportivo de Fontanelas e Gouveia,
"Novas Sementes"
1973
Reparações exteriores e construção de instalações sanitárias na Sacristia na Igreja de Santa Maria.

Campanha de prospeções e sondagens efetuadas na estação arqueológica de Santa Eufémia por Gustavo Marques.

Janeiro

6-Inaugurada a luz eléctrica em Manique de Cima.

Fevereiro

Inaugurada a luz eléctrica em Albogas.

Março

Abre a drogaria Roneberg, na Estefânea, Sintra.

Abril

18-Ferreira de Castro doa o seu espólio a Sintra.

A Comarca de Sintra sobe a 1ª classe.

Maio

14-A luz eléctrica chega a Faião, Casais, Silva e Cabrela.

Decorrem os Encontros de Sintra.

Julho

5-Fundado o Grupo Folclórico de Belas

14-O Grupo Desportivo das Mercês passa a designar-se Grupo Desportivo de Rio de Mouro, Rinchoa e Mercês

29-Inauguração do campo de jogos do MTBA.

Agosto

3- Francisco Branco Catalão comandante dos Bombeiros Voluntários de Sintra

Setembro

29-Os bens da extinta Associação de Caridade de Sintra são integrados na Misericórdia de Sintra.

Outubro

29-Abre o café Académico, na Portela de Sintra.

Novembro

A luz eléctrica chega a Godigana e Carne Assada.

É extinta a Associação de Caridade de Sintra revertendo os seus bens para a Misericórdia.

Hermínio Braga Varandas é presidente do Sintrense

Dezembro

31-Encerra a papelaria "Camélia" de Júlio Pinto Tavares, na Vila Velha.

Neste ano, José Valentim Lourenço encena em Fontanelas a revista "
Criada provinciana"
1974
Janeiro

20- O Ministro do interior Moreira Baptista visita Sintra.

O bacalhau custa por essa época trinta escudos o quilo (15 cêntimos).

Fevereiro

O Grupo Dramático do Mucifal leva à cena nos Bombeiros Voluntários de Colares a peça "
Recordar é Viver".
António Casul Reis é presidente do Sport União Colarense.

IV Encontros de Sintra.

Maio

1-Grande manifestação em Sintra assinala o primeiro 1º de Maio e a recente revolução de 25 de Abril.

25- Reúne-se em Colares a comissão local da CDE, o partido que vinha da oposição democrática.

Junho

14-Toma posse a Comissão Administrativa da CMS pós 25 de Abril, composta por José Alfredo Costa Azevedo (presidente) José Joaquim de Jesus Ferreira, Aristides Campos Fragoso, Lino Paulo, Jorge Pinheiro Xavier, Cortêz Pinto, Álvaro de Carvalho, Manuel Monteiro Vasco, Carlos Quintela, António Manuel Carvalheiro, Manuel Maximiano e Mário Barreira Alves.

Valério Chiolas é presidente da Comissão Administrativa de Colares.

O Jornal de Sintra custa nessa altura dois escudos (1 cêntimo).

29-Morre o escritor e grande amigo de Sintra Ferreira de Castro.

Luis Pedroso Miguel é presidente do Mem Martins Futebol Clube.

Julho

Fecha a fábrica de queijadas Mathilde, de Manuel Soares Barreto.

O PCP ocupa o edifício da cadeia comarcã.

13-Morre Raul Lino, arquitecto com vasta obra em Sintra.

24-Comício do PS no Cineteatro Carlos Manuel, com Sargo Júnior, Maria Barroso, Jorge Campinos e José Alfredo.

O Liceu Nacional de Sintra aprova uma moção defendendo a sua professora Maria Almira Medina, injustamente atacada.

Decorre uma polémica em torno da não abertura do Hospital de Sintra.

Agosto

15- Abre em Cabriz o restaurante "
Curral dos Caprinos"
Setembro

20-Hermínio Lopes de Sousa presidente do Sintrense

24-Assinada a cedência do espólio dos escultores Anjos Teixeira, pai e filho, à Câmara de Sintra.

António Costa Alcobia é presidente da Comissão Administrativa da Junta de S. Martinho.

30- O Hockey Clube de Sintra sobe à I Divisão

Um ministro nesta altura ganha 26 contos (cento e trinta euros) que podem chegar a 35 com ajudas de custo.

Dezembro

21-Pelo DL 735/74 o monumento do Outeiro das Mós, na Praia das Maçãs (tholos) é classificado como monumento nacional.

Francisco Barreto das Neves passa a gerência da Sapa para Maria Fernanda das Neves
1975
Janeiro

17- A 5ª Divisão do EMGFA, ligada ao MFA, promove uma sessão de esclarecimento nos Bombeiros Voluntários de Colares.

25- O Largo do Vítor, na Vila, passa a designar-se Largo Ferreira de Castro.

Abre um picadeiro na Volta do Duche.

Uma "bica " ao balcão custa 2$50 (dois cêntimos).

Março

Assalto á repartição de Finanças de Sintra de onde são roubados mais de 3 mil contos.

Judocas sintrenses ocupam o devoluto Sintra-Cinema.

Abril

25-O PS ganha as eleições para a Assembleia Constituinte, no país e em Sintra.

Maio

2-Morre o" Pintassilgo", conhecido barbeiro de Colares.

10- Constituída a Comissão de Moradores de Galamares, com Arnaldo Julião, António Cerveira e Áurea Adão, entre outros.

A Junta de Freguesia de S. Martinho decide atribuir às 370 crianças das escolas da freguesia 1/4 litro de leite diário.

António Mazziotti França é presidente do Sport União Colarense.

31-Inumação das cinzas de Ferreira de Castro na serra de Sintra.

Junho

26- Fundação da União Mucifalense

28-Inaugurada a estátua de D. Fernando II no Ramalhão.

Agosto

Os assaltantes das Finanças, três meliantes conhecidos como "Tarzan", "Al Capone" e "Botica" são presos.

Setembro

27- Fernando Ventura é presidente do Sintrense

Outubro

8- Fogo na Fábrica de Cerâmica da Colónia Penal Agrícola de Sintra

12- Primeiro treino do Belas Rugby Club, nascido por iniciativa de Manuel Henrique Saraiva

15-Um incêndio destrói o palacete Schlumberger em Colares.

Novembro

5- Fundado o Infantário do Povo de Massamá

Criada no Museu Leal da Câmara a Associação Musical de Rio de Mouro.

Adquirida a Quinta de S.Tiago, em Almoçageme, para nova sede dos Bombeiros

A Quinta da Regaleira no valor de 1.943.800$00, é transmitida a Maria Helena Ribeiro Cardoso d'Orey, esposa de Waldemar Jara d'Orey.
1976
Fevereiro

26- O grupo Pérola da Adraga leva à cena na Sociedade Recreativa de Almoçageme "
A Pérola das Sogras".
A Imprensa refere regulares atrasos na linha de Sintra, onde na altura já circulam 40.000 pessoas por dia.

Abril

José Alfredo abandona a Comissão Administrativa, ficando no seu lugar Cortêz Pinto.

25- O PS vence as eleições para a Assembleia da República.

Junho

27-Ramalho Eanes é eleito Presidente da República, também em Sintra.

Novembro

20- Festival de Jazz Contemporâneo no Cineteatro Carlos Manuel.

Dezembro

12- Júlio Baptista dos Santos é eleito primeiro presidente da câmara depois do 25 de Abril, Maria Barroso presidente da Assembleia Municipal (depois substituída por José Valério Vicente).O PS elege 6 vereadores ( Júlio Baptista dos Santos, Rui Fonseca, Sérgio Melo, Alcides Matos, Oliveira Barbosa e Valério Chiolas)a FEPU 3(Lino Paulo, Cortêz Pinto e Mário Alves) o PPD 1(Eduardo Lacerda Tavares) e o CDS 1(Fernandes Figueira).

Emídio Fernandes Costa é presidente da Junta de S. Martinho, Filipe Moreira secretário e João Velez Dias tesoureiro. Joaquim Neves Pinto presidente da Assembleia de Freguesia.

Francisco Costa publica "
O Foral de Sintra de 1154, sua originalidade e sua expressão comunitária"
José Rodrigues Sampaio e José Vicente Chaves apresentam uma proposta para construção de habitação social em terrenos da junta de S. Martinho (futura cooperativa CHESMAS)
1977
No Paço Real - Reparação do alpendre e banco do Pátio de D. Sebastião, substituindo 20 cantoneiras de azulejo de barro vidrado verde; conserto de bancos revestidos de azulejo verde e branco do séc. XVI no Pátio do Leão.

O Hotel Central encontra-se ocupado por portugueses retornados das ex-colónias africanas.

Reparação geral de coberturas, substituição de colunas de madeira do torreão central e arcos e reconstrução de chaminé no Palácio de Monserrate.

Fevereiro

Na Sociedade de Fontanelas e Gouveia José Valentim Lourenço encena a revista "
Minha Aldeia, Minha Gente".
José Alfredo inicia um ciclo de crónicas no Jornal de Sintra, mais tarde reunida nas Velharias de Sintra.
Março

12-É inaugurada em Mem Martins a cooperativa de ensino
A Papoila.
Abril

A Sociedade Byron, de Londres, visita Sintra.

30- Construção do mirante de Santa Eufémia pela comissão de melhoramentos de Santa Eufémia, com a ajuda da comissão administrativa da Camara Municipal de Sintra.

Maio

25-António Vazão Trindade adquire a Quinta do Convento da Trindade, em S. Pedro.

Junho

Abre em S. Pedro o restaurante "
Solar Saloio"
17-Morre Mário Reis, dos primeiros redactores do Jornal de Sintra.

17-Inaugurado o miradouro de Santa Eufémia.

30- Fundada a cooperativa CHESMAS, em S. Martinho

Julho

14-Constituído o Grupo Recreativo da Praia das Maçãs, por influência de Artur Muge

Setembro

É inaugurado o Museu Anjos Teixeira.

29- A Peninha e o forte da Roca são classificados como de interesse público pelo DL 129/77

Fundada no Algueirão a cooperativa COOPALME
1978
Joaquim Meirim é treinador do Sport União Sintrense.

Fevereiro

Morre o estudioso de assuntos de Sintra João Martins da Silva Marques.

Março

16- Inaugurada a Academia da Força Aérea na Granja do Marquês, fundada a 1 de Fevereiro

Julho

20- Incêndio na fábrica da Lusoflex

21-Fernando Ventura presidente do Sport União Sintrense.

Agosto

8- Morre em Queluz o poeta Ruy Belo.

Setembro

12- O aqueduto de Carenque e o palácio de Monserrate são classificados de interesse público pelo DL 95/78
1979
A abertura de uma fossa séptica no adro da Igreja de Santa Maria põe a descoberto sarcófagos tardo-medievais, em número de 41.

Venda da propriedade da Quinta da Amizade a Isabel Maria Castro Santos.

Escavações arqueológicas na Capela de São Pedro no Castelo dos Mouros pelos serviços culturais da CMS.

Campanha de escavação arqueológica da igreja de São Pedro de Penaferrim, que revela a existência em torno da mesma, de um nível de enterramentos medievais, datáveis do séc. 12-13.

Março

Em Fontanelas sobe à cena a revista "
Sangue na Guelra", actuando a Orquestra Flor da Aldeia, de Fontanelas.
Em Colares, o conjunto musical Base, tendo como vocalista Vítor Monteiro abrilhanta a vida social.

Maio

21-Fundado o Centro Cultural Recreativo e Desportivo de Belas

Outubro

16-Morre o insigne sintrense Consiglieri Martins

A AD (Aliança Democrática) vence as eleições legislativas em Sintra com 37,2%.

Inaugurado o Museu Ferreira de Castro.

Isabel Castro Santos é proprietária da Quinta da Amizade.

Dezembro

José Lopes é eleito presidente da CMS, pela Aliança Democrática.

8- Fundada a CEDCRAM, nas Azenhas do Mar

Na década de oitenta Sintra assiste ao crescimento ainda moderado do urbanismo e das zonas urbanas, a par das preocupações com a protecção da serra e o litoral. Politicamente a década é marcada por gestões autárquicas da Aliança Democrática com forte presença da Aliança Povo Unido na gestão da CMS.
1980
Instalação elétrica no Farol do Cabo da Roca.

Obras de conservação e restauro da ermida de Santa Eufémia.

É proprietária da quinta de São Sebastião D. Helena Correia de Sá Taborda Asseca.

Janeiro

31-Toma posse a Câmara presidida por José Lopes. São vereadores Lino Paulo, Júlio Baptista dos Santos, Germano Coutinho, Jaime da Mata, Machado de Souza, Mário Alves, Teves Borges, Jaime Alcobia, Frederico Estêvão e José Valério Vicente.

Jaime Figueiredo Gonçalves é presidente da Assembleia Municipal.

Manuel do Cabo é presidente da Junta de S. Martinho, (com Luís Henriques Simões como secretário e António Santos Cunha como tesoureiro), Emídio Ribeirinho no Cacém, Castanheira Bispo em Queluz.

Fevereiro

24-Inaugurada a sede da Associação de Comerciantes de Sintra, na Estefânea.

O Hotel Lawrence é comprado pelo holandês Willem Bos.

Helena Correia de Sá (Asseca) é proprietária da Quinta de S. Sebastião.

25-Assalto às Finanças de Sintra, sendo morto o agente da PSP Delfim Almeida Fernandes.

Junho

10-João Francisco Justino é agraciado como comendador da Ordem do Mérito Agrícola e Industrial.

Julho

18-Reconhecida a utilidade pública à União Mucifalense

27-É lançada a primeira pedra da igreja de Pêro Pinheiro.

Custódio Parracho é presidente do 1º de Dezembro.

Agosto

30-Festejos de Nossa Senhora do Cabo em S. Martinho.

Setembro

20-Inaugurado o Hotel Tivoli-Sintra, na Vila.

20- Fundado o grupo folclórico e cultural da Rinchoa, por José Melo e Herculano do Rosário

Outubro

5-Eleições legislativas. A Aliança Democrática ganha em Sintra com 39,6% dos votos.

15-Abre a Caixa de Crédito Agrícola de Sintra.

Dezembro

7-Ramalho Eanes vence em Sintra, nas eleições presidenciais.

Cem Anos da Sociedade União 1º de Dezembro.

Figueiredo Filipe é presidente do Sintrense para 1980-81
1981
Janeiro

16-Morre num acidente de viação João Américo Justino.

Fevereiro

14-Encontro Nacional de Espeleólogos em Sintra.

Uma Comissão Cívica (José Alfredo, Carlos Bordado, etc) exige a criação do Parque Natural de Sintra.

Abril

10- Fundada a Associação de Defesa do Património de Sintra.

Maio

23-Entregue ao Hóquei Club de Sintra o diploma que consagra a utilidade pública da instituição.

Junho

Uma baleia com 20 toneladas aparece morta na Praia Pequena.

Julho

15-Grande incêndio na serra de Sintra consome vários hectares na Penha Longa e Azóia.

20-Inaugurado o posto da GNR de Rio de Mouro.

Outubro

15-Criada a Área de Paisagem Protegida de Sintra-Cascais (DL 292/81)

24- Inaugurada a escola primária da Várzea de Sintra.

Nasce o grupo de teatro CIDRA.

António José Faria da Silva é presidente do Sintrense

Novembro

16-Fundada a Liga de Amigos da Terceira Idade "Os Avós"

José Madeira e Rui Dias descobrem o trilho de icnofósseis da Praia Grande
1982
A Câmara Municipal de Sintra repõe a Fonte Mourisca, voltando a armá-la na Volta do Duche.

Os Serviços de Turismo ocupam o edifício do antigo Hotel Costa.

Escavações arqueológicas no adro da igreja na de Santa Maria, sob a responsabilidade dos Serviços de Arqueologia, Arte e Etnografia da Câmara, em colaboração com o medievalista Dr. José Beleza Moreira.

Janeiro

Wim Wenders roda na Praia Grande o seu filme "
O Estado das Coisas", vencedor depois do Leão de Ouro em Veneza.
Vasco Cabral da Câmara é presidente da Associação de Defesa do Património de Sintra.

27-Fundada a Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Agualva-Cacém

Fevereiro

26- Pelo DL 28/82 o Forte do Espinhaço, a sudoeste do Cabo da Roca, é classificado como imóvel de interesse concelhio.

É divulgado que em 1981 os funcionários da CMS deram 26109 faltas ao trabalho.

Junho

6-Inaugurado o Museu Ferreira de Castro.

Julho

1-Inaugurada a Repartição de Finanças do Cacém.

Agosto

2- António Jorge Manata é presidente do Sport União Sintrense.

Legalização do Grupo Coral de Queluz como associação cultural

Outubro

12-Incêndio na drogaria dos herdeiros de José Duarte Filipe, no Banzão

Dezembro

12-Fernando Tavares de Carvalho da AD, vence as eleições autárquicas com 37294 votos, a APU fica a 1500 votos com 35790.São vereadores Lino Paulo, Raúl Curcialeiro, Salvador Correia de Sá, Jaime da Mata, Correia de Andrade, Hermínio dos Santos, Vera Dantas, Fernando Costa, Megre Pires e Felício Loureiro.

Joaquim Bento Sabino é presidente da Assembleia Municipal.
1983
Janeiro

7-Toma posse a nova Câmara.

24- Pelo DL 8/83 o Casal dos Lafetás, em Galamares, é classificado como de interesse concelhio

Abril

Nasce a Liga de Amigos da Terceira Idade "Os Avós".

Naufrágio do "
Angra", de bandeira panamiana, na Praia Grande. Salvam-se os 12 tripulantes.
Maio

3-Fogo na fábrica Portocel em Albarraque

Renasce o Instituto de Sintra, com António Pereira Forjaz como presidente e Francisco Costa presidente da Assembleia Geral.

Junho

23-Abre a estação dos correios da Portela de Sintra.

Julho

10- Fundado o Rancho Folclórico e Etnográfico do MTBA

Outubro

Abre em Mem Martins o restaurante
A Tendinha
22-Morre António Medina Júnior, fundador e director do Jornal de Sintra.
Novembro

4-Maria Almira Medina é directora do jornal de Sintra.

6-Inaugurada a escola primária de Galamares.

19-Catastróficas cheias na zona de Sintra provocam prejuízos e dezenas de desalojados. Forte pluviosidade concentrada origina cheias violentas na região de Lisboa, Cascais e Sintra que causam a morte de 10 pessoas (mais 9 são dadas como desaparecidas), 1 800 famílias desalojadas, destruição de 610 habitações, tendo os prejuízos ascendido a cerca de 18 milhões de contos (valores da época).

A Quinta da Regaleira é posta à venda e os seus familiares e herdeiros adquirem-na em comum e sem determinação de parte ou direito; a partir desta altura, passa a estar à venda por 120 000 000$00.
1984
O arqueólogo Gustavo Marques constata uma série de alterações na envolvência do povoado de Santa Eufémia causada por terraplanagens, que todavia colocam a descoberto mais espólio cerâmico.

José Manuel Conceição presidente da Sociedade União Sintrense

Criação do ATL Colares/Banzão e jardim de infância do Banzão da Santa Casa da Misericórdia de Sintra

Janeiro

16-Inauguradas as instalações da Comissão Instaladora da Área de Paisagem Protegida de Sintra-Cascais na Portela de Sintra.

17-Morre Augusto Krusse Alflalo, colaborador do Jornal de Sintra.

27-Inaugurada a nova escola primária de S. João das Lampas.

Fevereiro

O Atlético de Queluz sagra-se campeão nacional de basquetebol da época 1983-1984.

José Manuel Martins Carneiro é nomeado director do Palácio da Pena, onde se manterá até 2010.

Março

23-I Encontro dos Agentes Culturais do Concelho de Sintra.

A CMS e a empresa MACROPLAN assinam um contrato para a elaboração do Plano Director Municipal de Sintra.

Abril

7-Homenagem a José Fernandes Badajoz no Cineteatro Carlos Manuel.

7- O cardeal-patriarca de Lisboa, D. António Ribeiro, lança a primeira pedra da igreja de Nossa Senhora da Fé, em Monte Abraão, projecto do arquitecto Rui Moreira Braga.

29- Henrique Salvado Alves comandante dos Bombeiros de Sintra

A CMS aprova a primeira fase das urbanizações do Grajal e de Fitares, com projecto inicial de 2000 fogos.

O grupo de teatro CIDRA, da Escola Secundária de Santa Maria, leva à cena "Amor de Curtição".

IV Encontros de Sintra, com a participação, entre outros, de David Mourão Ferreira e Nela Maissa.

Junho

20-Venda da Quinta da Amizade a Sara Gabriel Teixeira de Albergaria, que regressa a Portugal após missão diplomática em Roma e traz mobiliário.

30-Festival Nacional de Folclore, em Belas.

Julho

XIX Festival de Sintra.

José Manuel Conceição é presidente da Sociedade União Sintrense.

31-Abre o restaurante "
Ramisco", em Colares.
Agosto

3- José Francisco Nunes presidente do Sintrense

5-Criação da Banda da União Mucifalense

5-Inauguradas as novas instalações do União Mucifalense, sendo José Pascoal presidente.

10- A antiga cadeia comarcã é cedida por 50 anos ao Grupo 93 de Sintra da Associação dos Escuteiros de Portugal, para instalação da secretaria, recolha de material de campo e concentração dos filiados. Os beneficiários ficam com a responsabilidade pela conservação interior e exterior das instalações; construção de novas escadas de madeira interiores.

Abre o Gairifus Bar, no Magoito

Festas de Nossa Senhora do Cabo na Terrugem.

Setembro

29-Lançada a primeira pedra da Igreja de S. Miguel.

João Rodrigues da Costa é presidente do Progresso de Mem Martins.

Outubro

5-Inaugurado na Rinchoa o monumento a Leal da Câmara, da autoria de Anjos Teixeira.

15-Morre Arlete Reis, destacada figura de Colares e jornalista sob o pseudónimo Repórter Colarense.

Abre a escola de ténis de Sintra, no Parque da Liberdade.

Novembro

24-É lançada a primeira pedra do Hóquei Clube de Sintra, em Monte Santos.

Dezembro

15-Inaugurada a escola primária nº4, na Portela de Sintra.

Nasce o Teatro da Meia Lua.
1985
O Sport União Sintrense ganha o estatuto de utilidade pública.

Janeiro

12-Com a participação de mais de mil pessoas, realiza-se uma reunião para a criação da freguesia de Pêro Pinheiro.

Inaugurado o centro de Convívio da ARPI, em Rio de Mouro.

Fevereiro

2- O teatro da Sociedade União Sintrense leva à cena "
Um Pedido de Casamento " de Tchekov.
2- O Grupo Cénico "Os Filhos do Povo" de Montelavar, apresenta na Cabrela "A Casa de Bernarda Alba" , encenada por Gil Matias.
Março

13-I Jornadas de Saúde do Concelho de Sintra.

30- Realiza-se no salão de Galamares uma festa a favor de João Marujo onde actua João Nuno, segundo classificado do Sequim de Ouro, em Bolonha.

Abril

14-Inauguradas as escolas primárias de Magoito e Lourel.

18-Declarada a utilidade pública do Progresso Clube, do Algueirão

Maio

11- O grupo de teatro CIDRA apresenta a peça "Foi como é".

Junho

9- A cantora lírica Mara Zampieri actua no Cineteatro Carlos Manuel.

Julho

20-I Encontro de Poetas Populares do Concelho de Sintra.

O União Mucifalense, treinado por Ilídio Duarte, sagra-se campeão da III Divisão da Associação de Futebol de Lisboa.

Agosto

Festas de Nossa Senhora do Cabo em S. Maria e S. Miguel.

Congresso Internacional do Romantismo.

Outubro

6-Eleições para a Assembleia da República, o PRD ganha em Sintra com 32872 votos, estando inscritos 171.745 eleitores.

Inaugurado o Museu Regional de Sintra.

19-João de Melo Alvim leva à cena na Sociedade União Sintrense "
O Último Acto" de Camilo Castelo Branco.
Novembro

7-Fogo posto no Cineteatro Carlos Manuel.

10-Morre o antigo presidente da Câmara António Pereira Forjaz.

Dezembro

17-A AD (PSD/CDS) ganha as eleições autárquicas, com 32181 votos sendo Fernando Tavares de Carvalho eleito presidente da Câmara, A APU de Lino Paulo fica a 700 votos com 31469.

Francisco Costa publica "
História do Palácio e Quinta de Monserrate"
O Sintrense é 1º na sua série da 1ª Divisão Regional (época 84-85)

A casa Italiana é comprada à família Stilwell
1986
Remodelação do interior do edifício da antiga Cadeia, com aplicação de azulejos, substituição do pavimento, pinturas, tetos falsos.

Obras de beneficiação no Castelo dos Mouros

Janeiro

Álvaro Ramires é presidente da Junta de S. Martinho

Edgar Azevedo é presidente do Grupo Desportivo e Cultural de Galamares.

24-É inaugurada a ponte do Rodízio, substituindo a ponte militar que garantia desde as cheias de 1983 o acesso à Praia Grande .

O brigadeiro Machado de Souza é presidente da Assembleia Municipal de Sintra.

Março

5-Na Lagoa Azul, durante o rali de Portugal, parecia indiciar-se uma competição disputada ao rubro com os 8 primeiros classificados separados por apenas 2 segundos. A imensa multidão estimada em cerca de meio milhão de pessoas que se aglomerava nas bermas da estrada, forma autênticos muros, numa espécie de túnel humano, invadindo e ocultando zonas de trajectória dos carros, pelo meio do qual os pilotos "voam" à maior velocidade possível. Na 1ª prova especial de classificação Lagoa Azul, o português Joaquim Santos, ao volante de um Ford RS200, sofre um despiste, irrompendo pelo meio da multidão, provocando 33 feridos e 4 mortes entre eles uma mulher e o filho, de 9 anos.

6-A igreja de Nossa Senhora de Belém, em Rio de Mouro, é classificada de interesse concelhio

23- A Rádio Ocidente inicia as emissões.

É criado o GRAUS com vista à recuperação do centro histórico de Sintra.

No Sabugo, Gil Matias leva à cena "
A Vizinha do Lado".
Céu Ribeiro, João de Melo Alvim e José Pedroso entre outros dirigem a Sociedade União Sintrense.

Maio

Criada a CHESMAS-Cooperativa de Habitação Económica.

Junho

Mais de 120 hectares ardem num fogo na serra de Sintra, na Tapada do Saldanha

O cabeleireiro Elisa recebe o 1º Premio de Penteado da Cidade de Lisboa, no Hotel Altis.

Setembro

Pelo Dec.Regulamentar 45/86 são impostos condicionamentos construtivos junto à Ribeira da Lage

Sintra tem nesta altura 200.000 habitantes. Em 1930 tinha 37.900, em 1960, 79.000, e em 1970, 124.000.

Nos finais do ano, João Francisco Justino adquire o Sintra-Cinema.

Galopim de Carvalho descobre as jazidas de dinossauro em Carenque.
1987
Janeiro

25-Nuno Nascimento preside ao Conselho Municipal de Sintra.

São desviados 12.000 contos da Base Aérea de Sintra

Fevereiro

13-31º Rali das Camélias.

14- Os príncipes Carlos e Diana visitam o Palácio da Vila por ocasião do centenário do casamento de D. João I e Filipa de Lencastre.

17-II Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra.

Criação do Museu do Brinquedo com a colecção de Arbués Moreira.

Inaugurado o jardim de infância da Portela de Sintra da Santa Casa da Misericórdia

Começa a publicação regular no Jornal de Sintra dos "Retratos" de Zé de Fanares.

28-I Jornadas de Teatro de Sintra, participando grupos como Os Filhos do Povo, de Montelavar, o Teatro da Sociedade, de Sintra, Masgiruz, de Queluz e outros, na Sociedade União Sintrense.

Maio

2-Nasce a Orquestra Regional de Colares, sob inspiração de David Tomás e Fernando Moreira.

Junho

4-No Palácio Valenças, decorre o I Colóquio de Etnografia da Região Saloia.

14-Abre o restaurante "
Tacho Real", na Vila Velha.
Valentim Catarino é presidente do Mem Martins Futebol Clube.

Julho

II Cortejo Histórico de Sintra.

Carlos Godinho Marques é presidente da Sociedade União Sintrense.

3- É assassinado o padre Alberto Neto.

19-PSD ganha em Sintra, nas eleições legislativas.

Anunciada a constituição da companhia de teatro do Chão de Oliva, que inclui o Teatro da Meia-Lua e a Escola de Iniciação ao Teatro.

Agosto

É constituída a Caixa de Crédito Agrícola de Sintra.

Setembro

11-I Bienal de Arte de Sintra.

17- Reúnem em Sintra os ministros europeus da Cultura.

23-II Congresso Internacional do Romantismo.

Outubro

9- Aprovado o Regulamento de Calçadas da Vila Velha

Novembro

27- É criado o Rádio Clube de Sintra.

A CMS adquire o Cineteatro Carlos Manuel.

Neste ano abre em Ranholas, na Quinta do Anjinho, a Escola Nacional de Bombeiros.
1988
Jaime Pereira Ramos é presidente do Hóquei Clube de Sintra.

Francisco Costa publica "
História da Quinta e Palácio de Seteais".
Janeiro

12- A japonesa
Aoki Corporation adquire a Quinta da Regaleira por 333.907.500 escudos.
Fevereiro

1-Pela lei 21/88 Algueirão-Mem Martins é elevada a vila.

José Pascoal é presidente da Junta de Colares.

Paulo Parracho é presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária de Santa Maria.

Inverno Amaral vence o 32º Rali das Camélias.

28- Abre na Abrunheira o restaurante "O Trilho"

Março

É criado o Instituto D. Fernando II.

Ana e António Sala actuam na Noite das Camélias.

O Teatro da Meia Lua apresenta em Lourel "
A Lenda da Nau Catrineta".
11- A assembleia da República aprova a criação da freguesia de Pêro Pinheiro(Lei 57/88)

26- I Mostra do Livro Português em Sintra.

Morre o escritor Francisco Costa.

É criado o Ten- Chi International, de George Stobbarts, na Várzea de Sintra.

Abre em Sintra a galeria "
Do Outro Lado do Espelho".
Afonso Rocha cria a Rádio Onda Cacém.

Maio

1-O GDC de Galamares vence a 1ª Estafeta do Litoral Saloio (Ricardo Frade, João Pereira, José Ribeiro, Joaquim Costa e Afonso Gordulho).

19-Constituída a AMTRES- Associação de Municípios para o Tratamento de Resíduos Sólidos.

24-Sintra gemina-se com a cidade marroquina de El Jadida (antiga Mazagão).O protocolo será assinado a 5 de Outubro.

Junho

Nasce a Rádio Onda Verde, em 100.6.

20- Reatadas escavações no castro eneolítico de Olelas, em Almargem do Bispo, por Eduardo Cunha Serrão e João Ludgero Gonçalves.

Julho

2-Inaugurado o 2º Bairro da CHESMAS.

Setembro

17- Incêndio nas fábricas Duraplás e Printer, em Mem Martins

As Nozes Douradas de Galamares ganham um prémio em Inglaterra.

Outubro

I Mercado de Teatro de Sintra.

Novembro

19- O Mem Martins Futebol Clube instala-se na Quinta do Recanto.

Reconhecida a utilidade pública do Grupo Coral de Queluz

A União Mucifalense é campeã do mundo por equipas de pesca no mar
1989
Hotel Lawrence´s-Início do projecto de recuperação da autoria do arquitecto Tiago Bradell e projecto decorativo da autoria de Maria Aura Troçolo.

Acordo com a Câmara Municipal de Sintra para cedência de um espaço tendo em vista a criação de um Museu do Brinquedo, abertura do Museu do Brinquedo na cave da Casa Cunha e Costa.

Obras de reabilitação da ala Norte e esquerda do Palácio de Seteais, com vista à sua adaptação a quartos do hotel; construção de uma passagem subterrânea entre as duas alas do hotel; restauro pinturas murais.

Aprovação do restauro exterior da igreja paroquial de São Martinho (participação no Programa Municipal "Coresintra").

Janeiro

31-A CMS lança a revista "
Sintria", orientada por Cardim Ribeiro.
Estreia a Orquestra de Câmara D. Fernando II.

Fevereiro

15-Pela portaria 105/89 são impostos condicionamentos construtivos junto ao rio Jamor

Março

Joaquim Santos vence o 33º Rali das Camélias.

José Valentim Lourenço encena "Bodas de Prata" na Sociedade Recreativa de Fontanelas e Gouveia.

14 de Março-Inauguradas as instalações da CMS no Cacém.

III Encontro de Teatro Amador do Concelho de Sintra.

Abril

22-O 1ºMinistro Cavaco Silva visita Casal de Cambra.

O Sport União Sintrense sobe à II Divisão Nacional.

Junho

É exibida na União Mucifalense a peça "
O Padre Piedade"
30-Pela lei 60/89 Pêro Pinheiro é elevada a vila

Julho

I Feira do Livro em Sintra.

O Teatro da Meia-Lua representa Portugal no Festival Mundial de Teatro Amador no Mónaco, com a peça "
Foi como é".
27-Incêndio na Peninha devasta a serra durante 5 dias

Setembro

Abre a delegação de Colares do Exército de Salvação.

Outubro

Aprovado o Elucidário Arquitectónico-Construtivo para o Centro Histórico de Sintra

Novembro

Abre a Escola Profissional de Recuperação do Património.

Começa a recuperação do Lawrence, sob projecto do arq.Tiago Bradell.

26- O Chão de Oliva apresenta "Comunidade" de Luís Pacheco no Casino.

Dezembro

17-João Justino é eleito presidente da Câmara como independente pela lista PSD/CDS, com 34% dos votos. A CDU obtêm 31% e o PS 29%.
1990
Reabilitação da fonte e lavadouro do Rio do Porto.

Janeiro

Descoberta uma necrópole medieval na igreja matriz de Colares.

No Carlos Manuel vai à cena
"Foi como é" com encenação de João de Mello Alvim
Roubadas imagens de S. António e S. Francisco do Convento dos Capuchos.

7-Toma posse a nova Câmara: João Justino, Rui Silva, Ferreira dos Anjos, João Carlos Cifuentes, Lino Paulo, Jaime da Mata, Felício Loureiro, Vera Dantas, Correia de Andrade, Álvaro de Carvalho e Pinto Simões.

Presidentes de Junta: Joaquim Veríssimo (Pêro Pinheiro) David Andrade (S. João das Lampas) Marco António Pereira (S. Pedro) Rogério Filipe (Montelavar) Guilherme Dias (Belas) Orlando Raposo (Algueirão-Mem Martins) João Pedro Miranda (S. Martinho) Carlos Duarte (Agualva-Cacém) António Caruna (Colares) Sérgio Soares (Queluz) Maria Alice Monteiro( Rio de Mouro) Joaquim Prego (Terrugem).

Fevereiro

4-I Trienal de Arquitectura de Sintra.

27-Inauguração do relvado do Sintrense.

Polémica em torno da instalação dos SMAS no edifício da cadeia comarcã.

Março

4- Constituição da cooperativa Veredas.

9-Acidente em Galamares com um autocarro da autarquia provoca 27 feridos.

100 Anos dos Bombeiros Voluntários de Colares.

No Carlos Manuel João de Mello Alvim encena "O Falatório do Ruzante"

Abril

Fundada a Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Mira Sintra

Maio

A população de Manique de Cima reclama contra a poluição provocada pela fábrica Herbex.

Após 30 anos de serviço, aposenta-se o cabo da GNR de Colares José Ricardo.

Junho

1-Fundado o grupo Amigos da Caça e Pesca de Colares

Julho

Fundado o grupo 19, de Sintra, da Amnistia Internacional

17- A fonte de Armés e o monumento megalítico de Pego Longo são classificados como imóveis de interesse público

Setembro

XXIX Congresso Nacional dos Bombeiros portugueses em Sintra.

Ao longo do ano degrada-se a relação entre o presidente Justino e o vereador Ferreira dos Anjos, originando sindicâncias à Câmara de Sintra, sendo que em Outubro o PSD lhe retira apoio político.

Outubro

Abre o mercado de S. Carlos em Mem Martins.

Dezembro

14-Ana Almeida e Silva torna-se directora do jornal de Sintra, agora propriedade maioritária da cooperativa Veredas.

O teatro da Veredas apresenta "
As Aventuras de D.Quixote", com Alfredo Brito e Pedro Wilson.
É fundada por Luís Filipe Sarmento e Leonor Tomé a Editora Tertúlia, dedicada exclusivamente à poesia, tendo publicado, por exemplo, as obras completas de Melo e Castro, Pedro Tamén, João Rui de Sousa e Luís Filipe Sarmento.
1991
Janeiro

1- Fundação da Orquestra Ligeira de Almoçageme

Ana Almeida e Silva directora do
Jornal de Sintra.
A Companhia da Veredas leva à cena na SUS "Aventuras de D.Quixote".
Rómulo Ribeiro é presidente da Assembleia Municipal.

João Melo Alvim, Filomena Oliveira e Luís Martins são colaboradores regulares do Jornal de Sintra.

No Carlos Manuel vai à cena "
Auto da Barca do Inferno"
Fevereiro

8-Hermínio Santos sucede a António Ferreira dos Anjos como presidente da secção de Sintra do PSD.

16- Morre num acidente o general Firmino Miguel, natural de Sintra.

José Miguel em Ford Sierra Cosworth vence o Rali das Camélias

21- A Câmara cede o Cineteatro Carlos Manuel ao Chão de Oliva.

Filipa Cavallieri, de Sintra, sagra-se campeã nacional de judo em menos 54 quilos.

Março

15-Gil Matias encena na UDR Sabuguense "
O Céu da Minha Rua" de Romeu Correia.
O grupo Pérola da Adraga leva em Almoçageme "Com a prata da casa".
Abril

13- Morre o advogado e oposicionista Sargo Júnior

22- Inauguração da pousada da juventude em Santa Eufémia.

Sérgio Luís Carvalho publica o seu livro "
Anno Domini 1348", mais tarde Prémio Ferreira de Castro.
Maio

O médico Pinto Coelho abre uma clínica de desintoxicação de drogas em Galamares.

Manuel Oliveira treinador do Sintrense.

O Palácio da Peninha é comprado pelo Serviço Nacional de Parques, Reservas e Conservação da Natureza por 90 mil contos, sendo 70% financiado por programa comunitário ENVIREG.

Aquisição da propriedade da Penha Verde por 2 firmas inglesas, cujo representante em Portugal é Paulo Lowndes Marques.

Julho

O Cardeal-Patriarca D. António Ribeiro faz uma visita pastoral a Sintra.

Inauguração do posto de turismo do Cabo da Roca.

Setembro

É apresentada a candidatura de Sintra a Património Mundial.

Outubro

8-Nasce a Comissão Instaladora da Associação de Reformados de S.João Degolado, na Terrugem

11- Classificação dos lapiás de Negrais e Granja dos Serrões pelo DL 393/91

O Chão de Oliva, orientado por João Melo Alvim inaugura um espaço no Cineteatro Carlos Manuel.O projecto de recuperação da Casa de Teatro de Sintra fica a cargo do Departamento de obras Municipais da Câmara, sobre direção do engenheiro Luís Peyssonneau Nunes e da arquitecta projetista Maria Teresa Machado.

Nas eleições legislativas o PSD vence em Sintra com 45%. Boicote eleitoral em D. Maria por causa do saneamento básico.

Novembro

23- É lançada a primeira pedra da igreja de S. Miguel.

29- I Festival de Cinema e Romantismo em Sintra, orientado por Vieira Marques. A Camélia de Ouro é entregue a "Rés do Chão" de Igor Monaieu, da URSS.

Dezembro

2-Fundação da Orquestra Ligeira da Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme.

Morre José Alfredo da Costa Azevedo.

A Candidatura de Sintra a Património Mundial é entregue na UNESCO.
1992
Janeiro

Fundada a associação juvenil A Ponte

Fundada a Associação dos Amigos de Monserrate

16- O Chão de Oliva apresenta "
Maçãs do Mar" no Carlos Manuel.
17- 4º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra.

Rui Cunha é provedor da Santa Casa da Misericórdia.

Março

Carmo Pais sucede a Manuel de Oliveira como treinador do Sintrense.

O Grupo Desportivo e Cultural de Galamares vence a V Estafeta dos Vidais, nas Caldas da Rainha.

Arranca a Universidade da Terceira Idade, na Portela de Sintra.

O teatro da Veredas apresenta-se no Ar Cénico, em S. Pedro, com encenação de Rui Paulo.

Abril

O Tribunal Administrativo declara a perda de mandato do presidente João Justino, substituído pelo vice presidente Rui Silva. Fausto Caiado sobe a vereador.

Carlos Godinho é presidente da Sociedade União Sintrense.

Maio

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Carlos Manuel "
Grande trabalho é viver", com encenação de Cândido Ferreira.
30- Inaugurado o Centro Internacional de Escultura de Pêro Pinheiro.

Junho

1- O Palácio de Seteais, Monserrate e o Paço da Vila são afectos ao IPPAR pelo DL 106F/92.

1- A ponte romana de Catribana é classificada como imóvel de interesse público pelo DL 26A/92

Gerald Luckurst recupera os jardins da Quinta da Penha Verde.

O Sport União Sintrense sobe à II Divisão, sendo Francisco Nunes presidente. A 12, Jorge Leitão assume como presidente.

24- Nasce a Associação de Reformados de S. João Degolado (Terrugem).

No Carlos Manuel vai à cena "
Um concerto em um acto para dois actores e duas marionetas"
28- Inaugurada a Igreja de Nossa Senhora da Paz, em Rio de Mouro.

Julho

3- Nasce o Fio d'Azeite, teatro de marionetas, com o espectáculo "
Concerto em um acto para dois actos e duas marionetas", encenado por José Ramalho.
Inaugurado o complexo de ténis de Lourel.

Inaugurado o complexo paroquial de S. Bento de Massamá

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Carlos Manuel "
O Falatório de Ruzante", com encenação de João Melo Alvim.
Polémica em torno da construção de um silo automóvel no Vale da Raposa.

Outubro

5- As cinzas de José Alfredo são inumadas no Castelo dos Mouros.

M. S. Lourenço recebe o prémio D. Diniz com a sua obra "
Os Degraus de Parnasso".
Fundado o Grupo de Teatro Os Audazes, nos Bombeiros de Agualva Cacém

28- Nasce o Núcleo Sportinguista de Almoçageme

A vereadora da CDU Vera Dantas passa a independente.

Dezembro

João Melo Alvim e a Companhia de Teatro de Sintra apresentam no Carlos Manuel "
A Fé nos Amores".
4- Constituída a Associação de Professores de Sintra.

Fundado o grupo de teatro Pérola da Adraga, que leva à cena a peça "
Com a prata da casa"
1993
Janeiro

No Carlos Manuel, Nuno Pinto e o Teatro da Meia Lua apresentam "
Sopinhas de Mel".
I Colóquio de História de Sintra no Palácio da Vila.

Fevereiro

9- O presidente Mário Soares realiza uma presidência aberta em Sintra.

11- Começa a publicar-se o semanário "
A Pena" dirigido por Rui Teixeira.
27- Abre o mercado de Rio de Mouro.

Março

O Grupo de Teatro do Mem Martins Sport Clube ganha a 5º edição do festival de teatro amador do concelho de Sintra com "
O Vagabundo das mãos de ouro" de Romeu Correia
Abril-

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
Quando passarem cinco anos"
Inaugurado em Rio de Mouro o campo de jogos "António Carraça da Silva"

Maio

6-Feira Medieval na Vila Velha

15- O Clube Atlético de Queluz sagra-se campeão nacional de basquetebol da II Divisão

16- O Galamares vence o Grande Prémio do Ambiente da CMS, que decorre em Mem Martins. Norberto Alves primeiro classificado

20- Rio de Mouro elevado a vila.

22- Os Bombeiros de Sintra e Colares são agraciados com a Ordem do Infante D. Henrique

António José Melo sucede a Cipriano Santos como presidente da direcção do Hockey Clube de Sintra

29- O Hóckey Clube de Sintra regressa à I Divisão.

Junho

5- Andreia Cavallieri, de Sintra, sagra-se campeã do mundo de judo escolar na categoria de -66 quilos

8- Pela portaria 13/93 o rio de Colares fica sujeito a condicionamentos construtivos nas suas imediações

10- Dia de Portugal em Sintra, com a presença do Presidente da República, Mário Soares.

12- Inauguração das piscinas de Ouressa

17- No Carlos Manuel, a Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
A Birra do Morto".
Na Estefânea abre o restaurante Cintrália
25- III Encontro Nacional de Espeleólogos em Sintra

Julho

9- I Bienal de Artes Plásticas de Belas

28-Constituída a Associação de Reformados da Assafora, Cortesia e Cabrela

Setembro

Inaugurado o mercado do Mucifal.

Outubro

3- Inaugurado o pavilhão desportivo da Abelheira, na Urbanização da Fonte das Eiras

5- Após um encerramento de 5 anos, reabre a casa-museu Leal da Câmara

Novembro

1-Inaugurado o bairro de Varge Mondar

II Trienal de Arquitectura.

10-Inaugurado o Hotel da Penha Longa.

26- Os SMAS abrem as suas instalações na Portela de Sintra

30- O chalé da Condessa, na Pena, e o conjunto megalítico da Barreira, são classificados de interesse público

Fundação do grupo Acusa Teatro.

O grupo Fio d'Azeite apresenta "
Histórias em Castelo"
30- Pelo DL 45/93 o Palacete Pombal, em Queluz, é classificado como monumento nacional.

Dezembro

8- Inaugurado um busto de José Alfredo no Palácio Valenças.

12- Nas eleições autárquicas, Edite Estrela, do PS, vence com 34,6% dos votos, a CDU tem 28,8%, o PSD 27%, o CDS perde o único vereador.

Vereação eleita: Edite Estrela, Herculano Pombo, Álvaro de Carvalho, Pinto Simões (PS) Lino Paulo, Baptista Alves, Jaime da Mata e Felício Loureiro (CDU) Rui Silva, Viegas Palma e Estrela Ribeiro (PSD). Fernando Reino presidente da Assembleia Municipal

Nas juntas, vencem Rogério Moura (Algueirão-Mem Martins) Mário Pedroso (Almargem do Bispo) Sebastião Antunes (Cacém) Alfredo Soares (Colares) Guilherme Dias (Belas) Vasco Dias (Montelavar) Carlos Parreiras (Pêro Pinheiro) Célio Toste (Queluz) Alice Monteiro (Rio de Mouro) Manuel Duarte (S. João das Lampas) João Pedro Miranda (S. Martinho) António Pombal (S. Maria e S. Miguel) António Paulos (S. Pedro de Penaferrim) e Joaquim Prego (Terrugem)
1994
Janeiro

7-Posse do executivo de Edite Estrela. Fernando Reino é presidente da Assembleia Municipal.

Fevereiro

Inaugurado em Pêro Pinheiro o monumento ao canteiro e o quartel da GNR.

O Teatro da Meia Lua apresenta no Carlos Manuel a peça "
Médico à Força".
10- Abre a fábrica da Wurth na Abrunheira.

Manuel de Oliveira é treinador do Sintrense.

Edite Estrela realiza presidências abertas nas freguesias.

Março

11- Publicado o Plano de Ordenamento do Parque Natural Sintra-Cascais.

Abrem as instalações de "
Os Patarecos" na Várzea de Sintra.
O Acusa Teatro, do Sabugo, apresenta "Era feliz e não sabia"
Abril

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
O Mistério da Estrada de Sintra"
Maio

2- Abre o Centro de Emprego de Sintra.

Junho

2- O Sintrense volta a descer de divisão, no dia em que assume a presidência Luciano Ferreira dos Anjos.

5-Inaugurada a igreja de Nossa Senhora da Fé, em Monte Abraão

Sai o primeiro número da revista "
Vária", da Câmara Municipal, Gabinete de Estudos Históricos e Documentais, dirigido por Eugénio Montoito e com João Rodil e Ricardo Alves no Conselho de Redacção.
18-Inaugurado em Nafarros o pavilhão da UDCN.

Fernando Peres treinador do Sintrense.

25-Inaugurado em Lourel o quartel dos Bombeiros Voluntários de Sintra.

29- I Feira de Comércio e Indústria de Sintra, em S. Pedro

Julho

9-"
Então já lá foi" vai à cena no Carlos Manuel
Francisco Janelas presidente do Grupo Desportivo de Queluz

Nas Casas Novas, nasce a Escola de Natação "Os Pinguins"

Agosto

5-Noites de Bailado em Seteais

26- II Festival Internacional de Folclore, na Terrugem

Setembro

4- Bailado em Queluz, com temas de Vivaldi

10-Inaugurado o quartel dos Bombeiros de Montelavar.

18- A Sociedade União 1º de Dezembro campeão distrital da II Divisão em futebol

No Sintra-Cinema decorre o Congresso "
Sintra rumo ao futuro"
Aprovada a urbanização da Quinta Verde em Nafarros, de Livia Tirone, polémico projecto de arquitectura bioclimática

Outubro

O grupo de teatro Tapafuros encena no Progresso Clube "
Diálogo e Aleluia Erótica".
9- A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "O Auto da Índia".
Surto de gastroenterite em Sintra.

Américo Marques Francisco presidente do Atlético Clube do Cacém (até 2003)

Ferreira dos Anjos abandona o Sintrense, Fernando Morais Gomes presidente interino.

Novembro

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
Não se paga! Não se paga!"
O Acusa Teatro, do Sabugo, apresenta "Meu rico dinheiro"
Dezembro

1- Inaugurado o pavilhão do Hockey Clube de Sintra em Monte Santos

21-Adriano Filipe presidente do Sintrense.
1995
Janeiro

12-Entregues 55 casas do PER-Plano de Erradicação de Barracas

27- O Grupo Desportivo de Queluz e o Clube Recreativo de Massamá decidem a fusão, sob influência de José Libório

Fevereiro

2- Inauguração da Jaba Farmacêutica, na Abrunheira

O PSD renuncia aos pelouros na Câmara. Viegas Palma passa a independente.

Daúto Faquirá treinador do Sintrense.

Regressa o Sport União Colarense, dirigido por José Feixeira, depois dum interregno entre 1988 e 1994.

Março

O Acusa Teatro, de José Sabugo, apresenta "
As bruxas não são boas nem más, mas são... mais fortes".
A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "A Lamentação da Mula e Outras".
Fundação da companhia de teatro Teatrosfera.

Inaugurado o Centro de Cultura e Desporto (CCD) da CMS.

26-XI Congresso Mundial de Poetas, coordenado por Luís Filipe Sarmento, com a presença do presidente Mário Soares na abertura e encerramento.

Inauguradas as instalações do CCD da CMS na R. Câmara Pestana

Abril

2417 fogos habitacionais são transferidos do IGAPHE para a Câmara de Sintra

Maio

Sintra gemina-se com a cidade de Brava, em Cabo Verde.

Graça Afonso encena "
O Castiçal" no Teatro da Meia Lua.
Inaugurada a pousada D. Maria I em Queluz.

Inaugurado o troço do IC-16 entre Ranholas e Lourel

Restauro do edifício dos Bombeiros Voluntários na Vila.

Junho

Nasce o Real Futebol Clube, da fusão do Grupo Desportivo de Queluz e do CDR Massamá.

3- Inaugurada a escola dos 2º e 3º ciclo de Casal de Cambra

9- Morre a figura emblemática de Colares Amílcar Augusto Gil, dono da "
Casa dos Frangos"
18-Inaugurada a nova igreja de S. Miguel.

21-Inaugurado o Hospital Amadora-Sintra

21-Mikail Gorbatchev visita Sintra.

28- Mais 83 casas são entregues ao abrigo do Programa PER de erradicação de barracas

29- III Feira do Livro de Sintra

30- João Patrício preside aos Recreios do Algueirão

Vai à cena "
A Surpresa do Amor" encenado por João de Mello Alvim
João Rodil apresenta o seu livro "Serra, Luas e Literatura"
Julho

Abre a biblioteca de Rio de Mouro.

2- Morre o benemérito de Sintra comendador Nunes Corrêa

7- Fernando Cunha sucede a António Paulos na presidência do 1º de Dezembro

Inauguração da igreja paroquial de Agualva

Agosto

Criação do Real Massamá, por junção do Grupo Desportivo de Queluz com o Grupo Desportivo e Recreativo de Massamá.

O futebol feminino regressa ao 1º de Dezembro.

Setembro

20-Inaugurado o
Fitares Shopping
23- José Libório eleito presidente do Real de Massamá, após a fusão

23-Inauguração da igreja da Azóia

Abre em Sintra a loja Ventisca

24- Inaugurada a estação ferroviária Queluz-Massamá.

Outubro

1- Após 8 anos, o padre Delmar Barreiros deixa a paróquia de Rio de Mouro

1- Eleições legislativas. Em Sintra o PS ganha com 45,8%, PSD 27,8%, CDU 11,8%, CDS 9,0%.

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
O Urso" de Ttchekov, e "O Auto da Índia", com encenação de João de Mello Alvim
Novembro

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
Hamlet, sete cenas de um golpe".
22-Colóquio Internacional Eça de Queirós, por ocasião dos 150 anos do seu nascimento.

Dezembro

7- Sintra elevada a Património da Humanidade na categoria Paisagem Cultural.

9- Um incêndio na Vila Velha desaloja 18 pessoas

A Santa Casa da Misericórdia de Sintra abre o Centro de Dia Rui Cunha

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "As irmãs travesseiro
", com encenação de Joaquim Nicolau
Neste ano, o Cénico do Mucifalense leva à cena "A Bisbilhoteira"
1996
Janeiro

Nas presidenciais, Jorge Sampaio arrecada 53,8% dos votos em Sintra contra 46,1% de Cavaco Silva.

26- Silva Carvalho é presidente da Associação de Comerciantes.

Março

6-A Capela da Misericórdia de Colares e o Palácio do Ramalhão são classificados como imóveis de interesse público pelo DL 2/96

6- Fundado o Lions Clube de Sintra, preside Maria Eduarda Delgado

8- A Câmara entrega 85 fogos do PER em Casal de Cambra.

13- Augusto Raposeira abre a livraria Astrolábio em Mem Martins.

Arrancam em Belas as obras do Belas Clube de Campo, promovidas pela empresa Planbelas.

Apresenta-se pela primeira vez o Utopia Teatro no Bar Tópico, em Sintra, com a peça "
O Dia da Iguana".
28- O novo presidente, Jorge Sampaio, visita Sintra no Dia Nacional dos Centros Históricos.

Abril

12-O grupo de teatro Os Jotas apresenta "
A Louca de Chaillot " na Escola Secundária Ferreira Dias, no Cacém.
A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "Amor de Perdição".
Jorge Trigo substitui Fernando Reino como presidente da Assembleia Municipal de Sintra.

Maio

1- Inaugurado o Centro Social e Paroquial de Algueirão Mem Martins

A TV Cabo chega a Sintra

VII Festival de Teatro Amador de Sintra. Participam entre outros o Núcleo de Teatro e Animação da Sarrazola, os Lordes do Caos, da Escola Secundária de Mem Martins, dirigidos por Eurico Leote, a Cena Aberta, de Rio de Mouro, ou os Jovens Alegres, da Maceira.

16- Publicada no Diário da República a manutenção em vigor do Plano de Urbanização de Sintra (Groer) de 11 de Novembro de 1949

17- Classificação da vila romana de Santo André, em Almoçageme, como imóvel de interesse público

20- Fórum Internacional Educação para a Não Violência, em Sintra.

Junho

12-Festival do Monte da Lua na Quinta D. Diniz em S. Pedro.

O edifício do Centro de Arte Moderna é recuperado no antigo Casino segundo projecto do arq. João Paciência, sendo efectuado um protocolo para albergar parte da colecção do empresário Joe Berardo.

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
Corpo Amativo".
Inaugurado o Mercado de Casal de Cambra

13º Grande Prémio de Galamares em atletismo.

Joaquim Valadas é presidente do Mem Martins Sport Club e António José Melo do Hockey Clube de Sintra.

17- É assinado o contrato de empreitada para a construção do novo edifício municipal na Portela.

Julho

2- Entregues mais 153 fogos no âmbito do PER em Casal de Cambra e no Casal de S. José

5-Lançada pelo 1ºministro Guterres a primeira pedra do novo edifício municipal na Portela de Sintra

Lançadas as obras da ETAR da bacia de Colares, Sistema 2

19- Maria Almira Medina lança o seu livro "
Sem moldura".
O grupo Fio d’Azeite apresenta "As aventuras do Gorro Vermelho e os fãs tosse"
25- Assinado o protocolo para aquisição de 14 autocarros, um para cada freguesia, num valor de 380.000 contos

O infantário "
Papoila" instala-se no Bairro de S. Carlos
Agosto

10- Os Tapafuros apresentam no Parque Central de Massamá "
Aventura suburbana".
Setembro

Moradores de Lourel protestam contra a construção da nova igreja numa zona residencial.

A Universidade da 3º idade instala-se na Portela de Sintra

A Câmara e o empresário Joe Berardo assinam um protocolo para instalação de parte da colecção deste no futuro Centro de Arte Moderna

Outubro

Exposintra em Pêro Pinheiro.

Inaugurada a escola do 1º ciclo nº1 do Cacém.

20-Inaugurado o monumento ao bombeiro em Queluz

31-Abre o Centro Comercial Satélite, no Cacém

Cândida Cunha expõe no Museu Regional de Sintra

Novembro

O IPPAR classifica como de interesse público a Quinta do Relógio.

O vereador do PSD Viegas Palma passa a independente.

X Edição do Grande Prémio do Fim da Europa dominado pelo Galamares, vencendo João Caldeira. Também esse mês Ricardo Frade do Galamares vence a VI Maratona Popular Cidade de Badajoz.

Abre o Driving Range, escola de golfe, na Ponte Redonda, Galamares

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
Quantas Artes, Quantas Manhas".
20- O grupo de teatro Os Audazes, do Cacém, apresenta a peça "O Homem da Massa"
28- A Sobreira dos Fetos junto à Quinta do Relógio é classificada de interesse publico

Dezembro

20- Abre em Mem Martins o primeiro restaurante McDonald's do concelho de Sintra

21- Morre a Marquesa Olga de Cadaval

O Teatroesfera apresenta "
Caixa Preta" no Real Sport Clube de Massamá.
Abre anexo à Sociedade União Sintrense o restaurante "Pátio da Vila"

Formado o Clube de Natação Pinguins Sintra Litoral, em Casas Novas
1997
Janeiro

O escritor sintrense Sérgio Luís Carvalho edita "
As Horas de Monsaraz".
Agitação laboral na fábrica da Melka, no Cacém, por causa das 40 horas semanais.

Por essa altura avança a ritmo galopante a urbanização de grande parte do concelho, com empreendimentos como a Quinta da Beloura, Urbanil, Tapada das Mercês, Quinta da Barroca, Fitares, Rufinos, etc.

Gil Andrade é presidente do Atlético de Queluz

30- II Colóquio de História de Sintra, promovido pela Associação de Professores de Sintra e a cooperativa Veredas.

Fevereiro

1- Em Fontanelas vai à cena a revista "
O Fim da Macacada".
14- O Convento de Sant'Ana de Colares classificado como de interesse público

17- Inaugurada em Pêro Pinheiro a Casa das Cenas do grupo Acuso Teatro, com a peça "
Ensaio... Poético..."
Artur Bual expõe na Galeria de Fitares

Março

12-Assinado o contrato pelo qual a autarquia adquire a Quinta da Regaleira por 380.000.000 escudos.

17- Trabalhadores da autarquia e dos SMAS protestam contra o regime de carreiras e o subsídio de risco.

20- José Manuel Cosme eleito presidente do Hockey Clube de Sintra

20- Morre na casa onde hoje é o seu museu, aos 88 anos, o escultor Pedro Anjos Teixeira.

22- Decorre mais um Baile das Camélias na SUS.

Abril

O vereador socialista Álvaro de Carvalho deixa o executivo municipal.

4- Arranca o 8º Festival de Teatro Amador de Sintra

6- Inaugurada a extensão do Centro de Saúde de Negrais

24- O Acusa Teatro, do Sabugo, apresenta a peça "
Meu amor é traiçoeiro"
25- O Grupo de Teatro Absurdo, da Escola Secundária de Mem Martins apresenta a peça "Desconserto"
Maio

5- As jazidas de icnofósseis de Carenque são classificadas como monumento nacional

17-Abre portas o novo Centro de Arte Moderna.

Junho

20- Queluz é elevada a cidade (Lei 88/97) e Colares elevada a vila ( Lei 78/97)

Assinado acordo de geminação entre Sintra e o Lobito, Angola.

Julho

Festa da Língua Portuguesa.

12- Criadas as freguesias de Massamá, Monte Abrãao e Casal de Cambra

O advogado José António Barreiros apresenta a candidatura à Câmara pelo PSD

12- Edite Estrela anuncia a recandidatura à Câmara

No Estúdio 2M, a Companhia de teatro de Sintra apresenta "
A Mulher do Meio" com encenação de João de Mello Alvim
José Ruy lança um álbum de banda desenhada dedicado a Sintra.

17- A primeira dama dos EUA, Hillary Clinton visita as obras da escola americana, no Linhó

24-Belas volta a obter o estatuto de vila

25- Feira do Livro de Queluz

26- Festival de Folclore Luso-Espanhol, no Sabugo

28- O Utopia Teatro apresenta a peça "
Tonitruante", junto com o teatro madrileno Tinto Teatro.
Agosto

2-Cortejo histórico de Belas

30- No aniversário do Hockey de Sintra, o presidente Jorge Sampaio é homenageado e inaugura o museu do clube

Setembro

6-XIII Festival de Folclore de Mem Martins

Geminação de Sintra com a cidade japonesa de Omura

16- Retomada a circulação do eléctrico entre o Banzão e a Praia das Maçãs, concessionado à empresa Stagecoach.

20- II Festival da Vitela, em Colares

23- Inaugurados os novos edifícios da junta e centro de dia da Terrugem.

Outubro

2- Decorre em Pêro Pinheiro mais uma edição da Exposintra.

4-Sarmento de Matos lança o seu livro "
História do Casino ou os equívocos de um tempo sintrense"
Abre a variante à EN 250 que elimina as curvas da Idanha

11- Inaugurado o novo pavilhão da União Mucifalense.

11- Inaugurado o Centro Comercial de S. Marcos

18- Inaugurado o Infantário Popular de Sintra, na Portela.

31- Inaugurada a Casa da Juventude na Tapada das Mercês.

31- Inaugurado o Centro de Dia da Associação de Reformados de Covas de Ferro.

Novembro

O eléctrico circula agora já entre a Ribeira e a Praia das Maçãs.

8-Inaugurado o Museu do Brinquedo

11- Inaugurado o complexo da União Mucifalense

11-Inaugurado o Mercado de Mira Sintra.

11-Inaugurada a Biblioteca de Agualva

16- Inaugurado o Centro de Dia de S. João das Lampas e o Centro Social de Pêro Pinheiro pelo primeiro ministro António Guterres

O Teatrosfera apresenta "Smog" no Real de Massamá.

22- Inauguradas as piscinas dos Bombeiros Voluntários de Colares

29- Inaugurado pelo ministro do Ambiente, José Sócrates, o novo edifício do Departamento de Urbanismo, na Portela de Sintra

Dezembro

3- Doação à CMS do espólio literário de Luís Almeida Braga.

Os Tapafuros encenam "Veado Florido
", apesar de não terem um espaço próprio para apresentar a peça.
8- É inaugurado o busto de Zé Alfredo junto ao Palácio Valenças.

No 2M em Mem Martins, o Fio d'Azeite apresenta "
O Gato das Botas".
14- Eleições autárquicas. Edite Estrela reeleita com 48,6% dos votos e 6 vereadores (alem dela, Herculano Pombo, Paiva Nunes, Rui Pereira, Paula Alves e Viegas Palma),a CDU com 23,1% e 3 vereadores (Lino Paulo, Baptista Alves e Jaime da Mata) o PSD com 18,7% e 2 vereadores (Matos Manso e Luís Patrício, o cabeça de lista, José António Barreiros renunciou.

O CDS, encabeçado por Celeste Cardona não elegeu qualquer vereador. Acácio Barreiros presidente da Assembleia Municipal.

Nas juntas de freguesia, eleitos Guilherme Dias (Belas) Nunes dos Santos (Algueirão-Mem Martins) Fátima Campos (Monte Abraão) Victor Saraiva (Massamá) José Elias (Casal de Cambra) Adriano Filipe (S. Martinho) Alice Monteiro (Rio de Mouro) José Portelinha (S. João das Lampas) Teodora Freire (S. Maria e S. Miguel) Joaquim Prego (Terrugem) Sebastião Antunes (Cacém) Mário Pinto (Almargem do Bispo)

Na junta de S. Martinho, além do presidente, Adriano Filipe, constituem o executivo José Luís Furtado, José Vicente Chaves Lopes e António F.Azevedo.
1998
Janeiro

Rogério Carapinha director do Jornal de Sintra.

Posse do novo executivo de Edite Estrela.

23-Abre em Ouressa o polo de Sintra da AERLIS

25-Eduardo Lacerda Tavares provedor da Santa Casa da Misericórdia.

28- Manuel do Cabo eleito presidente da Associação de Comerciantes de Sintra

30- O grupo Utopia Teatro, fundado por, entre outros, Nuno Vicente, apresenta-se nos Aliados, em S. Pedro, com a peça "
Um Esgar"
31- Inauguração da nova sede do Grupo Coral de Queluz, no Espaço Lavadouro.

Fevereiro

4- Eleitos os novos corpos sociais da cooperativa Veredas, com Lino Paulo como presidente.

Março

3- I Encontro Camiliano de Sintra

8- A equipa feminina do JOMA torna-se campeã nacional de corta-mato

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Espaço 2M em Mem Martins a peça "Acabar de vez".

14- Inaugurado o Centro de Convívio da Terceira Idade da Associação de Solidariedade Social das Mercês

20- José Eduardo Tomás presidente do Mem Martins Futebol Clube

26- Pela portaria 203/98 é publicado o Plano de Pormenor de Salvaguarda do Bairro Almeida Araújo em Queluz

27- Inicia-se o IX Festival de Teatro Amador de Sintra

29- Emílio Correia presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários de Queluz

Abril

O grupo de teatro Absurdo apresenta na Escola Secundária de Mem Martins a peça "
Fernando, talvez Pessoa"
Durante uma semana, os trabalhadores dos SMAS fazem uma greve por conquista de direitos.

10- Após 60 anos, a procissão do Senhor dos Passos realiza-se nas freguesias de S. Martinho e Santa Maria e S. Miguel

18- O Hockey Clube de Sintra regressa à I Divisão Nacional

23- Abre a biblioteca municipal da Tapada das Mercês

26- O Sport União Sintrense, com Daúto Faquirá como treinador, sobe à II Divisão B após um jogo com o Atlético da Malveira.

Maio

1-O Mucifalense sagra-se campeão do mundo de pesca

O Prémio Gazeta 97 da imprensa regional é atribuído ao Jornal de Sintra.

26- A Câmara Municipal compra a antiga fábrica da Messa em Mem Martins por 810.000 contos ( 4 milhões de euros).

30- Dia de Sintra na Expo 98

30- III Feira do Artesanato de Agualva-Cacém

Junho

5- A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Espaço 2M em Mem Martins a peça "
Amor Obscuro".
Abre ao público a Quinta da Regaleira.

20-Abre o gabinete de apoio ao empresário de Agualva-Cacém

A peça "
Aurora da minha vida" do Grupo Cénico da União Mucifalense vence o IX Festival de Teatro Amador de Sintra
27- O Hockey Clube de Sintra campeão nacional da II Divisão.

28- No referendo sobre a despenalização do aborto, o "sim" vence em Sintra com 72,8%.

Julho

5- O vereador Herculano Pombo sofre um acidente de ultraleve em Chaves e fica em perigo de vida.

11- III Trienal de Arquitectura.

O grupo de teatro Fio d'Azeite leva à cena "
A Bandeira Azul" com encenação de Nuno Correia Pinto
Agosto

14-A equipa de Sintra representa Portugal nos Jogos Sem Fronteiras em Trento, Itália.

Setembro

2-A queda de uma placa mata 2 operários nas obras de construção do hipermercado Feira Nova no Alto de Forte (Rio de Mouro).

Festas de Nossa Senhora do Cabo em S. João das Lampas.

Outubro

Exposintra na Base Aérea nº1 na Granja do Marquês.

9- Assinado o acordo de geminação de Sintra com Honolulu.

Novembro

8- No referendo sobre a regionalização, Sintra vota no "não" com 72, 8%, apesar de menos de 50% dos inscritos terem exercido o direito de voto.

No Estúdio 2M em Mem Martins vai à cena "
Desconsertos" pela Companhia de Teatro de Sintra, e o grupo Fio d'Azeite apresenta também "Estórias de D. Roberto"
Dezembro

8-Inauguração da igreja de Vila Verde.

28- Morre o antigo vereador Felício Loureiro

A escritora sintrense Filomena Marona Beja edita "
As cidadãs".
1999
Janeiro

18-Inês Ferro directora do Palácio Nacional de Sintra

Lançado o CD "
Sintra" do compositor Rui Serôdio
23- Fundado o Moto Clube do Mucifal

Fevereiro

19-Abre ao público o Centro de Saúde do Cacém

20- Inaugurada a ampliação do quartel dos Bombeiros Voluntários do Cacém

Março

9- O primeiro-ministro António Guterres vem a Sintra anunciar a construção do novo hospital.

12- VII Mostra de Teatro nas Escolas.

Fundação da companhia do Teatromosca.

José Manuel Cosme é reeleito presidente do Hóckey Clube de Sintra.

Inaugurado o supermercado Modelo, em Lourel

27- Estreia o novo relvado do Real de Massamá

27- XVI Grande Prémio de Galamares

31- A Assembleia Municipal de Sintra aprova o Plano Director Municipal

Abril

12- Benazir Butho vem a Sintra a um colóquio sobre poder no feminino.

22- IX Colóquio Infanto-Juvenil e o ensino

Maio

Um incêndio num lar de idosos em Mem Martins mata 8 pessoas no Lar Coração de Maria

21- O presidente Jorge Sampaio inaugura o Centro de Acção Comunitária Tomé de Barros Queiróz, da Santa Casa da Misericórdia.

23- Lançada a primeira pedra do Centro Paroquial da Terrugem

23- II Festa da Língua Portuguesa.

23- Ao garantir o 2º lugar na II Divisão Zona Sul, a equipa de hóquei da União Desportiva e Recreativa de Nafarros sobe à I Divisão Nacional

Filomena Oliveira encena "
Toma lá O'Neill" no 2M em Mem Martins
30- Inaugurado o nó Fervença- Montelavar da Via de Cintura

Junho

13-Eleições para o Parlamento Europeu, em Sintra o PS alcança 44,6%

15- Fogo no Rio da Mula destrói 22 hectares de mata

22- Abre o hipermercado Feira Nova.

25- Morre o antigo vereador João Carlos Cifuentes

Julho

14-Um incêndio destrói o Chalé da Condessa, no Parque da Pena.

14- O presidente da Sociedade União Sintrense morre num acidente no Gerês.

O Teatro Tapafuros apresenta no Centro Histórico "
Um corvo de ténis..na rua", com encenação de Rui Mário.
31- O grupo de teatro Byfurcação apresenta a sua primeira peça "Até às cinzas", de Joaquim Murale. Neste ano apresentarão ainda "Sopinhas de Mel" e "Sim, Senhor!"
Setembro

11- Lançada a primeira pedra da igreja de Santo António na Abrunheira.

11- Inaugurado o Museu de S. Miguel de Odrinhas.

13- Inaugurada a Casa Dorita Castel-Branco.

18-Festas de Nossa Senhora do Cabo em Montelavar.

30-É criada a Liga dos Amigos dos Capuchos.

Outubro

4- É publicado no Diário da República o Plano Director Municipal de Sintra.

7-O teatromosca apresenta "
Ser Bom", com encenação de Paulo Campos dos Reis
10- O PS de António Guterres vence as eleições legislativas, no país e em Sintra.

15- Decorre a Teatríada, promovida pela Casa das Cenas.

15- Abre a Casa de Teatro de Sintra.

18- A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "Gaveta de Sonhos".

Novembro

Reabre o Hotel Lawrence.

27- O Espaço 2M em Mem Martins é entregue aos Tapafuros, que aí apresentam a peça "
Estória da gaivota e do gato que a ensinou a voar"
Dezembro

Decorre a Exposintra nas antigas instalações da Messa em Mem Martins.

9-O Teatrosfera apresenta "
O erro humano" no Real de Massamá.
Durante o ano decorre em Sintra a rodagem de cenas do filme "A Nona Porta" de Roman Polanski com Johnny Depp
2000
Janeiro

3- Depois de 16 anos, José Manuel Conceição passa o lugar na direcção dos Bombeiros Voluntários de Sintra a Manuel Terraquente.

O grupo de teatro Byfurcação apresenta no Mem Martins Sport Club a peça "
2Mythos- o Diálogo".
15- Duarte André presidente dos Bombeiros de Queluz

18- O pintor Ernesto Neves abre um espaço/atelier em Sintra

21- Constituída a empresa Sintrolândia para gerir o futuro Parque Temático, na Granja do Marquês ( que nunca chegou a ser construído)

21-Fernando Pereira presidente da Sociedade União Sintrense

É inaugurada uma nova ETAR nas instalações da Resiquímica, em Mem Martins.

A Câmara de Sintra e a empresa Stagecoach rescindem o contrato pelo qual a segunda explorava a linha do eléctrico de Sintra entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs

É anunciada a pedonalização da Estefânea, com projecto do arquitecto Jesus Noivo, bem como que as obras do novo Parque Temático, em Campo raso, iriam ter início no fim do ano…

Fevereiro

O teatro virtual que estivera no Pavilhão do Japão na EXPO 98 é inaugurado no Parque da Liberdade.

1-Morre Sérgio Soares, presidente da Assembleia de Freguesia de Queluz e antigo presidente dessa Junta

4- Na Escola Secundária de Mem Martins, o Teatro Absurdo apresenta "
A Birra do Morto"
7- Falece o poeta-cavador do Mucifal, José Fernandes Badajoz

13- É inaugurada a igreja de S. Bento de Massamá

14-É interdito o estacionamento de carros no largo fronteiro ao Palácio da Vila

24- O presidente da Junta de Freguesia de Queluz, Armando Santos, falece sob suspeitas de má assistência hospitalar, três semanas depois de ter sucedido a Sérgio Soares. Sucede-lhe Barbosa de Oliveira

Março

2-Decorre na sociedade "
Os Aliados" o tradicional carnaval caracolinho
4- No Progresso Clube o grupo Aí a Dança! apresenta a obra "Sintonias"
Vai à cena na Casa de Teatro de Sintra "O Amor também passa pelo Estômago" de Pedro Estorninho
Decorre uma luta laboral entre os trabalhadores do sector da recolha de lixo e a CMS

17-O Chão de Oliva promove uma tertúlia para discutir o problema do urbanismo

19- Decorre o 17º Grande Prémio de Galamares, sendo vencedor Jonas Hagelin, de Pego Longo

21- O presidente Jorge Sampaio é agraciado com o emblema de 50 anos de sócio do Hockey Clube de Sintra

25-Decorre na SUS o Baile das Camélias

25-O grupo Byfurcação apresenta no Mem Martins Sport Clube a peça de António Júlio Valinho "
Noite Branca"
Abril

1-Criado o Movimento Cívico em defesa do Parque Natural Sintra-Cascais

1-Inicia-se o XI Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra

2- Lançada a primeira pedra do Centro Paroquial e Social do Cacém

14- É lançado pelo 1º Ministro António Guterres o Programa Pólis do Cacém, prometendo-se o fim das obras para 2004

17-A Assembleia Municipal de Sintra aprova a criação da HPEM

20- Decorre o 3º Grande Prémio M.R.Cortez em ciclismo

28- O secretário-geral do PCP, Álvaro Cunhal, participa numa sessão na Escola Secundária Ferreira Dias

30- Inaugurada a nova igreja de Anços

A Assembleia Municipal de Sintra aprova a criação da Polícia Municipal

Luís Martins vence o Prémio Círculo de Leitores com a obra "
A visão de Túndalo em Eça de Queirós"
Maio

4-Alunos da Escola Secundária de Mem Martins fecham a escola, reclamando a construção do polidesportivo

No Espaço 2M, em Mem Martins, o Tapafuros leva à cena "
Falatório de Ruzante de volta da Guerra" (viria a ganhar o prémio de melhor espectáculo na classe drama do XI Festival de Teatro Amador)
11- Greve estudantil nas escolas de Sintra contra a revisão curricular

11- III Encontro de Educação de Sintra

17- É apresentado o Projecto SIS Sintra, visando regular o estacionamento e trânsito no centro de Sintra, protocolado em 7 milhões de escudos com a empresa FKC

O Sporting de Lourel sobe à III Divisão e o Hóckey Clube de Sintra desce para a 2ª

28- Inaugurada pelo 1º Ministro António Guterres a Porta da Estefânea

31-Celebra-se com a FPF a escritura para a construção da Casa das Selecções em Almargem do Bispo (até hoje…)

O Grupo Cénico do União Mucifalense apresenta "
O Cravo Espanhol" com encenação de Fernando Louro
Junho

1-Decorre na Quinta do Mar, Almoçageme, o Sintranima

9-O 1º Ministro António Guterres anuncia a criação da empresa Monte da Lua para gestão da Pena e Monserrate, sendo presidente o biólogo Paulo Serras Lopes. A empresa fora criada em Conselho de Ministros de dia 1.

10-Abre em Sintra a livraria "
Chá no Deserto", gerida por Rui de Freitas, perto da estação
A União Mucifalense e "O Cravo Espanhol" ganham o prémio de melhor comédia no XI Festival de Teatro
A equipa feminina do Hóquei Clube de Sintra sagra-se campeã nacional de hóquei em patins

Luís Filipe Sarmento lança "
A Vida Social dos Ocultistas"
Lançado o livro "Estudos Históricos sobre Sintra" de Carlos Manique da Silva
Julho

No tribunal de Sintra, recusa-se a extradição para Espanha do alegado membro da ETA Telletxea Maya

O grupo de teatro Tapafuros encena nas escadas do Palácio da Vila "
A estória do contador eléctrico"
Adriano Filipe é reeleito presidente do Sport União Sintrense

21-Sintra gemina-se com a cidade de Havana, Cuba

22- Inauguração da exposição sobre Pisani Burnay na Quinta da Regaleira

23- Abre o Office Center, junto do AKI, na Abrunheira

Setembro

19-Um incêndio destrói a Creche Popular em Almocreve, Rio de Mouro

22- Celebra-se pela primeira vez em Sintra o Dia Europeu sem Carros

A festa da Nossa Senhora do Cabo decorre em Rio de Mouro, provinda de Montelavar

30- Inaugurado o novo mercado de Agualva

Sérgio Luís Carvalho lança o livro "
El-Rei Pastor"
Outubro

18- O Sport União Sintrense recebe do ministro Armando Vara a medalha de mérito desportivo

25- Decorre nas instalações da antiga fábrica Messa, em Mem Martins, a 7ª Exposintra

26- O Utopia Teatro leva à cena no Palácio Valenças a peça "
Singular Amor"
Formado o Sintra Estúdio de Ópera

A Casa de Teatro de Sintra apresenta a peça "
Câmara Lenta"
Criada a Associação de Bodyboard e Surf da Costa de Sintra

Novembro

15-Abre o Retail Park

17-Decorre na Sociedade União 1º de Dezembro a Teatríada, promovida pela Casa das Cenas

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
O Lobo das Orelhas Vermelhas"
Um movimento cívico luta contra a existência de um estaleiro e vazadouro em Colaride

Dezembro

O grupo de teatro Tapafuros leva à cena no Espaço 2M em Mem Martins "
O Pequeno Príncipe"
20- O ministro do Ambiente, José Sócrates, inaugura no Cacém um relógio que irá marcar o tempo em falta até ao fim dos trabalhos do Pólis do Cacém
2001
Janeiro

5- Ramiro Ramos sucede a Duarte Caldeira nos Bombeiros de Agualva-Cacém

14-Eleições presidenciais. Em Sintra, onde estavam inscritos 245675 eleitores, votaram 48,2% tendo Jorge Sampaio obtido 59,12% e Ferreira do Amaral 28,46%, António Abreu 6,46%, Fernando Rosas 3,78% e Garcia Pereira 2,18%.

17- Adelino Silva presidente da Cooperativa Agrícola de Sintra

18-Na Casa de Saúde do Telhal Adel Hino apresenta o seu livro "Versos ditados do coração"

20- "Apagão" informático na CMS faz desaparecer informação técnica de inúmeros processos urbanísticos

5º Encontro Nacional de Fundações

27- O Teatroesfera abre um espaço em Queluz com a peça
"O Sangue" de Camilo Castelo Branco
27-Exposição "Mãos que falam, mãos que criam" no Museu Regional de Sintra
29- Cimeira Luso-Espanhola reúne em Sintra (Penha Longa) os primeiros ministros Aznar e Guterres

31-"Dia do Futebol" inter-escolas do concelho de Sintra

Fevereiro

1-A Companhia de Teatro de Sintra apresenta "
A Armadilha de Medusa" de Eric Satie, com encenação de João de Mello Alvim
Nasce a Associação de Idosos, Pensionistas e Reformados do Mucifal

6- António Guterres visita a Escola Leal da Câmara

10-No Progresso Clube, no Algueirão, o Ai a Dança! apresenta "
Os 4 elementos e os 5 sentidos"
12-Semana do Romantismo, promovida pela Associação de Comerciantes de Sintra

17- A CMS reedita a obra de João Rodil "
Sintra na obra de Eça de Queirós"
19-A Assembleia Municipal aprova o desdobramento de Agualva-Cacém em 4 freguesias

20-Jorge Trigo lança "
Sintra- caminhos de ferro e crescimento urbano no concelho"
23- Carnaval Caracolino nos Aliados

24-Apresentado o Coro Infanto-Juvenil de Massamá

Março

5- Buzinão no IC 19 contra as condições de circulação nessa via

6-Uma árvore kaki, sobrevivente do massacre de Hiroshima, é plantada no Centro de Arte Moderna, em Sintra

10-O grupo de teatro "Pérola da Adraga" apresenta "
A Maluquinha de Arroios" em Almoçageme, com encenação de Gil Matias
10-O grupo Byfurcação apresenta "A Última gravação de Krapp" de Samuel Beckett, com encenação de Carlos Ramos
10-No Espaço 2M os Valdevinos apresentam "Cinderela"
10- O grupo Focolitos apresenta-se no Espaço 2M, em Mem Martins

A Associação Olho Vivo promove uma acção em prol de um Parque Cultural e Natural em Colaride

24- Baile das Camélias, abrilhantado por António Calvário e os 6 Latinos

24- Semana de luta dos estudantes de Sintra contra a revisão curricular

Abril

5- Na Casa de Teatro de Sintra João de Mello Alvim encena "
O Desassossego", a partir de textos de Fernando Pessoa
9-Inaugurado o Centro Comunitário de Casal de Cambra

13-Os Tapafuros estreiam no Espaço 2M, em Mem Martins, "
A Metamorfose", a partir da obra de Kafka
20- Na Escola Secundária de Mem Martins, Eurico Leote encena "Olá Fernando", de Jaime Salazar Sampaio, interpretado pelo Teatro Absurdo
19- A Assembleia da República eleva Agualva Cacem a cidade e desdobra a freguesia em 4: Agualva, Cacém, Mira Sintra e S. Marcos

20- José Manuel Cosme reeleito presidente do Hóquei Clube de Sintra

27-12º Edição do Festival de Teatro de Sintra

José Valentim Lourenço leva à cena em Fontanelas a revista "
Gaivotas em Terra"
27-IX Mostra de Teatro das Escolas

José Lavrador presidente do Sporting de Vila Verde

Maio

7 a 9- Festa da Língua Portuguesa, durante a qual o presidente Jorge Sampaio entrega o Prémio Camões a Autran Dourado

17- O Hóquei de Sintra assegura o regresso à I Divisão

19-O grupo Cénico da União Mucifalense apresenta "
O Tartufo", de Moliére, com encenação de Fernando Louro
26-O Sintra Estúdio de Ópera estreia no Progresso Clube, do Algueirão, "O Ébrio Corrigido" de Gluck
26- Reunião da ANAFRE em Sintra

Ao longo do mês, ocorrem acções de protesto e buzinões contra a falta de solução de tráfego no IC-19

26-"
Amor de Dom Perlimplim com Belisa em seu jardim", vai à cena na Sociedade União Sintrense pelo grupo de teatro Que Cena Garrett
31- O PSD escolhe Fernando Seara como candidato à Câmara de Sintra

Junho

7-João de Mello Alvim encena na Casa de Teatro de Sintra "
A Menina Discreta de Fábrica Nova", de José Daniel Rodrigues da Costa
9- No Império de Anços vai à cena a revista "Á Grande e á Portuguesa"
Findo o 12º Festival de Teatro de Sintra, "O Tartufo", da União Mucifalense, vence em comédia, e "A Metamorfose", encenado pelos Tapafuros, em drama
Polémica em torno dos pavilhões destinados a bilheteira e apoio a visitantes colocados pela empresa Monte da Lua em Monserrate e nos Capuchos, suscitada pela associação Salvar Sintra

22-Reeditada a obra
Estudos Sintrenses de Francisco Costa
23- O Utopia Teatro apresenta "O Pequeno Anjo de Rosto Mutilado" nos Recreios do Algueirão, com encenação de Nuno Vicente.
29- A Junta de Freguesia de Queluz instala-se na R. Conde Almeida Araújo.

Reabre ao público o Convento dos Capuchos

Publicados os Censos 2001, Sintra tem nesta altura 363556 habitantes, mais 100.000 que em 1991, quando apenas moravam 260951, mais 39% que nos 10 anos anteriores, tendo nesse período sido construídos mais 7584 novos edifícios, correspondendo a 52689 alojamentos e 57390 famílias.

Julho

3- Pelo DL 18C/2001 são criadas as freguesias de Agualva, Cacém, Mira Sintra e São Marcos

A peça "
Os Patriotas", de Miguel Real e Filomena Oliveira vai à cena na Quinta da Regaleira
Reabre a capela do Palácio de Queluz

O Teatrosfera apresenta no seu espaço "
Kikapoo", com encenação de Paula Sousa
6- Inaugurado o campus da Universidade Católica em S. Marcos pelo 1º Ministro Guterres

12- Agualva-Cacém elevada a cidade

Nas escadas do Paço de Sintra, os Tapafuros apresentam "
Estórias de Anjos"
12-Os advogados de Sintra protestam contra a deslocação das instalações de parte do Tribunal para o Sintra Business Park

A fábrica da Samsung em Ranholas encerra, deixando cerca de 300 trabalhadores no desemprego

Exposição de Vitor Belém "
Fadas e Elfos" no Museu Regional de Sintra
Criada a Associação de Proprietários das Quintas da Serra de Sintra

29- III Cortejo Evocativo Histórico de Belas

Setembro

2- Inaugurado o pavilhão polidesportivo de Cortegaça

8-XX Encontro Internacional de Folclore, em Rio de Mouro

8- Inaugurado o piso sintético no 1º de Dezembro

Francisco Rosa sucede a José Alberto Caetano nos Bombeiros de Almoçageme

Outubro

3-Realiza-se mais uma edição da Exposintra nas antigas instalações da Messa, em Mem Martins

5-Lançada a primeira pedra da sede da ARPIAC(Agualva-Cacém)

13- Inauguração do Centro Cultural Olga Cadaval

14- Edite Estrela apresenta a recandidatura à Câmara

16-Decorre no novo Centro Cultural Olga Cadaval o Encontro Internacional Vergílio Ferreira

19-Utentes do IC 19 inauguram um "monumento" ao caracol

20- Abre ao público a variante Abrunheira-Albarraque

20-No Mem Martins Sport Clube, o grupo Byfurcação apresenta a peça
"Meia Noite"
O fadista Nuno da Câmara Pereira acusa a presidente da Câmara, Edite Estrela, de conivência em processos urbanísticos suspeitos

Novembro

9- VII Conferência Consumo e Cidadania no Olga Cadaval

10- Inaugurado o Complexo Desportivo Municipal de Fitares

No 2M, em Mem Martins, os Tapafuros apresentam "
Bichos que falam"
Na Casa de Teatro de Sintra, Alvim encena "O Príncipe" de Maquiavel
O Teatrosfera apresenta "Ninguém ficará imune", de David Mamet
O Sport União Sintrense delibera mandar construir uma bancada coberta com 2000 lugares no seu estádio da Portela de Sintra

18-Inaugurada a sede do Núcleo Sportinguista de Almoçageme

19-Inaugurada a sede da Federação das Associações de Pais do concelho de Sintra, no Cacém

25-Inaugurado o Complexo de Apoio ao Idoso e Família do Centro de Bem-Estar Social de Queluz

30- 139 famílias ganham casa em Mira Sintra no âmbito do programa PER

30- Abre o novo mercado da Várzea de Sintra

Dezembro

2- Contra a construção de um parque de estacionamento na Volta do Duche, na Vila Velha, personalidades de várias tendências e partidos organizam uma marcha de protesto

3- Inauguradas as instalações da Polícia Municipal, na Portela, com 13 agentes

5- Apresentado o novo portal Internet da CMS
Sintra Cidade Virtual
16- Eleições autárquicas, Fernando Seara eleito presidente da Câmara. Votaram 124943 eleitores (49,8%), tendo o PSD/CDS obtido 39,1% e 5 mandatos (Fernando Seara, Marco Almeida, Lino Ramos, Lacerda Tavares e Cardoso Martins) o PS 36,4% e 4 mandatos (Edite Estrela, Herculano Pombo, Maria José Leitão e Paiva Nunes) e o PCP 15,7% e 2 mandatos (Baptista Alves e Guadalupe Gonçalves).

Nas várias juntas são eleitos Filipe Santos PSD, em Rio de Mouro, Orlando Raposo, PSD, em Algueirão-Mem Martins, Pinto Vasques, PSD, em Santa Maria e S. Miguel, Adriano Filipe, PS, em S. Martinho, José Pedro Matias PSD, em Massamá, entre outros.

José Henrique Nunes, da União Mucifalense, sagra-se campeão do mundo individual de pesca desportiva de mar
2002
Reabilitação da Fonte da Penha Verde ou d'El Rei, incluindo a limpeza da pedraria pela Escola de Recuperação de Património de Sintra; projecto de remodelação do Edifício do Turismo (antigo Hotel Costa); projecto de recuperação de casa pombalina (adquirida pela Câmara Municipal de Sintra); projecto de reabilitação da Casa do Parque da Liberdade; arranjos exteriores do Museu Anjos Teixeira e no Museu de História Natural.

Devido ao mau estado do painel de azulejos da fachada principal do Palácio de Valenças é colocado um novo, réplica do anterior, apenas alterado na cor e com colocação de franjas.

Construção da estação elevatória de água para abastecimento do Palácio da Pena.

Janeiro

3- A Assembleia Municipal de Sintra aprova a aquisição da Quinta da Ribafria por 2.110.000 euros, no âmbito do exercício do direito de preferência.

9-Posse do executivo municipal presidido por Fernando Seara

13-Amável Tenera é presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários de Queluz

17- Ribeiro e Castro é eleito presidente da Assembleia Municipal de Sintra

25-Morre Orlando Raposo, presidente da junta de freguesia de Algueirão-Mem Martins;

26-O Fio d’Azeite estreia "O Gato Cantor" na Casa de Teatro de Sintra.

Os Tapafuros encenam no 2M "
A Fala do Louco" de José António Guille
29-Desprende-se do castelo dos mouros um pedregulho com 90 toneladas

Fevereiro

Greves na fábrica de têxteis Melka por melhorias salariais

19- O Convento de Sant’Ana do Carmo é classificado de interesse público pelo DL 5/02

25-A Assembleia Municipal de Sintra "chumba" o projecto de estacionamento previsto para a Volta do Duche

Março

1-Nomeados administradores para as empresas municipais, Moreira Marques (EDUCA) António Lobato (EPMES) Luís Duque (HPEM) Mário João Machado (Sintraquorum) e Baptista Alves (SMAS)

Polémica em torno da ocupação do logradouro fronteiro à Capela de S. Lázaro, em S. Pedro de Penaferrim

7- Assinado o contrato para a execução do novo Palácio da Justiça;

Jorge Listopad encena na Casa de Teatro de Sintra "
A Verdadeira História da Gata Borralheira"
17- Eleições legislativas, ganhas pelo PSD. Em Sintra, onde estavam inscritos 254243 eleitores, votaram 156784 (61,6%) vencendo o PS com 39,4%, PSD 33,8%, CDS 9,09%, CDU 8,61%, BE 4,96%.

O Ministério Público acusa Edite Estrela de peculato, pelo uso de meios da CMS durante a campanha eleitoral

23- Em Almoçageme, o grupo Pérola da Adraga leva à cena "
A Vizinha do Lado"
Abril

Em S.Pedro de Penaferrim, a nova junta presidida por António Paulos permanece sem tomar posse, por desentendimentos entre os eleitos

15-Lançada a primeira pedra da futura Casa das Selecções (que nunca foi construída…)

18-O Tapafuros e o teatromosca levam à cena no 2M, em Mem Martins, "
Dog Art" com encenação de Pedro Alves
Iniciam-se as obras de recuperação do Salão de Galamares

19-Apresentadas as obras "Foral de Sintra" e "Foral de Colares" de Maria José Bigotte Chorão e José Manuel Gonçalves

19- Morte de José Valentim Lourenço, figura de destaque de Fontanelas e Gouveia

27- Encenado por Paulo Oom, o Teatrosfera leva à cena "
Cintra Prometida"
Maio

2- Luís Carvalho da Silva é nomeado comandante da Polícia Municipal de Sintra

6 a 11- O Centro Cultural Olga Cadaval recebe o festival Ulisses- Festival Internacional de Cinema e Televisão para Crianças, vencendo o filme israelita "
A Bicicleta" de Ronen Menechem
14-Detidos os 2 autores de um furto de 46.000 euros em cheques da Câmara Municipal de Sintra, sendo um deles funcionário da autarquia

16- A Casa de Teatro de Sintra estreia "
Piolhos e Actores", com encenação de João de Mello Alvim
17- XIII Festival de Teatro de Sintra, virá a ser ganho pelos Tapafuros com "A Fala do Louco"
No Progresso Clube, no Algueirão,vai à cena "A Traída" de Anne Victorino d’Almeida
18- O eléctrico de Sintra retoma a ligação Ribeira-Praia das Maçãs, com preços a 1 euro por viagem

24- O Teatrosfera apresenta "
A Saque!" de Joe Orton, com encenação de Almeno Gonçalves
Junho

8-O Cénico da União Mucifalense apresenta "
A Casa dos Girassóis", com encenação de Fernando Louro
11- Início do festival de Sintra no Centro Cultural Olga Cadaval

12- Decorre na Quinta do Mar, em Almoçageme, o Sintranima

30-No Olga Cadaval, Grigori Sokolov dá um recital de piano O Fio d'Azeite apresenta "
O Gato Cantor"
Julho

5- Os Tapafuros apresentam na Quinta da Regaleira "
Sonho de uma noite de Verão", de Shakespeare, com encenação de Rui Mário
6- Inauguração do Museu Etnográfico do Grupo Folclórico e Cultural da Rinchoa

19-No Olga Cadaval actua o Ballet e Ópera Nacional de Novosibirsk

26- No Olga Cadaval a Companhia Nacional de Bailado apresenta
"Giselle"
No 2M, Nuno Vicente encena para o Utopia Teatro "Falésia"
Agosto

A CMS anuncia reforço de capital de 15% para 55% na empresa Monte da Lua

Setembro

15- Inauguração do relvado sintético do Sporting Clube de Lourel

16- O primeiro-ministro Durão Barroso inaugura a escola de Albarraque, que no dia seguinte encerra por problemas no abastecimento de água

I Mostra de Dança Contemporânea na Casa de Teatro de Sintra

25- Inauguração da bancada do Sport União Sintrense com capacidade para 2000 lugares com um Sintrense-Benfica (2-4). Era presidente Adriano Filipe e treinador José João

Outubro

18- A Assembleia Municipal de Sintra aprova o Plano de Pormenor da Área Central do Cacém

19-João de Mello Alvim encena na Casa de Teatro de Sintra
"Desconsertos" com base em textos de Gil Vicente
Novembro

1-O Tapafuros apresenta no Centro Cultural Olga Cadaval a peça "
Bichos contra atacam"
10- Abre um museu de arte sacra na igreja de S. Martinho, na Vila

30-Teresa Faria coordena a apresentação no Teatrosfera da peça "
Não há 4 sem 3"
Dezembro

7- Visita a Sintra do presidente Jorge Sampaio

Pelo concelho decorrem protestos contra a introdução de portagens na CREL
2003
Janeiro

Embargada uma moradia do ex-presidente João Justino em Colares

O Teatrosfera apresenta "
Triângulo", encenado por São Ferreira, com base em textos de Marguerite Duras
A Casa de Teatro de Sintra apresenta "A Amizade do Capuchinho" pela Oficina da Lua
10- O Sport União Colarense apresenta a nova equipa de triatlo

10- The Gift actuam no Olga Cadaval

17- A Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Agualva-Cacém (ARPIAC) inaugura um lar, com 60 camas

17- Manuel Terraquente presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários de Sintra

17- Pablo Milanés actua no Olga Cadaval

23- Carlos do Carmo actua no Olga Cadaval

Fevereiro

Demissões na Câmara de Sintra, entre as quais as do chefe de gabinete do presidente, Nunes Barata, e da equipa do Urbanismo chefiada por Lemos Cardoso

7- Pedro Abrunhosa actua no Olga Cadaval

O Palácio Sanches Baena, em S.Pedro de Penaferrim, acolhe a EB nº1 de Sintra

15-Inaugurado o espaço-museu José Fernandes Badajoz na União Mucifalense

19- Um fiscal municipal é detido pela Polícia Judiciária em flagrante após receber um suborno, em Massamá

21- Inaugurada a esquadra da PSP em S. Marcos

28-"
Há que apagar o fogo" com encenação de Nuno Correia Pinto, passa na Casa de Teatro de Sintra
Março

A Câmara de Sintra determina uma sindicância à Fiscalização Municipal

João de Mello Alvim encena na Casa de Teatro de Sintra "
Vinte, oitenta, ou mais"
21- O Teatrosfera apresenta "S.O.Eça"
Abril

A Casa de Teatro de Sintra apresenta "
A Fuga " de Gao Xingjian, com encenação de Carlos Pimenta
24- Grande Prémio de Ciclismo M.R.Cortez

30-Inaugurada em Colares a extensão do Centro de Saúde de Sintra

30- Fernando Tordo actua no Olga Cadaval

Maio

O Tapafuros apresenta no Espaço 2M, "
Ruzante v.2.03"
O Sport União Sintrense assegura o regresso à II Divisão B e a Sociedade União 1º de Dezembro sobe à III Divisão, em futebol

16- Chico César actua no Olga Cadaval

18-Cai um avião do museu da Granja do Marquês perto de Mem Martins

22- O teatromosca apresenta na sede dos Escoteiros (antiga cadeia) "
A Última Gravação de Krapp"
Junho

2- Inauguração do novo edifício dos correios na Portela de Sintra

20-38º Festival de Sintra

O Governo aprova o Plano de Ordenamento da Orla Costeira Sintra-Sado

Nuno Vicente apresenta no Palácio Valenças "
Camélias", pelo Utopia Teatro
O Grupo Cénico da União Mucifalense apresenta "A Crónica Atribulada do Esperançoso Fagundes" de Luís de Sttau Monteiro
O antigo vereador Lino Paulo doa o seu espólio à Câmara Municipal de Sintra

O "Pérola da Adraga" leva à cena em Almoçageme "
O Gato"
28- Rui Veloso actua no Olga Cadaval

30- Inaugurado um centro de acolhimento para imigrantes no Rodízio

Julho

4- Os Tapafuros apresentam na Quinta da Regaleira "
Selenographya in Cynthia", de Jorge Telles Menezes
A União Desportiva e Cultural de Nafarros sobe à I Divisão em hóquei em patins

10- Fundado o Clube de Xadrez de Sintra

14- Decorre no Olga Cadaval o Concurso Internacional de Piano Vendôme

17- O teatromosca apresenta na Quinta da Regaleira "
Tristão e o aspecto da flor" com encenação de João Miguel Rodrigues
No Centro Histórico de Sintra, o Utopia Teatro apresenta o teatro de rua "Água Moura"
Discussão pública em torno do novo Plano de Ordenamento do Parque Natural Sintra-Cascais

Decorre em Lisboa, e também em Sintra, a 12ª Gymnastrada

31- O Danza Contemporanea de Cuba actua no Olga Cadaval

Agosto

Festival Rosa dos Ventos, em Fontanelas (Mato Grande)

Setembro

11-O teatromosca apresenta
"Kip", com encenação de Pedro Alves, no Teatrosfera
12-Sérgio Godinho, Jorge Palma e Vitorino no Olga Cadaval

Luís Duque substitui Lino Ramos como vereador, atento este ter sido nomeado governador civil de Lisboa

28- Abre o Centro Social e Paroquial de Santa Maria e S. Miguel

Outubro

"
Finca-te!", 1º Festival Internacional de café teatro decorre no Teatrosfera, em Queluz
A fábrica Melka, no Cacém, despede mais de 100 trabalhadores

Decorre no Centro Cultural Olga Cadaval a apresentação da peça "
O Dono do Nada", com encenação de Amélia Muge
15-Lançada a primeira pedra do novo edifício das oficinas dos SMAS, na Portela de Sintra

"
De repente eu" vai à cena na Casa de Teatro de Sintra, com encenação de Pedro Penim
31- Decorre no Centro Cultural Olga Cadaval o Sintra Moda

Novembro

8- Inaugurada a nova Escola de Recuperação do Património de Sintra, em Odrinhas

15-No 2M, o Tapafuros apresenta "
Pinóquio, ciberestórias para um velho boneco"
A fábrica de confecções sueca Melka encerra e abandona Portugal, despedindo o remanescente dos trabalhadores ainda a laborar

Dezembro

8- O primeiro-ministro Durão Barroso inaugura a nova biblioteca de Sintra, na Casa Mantero

11-O Bica Teatro apresenta no Olga Cadaval "No estaleiro geral
"
16-Inaugurado o novo quartel da GNR em Algueirão-Mem Martins

O Teatrosfera apresenta "
Galináceos", com encenação de Paulo Oom
2004
Janeiro

Inauguração do Parque Urbano de S. Marcos

6-Edite Estrela condenada pelo tribunal de Sintra por abuso de poder nos últimos dias do seu mandato

9- Camané no Olga Cadaval

Aprovado o novo Plano de Ordenamento do Parque Natural Sintra-Cascais

Apresentado o Plano de Gestão da Área da Paisagem Cultural de Sintra, acompanhado por personalidades como Léon Krier e George Zouain

30-Mário Laginha e Bernardo Sassetti no Olga Cadaval

Fevereiro

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
O doido e a morte"
7- Inaugurado em Sintra um busto à memória de Mário Firmino Miguel

Os Valdevinos apresentam no espaço 2M, em Mem Martins "
Branca de Neve e os 7 Anões"
13-O teatromosca apresenta no Auditório Municipal do Cacém "Querosene- arde sem se ver"
14- "Quarenta Anos de Gargalhadas" vai à cena na Sociedade de Fontanelas e Gouveia. O presidente da Câmara, Fernando Seara, faz um pequeno papel
18- Morre o deputado e antigo Presidente da Assembleia Municipal de Sintra Acácio Barreiros

21- Os Tapafuros apresentam "
Kontunkonto" no Espaço 2M
27- O grupo de teatro Tapafuros e o SintonicLab apresenta "As Pantónicas III-O Alpinista em ascensão" no Espaço 2M
Contestada a construção de um edifício multiusos no Cacem, nos designados "Quatro Caminhos"
Março

7-O auditório municipal do Cacém passa a designar-se Auditório António Silva

Por esta altura, o desemprego atinge os 17.000 inscritos em Sintra

24-Assinado um protocolo com o Instituto Superior de Agronomia para a elaboração de um Plano Verde para Sintra

27- 15º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra

No Centro Cultural Olga Cadaval passa
" A tempestade" encenado pelas Produções Teatrais Próspero
Abril

8- Na Casa de Teatro de Sintra João de Mello Alvim apresenta "
O Doido e a Morte" de Raúl Brandão
8- Criado núcleo de Sintra da Real Associação de Lisboa, com Douglas Lima como presidente

17-David Fonseca no Olga Cadaval

André Rabaça, David Florentino e David Martins apresentam no Espaço 2M a instalação de foto, luz e som "
Balanços"
Em Almoçageme, Gil Matias encena para o Pérola da Adraga "A menina feia"
30-A Companhia de Dança Contemporânea de Sintra apresenta "Dominga" no Olga Cadaval
Maio

2- O Sport União Sintrense desce de divisão, regressando à III Divisão Nacional

7-No Espaço 2M, os Tapafuros apresentam "
Cozido à Portuguesa", encenado por Flávio Tomé
O Grupo Cénico da Sociedade Filarmónica União Assaforense apresenta "Tudo à cunha… Sempre a Cunha", com textos de Manuel Carioca
O Centro de Arte Moderna apresenta uma retrospectiva de Júlio Pomar

11- Inauguração das novas instalações da GNR em Casal de Cambra

12-Avançam as obras do Pólis do Cacém

15-Paulo Carvalho convida Ivan Lins no Olga Cadaval

22-O Sintra Estúdio de Ópera apresenta no Olga Cadaval música de salão na corte portuguesa do século XVIII

27- Decorre na Quinta do Mar, em Almoçageme, o Sintranima

Fernando Louro encena no União Mucifalense "
A escada"
Junho

2-Na Quinta da Regaleira é constituída a Confraria da Pêra Rocha

3-O Bica Teatro apresenta "
Saco de Histórias" no Olga Cadaval
4- O eléctrico retoma o percurso Sintra-Praia das Maçãs, com a presença do presidente Jorge Sampaio

6- Lançada a primeira pedra do novo quartel dos Bombeiros Voluntários de S. Pedro de Penaferrim

João de Mello Alvim encena na Casa de Teatro de Sintra, "
Euro Teatro 2004"
Durante o Campeonato da Europa de Futebol, a selecção da República Checa treina no campo do Sport União Sintrense, na Portela de Sintra

No Centro Cultural Olga Cadaval o Bica Teatro apresenta "
Saco de Histórias"
13- Eleições para o Parlamento Europeu, em Sintra o PS é o partido mais votado com 46,09%

18- Festival de Sintra 2004

Julho

Abre em Mem Martins um espaço comercial da empresa Leroy Merlin

No Centro Cultural Olga Cadaval a Companhia Nacional de Bailado apresenta a obra "
AmarAmália"
8- Lançado o livro "Versos diversos mas não perversos" de António Cardoso Moreira (Caninhas)
Decorre na Terrugem o Festival Rampa de Lançamento, saindo vencedora a banda "Orgasmo"

A União Mucifalense classifica-se em 3º lugar no Campeonato do Mundo de Pesca desportiva de Mar por Clubes em Palermo, Itália

A Biblioteca de Sintra (Casa Mantero) vence o prémio europeu Greenlight de eficiência energética

30- o teatromosca organiza um teatro de rua designado "
Um Rapto em Sintra"
Agosto

Início das feiras ecológicas em S. Pedro de Penaferrim, organizadas por Fernando Wintermantel e Joana Teotónio Pereira

Setembro

10- Reabre ao público após anos de encerramento o Palácio de Monserrate

15- Inaugurada a primeira fase das obras das novas oficinas dos SMAS na Portela de Sintra

18- Festejos da Nossa Senhora do Cabo Espichel na freguesia de S. Martinho

26-No âmbito das festas de Nossa Senhora do Cabo Espichel, o cardeal patriarca D. José Policarpo celebra missa no Parque da Liberdade

II Edição do
"Finca-te!", Festival Internacional de café teatro em Queluz, no espaço do Teatrosfera
Inauguração do Centro Comunitário do Pendão

Outubro

1-Estreia na Adega Regional de Colares a Orquestra de Câmara de Sintra

Criado o GAVE- Grupo de Artistas do Vale de Eureka

8- Rodrigo Leão no Olga Cadaval

9- Na Quinta da Regaleira os Tapafuros apresentam "
Selenographya em Cynthia" baseado numa obra de Jorge Telles de Menezes
15- Sintra Moda 2004

21- Os Tapafuros apresentam na Casa Mantero,
"Liberdade!Liberdade! de Miguel Real e Filomena Oliveira
22- Fingertips no Olga Cadaval Criado o Dojo TenChi na Várzea de Sintra pela Associação TenChi International

29- Mísia no Olga Cadaval

Novembro

12-A Casa de Teatro de Sintra apresenta "
Você é um Urso" de Anton Tchekov encenado por João de Mello Alvim
15-Inaugurada a Conservatória do Registo Comercial de Sintra, na R. Alfredo Costa

19-O Teatrosfera apresenta "
Uma questão de timing" de David Ives
29- Inauguração da estação ferroviária de Meleças, em Mira Sintra

Dezembro

3- Inaugurado um busto de Francisco Sá Carneiro, da autoria de Mário Seixas, junto ao Centro Cultural Olga de Cadaval

No Espaço 2M, o Utopia Teatro apresenta "
Um miiiiiauuuu de poemas"
10-O comandante da Base Área nº1, coronel Ramiro Santos, morre num acidente de aviação nas Azenhas do Mar, quando pilotava um monomotor Tiger Roth

Início das Tertúlias dos Meninos d'Avó, que durante 52 sessões e até Dezembro de 2007 reuniram na Casa d'Avó, na Vila Velha, bem como no Culto da Tasca, Quinta da Regaleira e bar 2 ao Quadrado
2005
Janeiro

2- Apresentação do grupo Cantares do Monte, grupo coral de Montelavar

O teatromosca apresenta na Casa de Teatro de Sintra
".mostra", com encenação de Maria Gil
Jaime da Mata é presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários de Agualva-Cacém

17- Inaugurado o Palácio de Justiça de Sintra

29- Na Casa de Teatro de Sintra os Voando em Cynthia apresentam "
Zé Maria e a Bruxa ", com encenação de Luísa Barreto
Miguel Yeco apresenta no Palácio Valenças "De volta, Sr. Engenheiro"
Fevereiro

2- A Câmara aprova a criação de uma Sociedade de Reabilitação Urbana para o Centro Histórico

4- Os Delfins actuam no Olga Cadaval

20-Eleições legislativas. O PS vence com maioria absoluta. Em Sintra: Inscritos 262934 eleitores, votantes 170717 (64,93%) PS-45,14%, PSD 22,17% BE 10,21% PCP 9,79% CDS 4,99%

O Teatrosfera apresenta "
A Nuvem Avariada" com encenação de Paula Sousa
Março

O teatromosca apresenta no Centro Cultural Olga Cadaval o Literaturódromo

O veterinário municipal é detido pela Polícia Judiciária, suspeito de corrupção

4-O Ballet Estatal do Palácio de Música de Kiev apresenta "
Romeu e Julieta" no Olga Cadaval
9- Fundação da Alagamares-Associação Cultural

Nicolau Breyner apresenta no Centro Cultural Olga Cadaval "
Esta noite choveu prata"
Pedro Hernâni Paulo substitui Rogério Carapinha como director interino do Jornal de Sintra

Abril

O Ardecoro, criado em 2000, constitui-se como associação, dirigido por Pedro d’Orey

O Pérola da Adraga apresenta em Almoçageme "
O Noivo das Caldas" com encenação de Gil Matias
16-O União Assaforense apresenta a peça "Ai Portugal, Portugal"
22-O novo álbum de Mariza, "Transparente" é apresentado em Sintra, no Olga Cadaval
29- Morre o antigo campeão do mundo de hóquei em patins Cipriano Santos

Maio

7- Inaugurado o cemitério de Pêro Pinheiro

7 a 9-Decorre em Sintra a Expo Saúde

13-"
Jantar de Idiotas" vai à cena no Olga Cadaval
22- Decorre em Sintra a 1ª edição do World Press Cartoon
Campistas são desalojados do Parque de Campismo da Praia Grande, em litígio com o proprietário

27-Em Montelavar vai à cena "
A Bisbilhoteira" encenada pelo Grupo Os Teimosos
30- Apresentado o Plano de Desenvolvimento Estratégico de Sintra 2015 , estudo encomendado a uma equipa coordenada por Jorge Braga de Macedo

Junho

1-Editada a obra colectiva "
Novos Mistérios de Sintra" com textos de Alice vieira, José Fanha, José Jorge Letria, etc
Na Volta do Duche decorre uma feira medieval

10-O Ballet do Grand Teatre de Geneve actua no Olga Cadaval

17-40º Festival de Sintra

Decorre o "Desporto à Volta do Duche 2005"

Os Tapafuros apresentam na Quinta da Regaleira "
O Alquimista" de Ben Johnson
No Atlético de Queluz decorre a Gimnasintra 2005

VI Feira Equestre do Cacém

A Policia Judiciária investiga irregularidades na empresa Monte da Lua

Julho

Em Durban, áfrica do Sul, a UNESCO aprova o Plano de Gestão da Área da Paisagem Cultural de Sintra

9-A Companhia Nacional de Dança de Espanha actua no Olga Cadaval

15- O Scottish Dance Theatre actua no Olga Cadaval

23-Decorre no Sport União Colarense a apresentação final da I Oficina de Teatro da Alagamares

31- Morre José Pinto Vasques, figura do desporto local e presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria e S. Miguel

Agosto

9-Criado em Diário da República o Sintra Estúdio de Ópera

Setembro

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
A Menina Júlia", de Strindberg
10-Inauguradas as novas infraestruturas do Clube Atlético de Pêro Pinheiro

12-Surge o Grupo Coral da Sociedade Filarmónica das Lameiras

Feira Árabe em S. Pedro de Penaferrim

Sintra Moda 2005

Outubro

7-O teatromosca apresenta no Centro Cultural Olga Cadaval "
Depois de Julieta", com encenação de Ruben Tiago
9- Eleições autárquicas. Fernando Seara reeleito presidente da Câmara. Inscritos 265939 votantes 136346 (51,27%) abstenção 48,7%. MAIS SINTRA- 43,49%, 6 vereadores (Fernando Seara, Marco Almeida, Lino Ramos, Luís Duque, Luís Patrício, João Lacerda Tavares) PS- 30,94%, 4 vereadores (João Soares, Domingos Quintas, Susana Ramos, Rui Pereira) PCP- 12,36%, 1 vereador (Baptista Alves) BE- 6,53%, nenhum vereador (João Silva candidato)

24- Posse do novo executivo da Câmara

Angelo Correia presidente da Assembleia Municipal

Novembro

4- João Rodil director do Jornal de Sintra

O Grupo Cénico do União Mucifalense apresenta "
O Avarento"
O teatrosfera leva à cena "A Nonna"
11-Uma estátua de S. Martinho é colocada pela Junta de Freguesia em zona próxima da Várzea de Sintra

19-Os Tapafuros apresentam no Espaço 2M "
Estórias do Arco da Velha" de António Torrado
24- Os Valdevinos apresentam no Olga Cadaval "O Príncipe Sapo"
Dezembro

O grupo "O pião" do teatromosca apresenta no Teatrosfera "
O rato do campo e o rato da cidade"
No Império de Anços vai à cena a revista "Dá-lhe agora que ainda mexe"
Anunciado o fim das feiras ecológicas em S. Pedro de Penaferrim

24- Morre Fernando Tavares de Carvalho, antigo presidente da Câmara

27- José Manuel Cosme deixa a presidência do Hóckey Clube de Sintra, sucede-lhe João Henrique Gaspar

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
A Entrega" com encenação de J. Garcia Miguel
Em 2005 é criada a associações 3 Pontos, de Fontanelas
2006
Janeiro

8- Primeira actuação do Grupo Coral das Lameiras

12-Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
A Entrega" de João Garcia Miguel
12 a 15- Decorre em Sintra a 8ª edição do Europan, sobre cidades sustentáveis

13- Apresentação do Banco Local de Voluntariado de Sintra

19- Vitalino Cara d'Anjo e Susana Amor lançam o blogue "
Notícias de Colares"
20- Adriano Filipe deixa a presidência do Sport União Sintrense, sucede-lhe Alberto Baptista, a 29.

21-Lançamento da primeira pedra do Centro de Convívio da Associação dos Idosos, Pensionistas e Reformados do Mucifal

21- Inauguração do Centro de Dia de Algueirão- Mem Martins

22-Eleições presidenciais, com a eleição de Cavaco Silva. Em Sintra, Cavaco Silva 43,58% Manuel Alegre 26,00%, Mário Soares 13,12% Jerónimo de Sousa 9,97% Francisco Louça 6,73%, Garcia Pereira 0,60%

29- Neva em Sintra

Miguel Real lança o seu livro "
A Voz da Terra"
Fevereiro

3-Tito Paris e Celina Pereira no Olga Cadaval

10-A Companhia de Dança Contemporânea de Sintra actua no Olga Cadaval

11- A Alagamares organiza um passeio temático em torno da história de Colares

15- 1º Encontro de IPSS’s do Concelho de Sintra

16-Na Casa de Teatro de Sintra o Utopia Teatro apresenta "
Policial"
Março

10- As Produções Próspero apresentam no centro cultural Olga Cadaval "
Romeu e Julieta"
O Bica Teatro apresenta "D’abalada" no Auditório António silva, no Cacém
15- Inaugurado o Julgado de Paz de Sintra

17- Rali As Camélias de Sintra em Automóveis Antigos

22- Inaugurado o novo quartel da GNR em Rio de Mouro

25- Paulo Taful encena "
O Nazareno", em Montelavar
Abril

1- Maria Almira Medina lança "
A menina girassol" na Casa Mantero
Marco Almeida, vice presidente da CMS, nomeado presidente da Associação Portuguesa de Habitação Social

20- Adriano Filipe homenageado na Terrugem por mais de 600 admiradores

29- Sintra em Flor apresentado na Volta do Duche O Fio d'Azeite apresenta "
Sopa de Pedra" com encenação de Nuno Correia Pinto
Maio

6- I Encontro da Família do Hockey Clube de Sintra e lançamento do livro de Hermínio Santos "
Hockey Clube de Sintra- 60 anos ao serviço do desporto no concelho de Sintra"
11- A Alagamares organiza um colóquio sobre crescimento e desenvolvimento em Sintra

13 e 14- Os Tapafuros apresentam a 3ª Mostra de Teatro para a Infância e Juventude

20-
"Daqui fala o morto" vai à cena em Montelavar, representado pelo grupo Os Teimosos
21- A Alagamares organiza com o Grupo Coral de Queluz um concerto de homenagem pelo centenário de Fernando Lopes Graça na União Mucifalense

22- Inauguração do Complexo Oficinal e Laboratorial dos SMAS na Portela de Sintra

Junho

3- Lançado o livro de Teresa Caetano "
Do solum ao solar, uma praxis renascentista na Quinta da Ribafria"
3- A CERCITOP abre um centro de actividades em Lourel

5- Inauguração do novo centro de saúde da Várzea de Sintra

6- Embargadas as obras de um hotel na Vila Velha, de João Pascoal

9- Abre o novo Centro de Dia do Centro Social e Paroquial de Belas

10- Abre o novo Centro de Dia de Mira Sintra

10- Pedro Macieira lança o blogue "
Rio das Maçãs"
11- O grupo Pérola da Adraga apresenta em Almoçageme "Morra agora e pague depois", com encenação de Gil Matias.
17- A Alagamares organiza um roteiro pela História de Sintra, tendo como base a obra de José Alfredo Costa Azevedo

A Junta de Freguesia de Monte Abraão leva a cabo uma campanha contra as linhas de muito alta tensão entre Fanhões e Trajouce

O Hockey Clube de Sintra regressa à I Divisão Nacional.

A Casa de Teatro de Sintra apresenta "
História de um mentiroso"
Em Colares, decorrem mensalmente mostras designadas "Feira ao Largo", promovidas por Maria João Santos

23-O Scapino Ballet de Roterdão actua no Olga Cadaval

29- Inauguração da escola de música Sons e Compassos, na Terrugem, com direcção de Frederico Pais

Julho

6- Os Tapafuros apresentam "
Hamlet" na Quinta da Regaleira, com encenação de Rui Mário
Abre ao público no Palácio da Pena a Sala do Óculo

9 -Encerra em Colares a II Oficina de Teatro da Alagamares com a peça "
Conta-me como foi, tio Ed"
Setembro

A Alagamares questiona o relatório da UNESCO sobre o património mundial de Sintra

Feira Medieval em S. Pedro

29- I Encontro de Alternativas de Sintra, organizado pela associação Voando em Cynthia

Na Casa de Teatro de Sintra é apresentada a peça "
Se eu não morresse, nunca!", com base em poemas de Cesário Verde
Miguel Real vence o Prémio Fernando Namora pela obra "A Voz da Terra"
Outubro

O teatromosca promove leituras encenadas sob a designação "
Literaturinha"
1- Encerramento do mercado de Fanares, em Mem Martins.

"
Nem tudo começa com um beijo", de Jorge Araújo, vai à cena no Teatrosfera
Sintra Moda 2006 no Centro Cultural Olga Cadaval

26- Inauguração do Centro de Convívio da Associação de Idosos, Pensionistas e Reformados do Mucifal

28- A Alagamares organiza um passeio histórico e botânico pelo litoral sintrense

Novembro

10- António Neves Pedro presidente do Sport União Sintrense

11- Na Quinta da Regaleira, Rui Mário encena "
Ronda das Fadas"
17-Em Galamares, um grupo dinamizado pela Alagamares constitui-se em promoção do restauro do Chalé da Condessa d’Edla, no Parque da Pena

17-Morre a actriz Maria João Fontaínhas

18-No Espaço 2M, os Tapafuros apresentam "
Era uma vez um dragão"
20- Inaugurado na Ribeira de Sintra o Centro de Ciência Viva

24- Sintra eleita para a presidência da Aliança das Paisagens Culturais

25- Miguel Real lança a sua obra "
O Último Negreiro"
26- Incêndio na Casa Verde, na R. Alfredo Costa, em Sintra

30- Inaugurado o Atrium Chaby, em Mem Martins

Dezembro

4- Abre o Gabinete de Apoio ao Munícipe de Mem Martins (Atrium Chaby)

9- O grupo Bandolinista 22 de Maio de 1925 leva à cena na Idanha
"Memórias de hoje, memórias de sempre"
Reabre a Sapa, na Volta do Duche, após encerramento para obras
2007
Janeiro

No Centro Cultural Olga Cadaval o teatromosca apresenta "
Nas margens da vida" de Gao Xingjian
Começa a construção da nova escola EB 2, 3 na Sarrazola, Colares

6- Luís Miguel Baptista presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários de Agualva-Cacém

Morre o ilusionista e figura popular Xaimix

Hélder Rodrigues, de Aruil, classifica-se em 5º lugar, em motas, no Rallye Paris-Dakar

Aprovada a Carta Educativa do Concelho de Sintra

27- No bar 2 ao Quadrado, em Sintra, a Alagamares homenageia Mário Henrique-Leiria

28- João Lacerda Tavares sucede a Eduardo Lacerda Tavares como provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sintra

Fevereiro

2- É apresentado o livro "
Os Guardadores do Tempo" de António Augusto Sales
3- O Teatrosfera apresenta a peça de Almeida Garrett "Falar verdade a mentir"
7- A tertúlia Meninos d’Avó homenageia a escritora Maria Almira Medina

Prosseguem as tertúlias literárias da Traço Comum com evocação em Rio de Mouro de José Gomes Ferreira

11- No referendo sobre a legalização do aborto, o sim vence em Sintra com 75,58%

13- Três romenos caem ao mar, na Praia das Maçãs

16- O Utopia Teatro apresenta na Casa de Teatro de Sintra "
Renaissance"
17- Oficina de Percursão da Alagamares

Março

2- O Teatrosfera apresenta "
O Auto da Barca do Inferno"
4- Passeio da Alagamares pelo litoral sintrense.

10- A Alagamares homenageia Zeca Afonso com uma exposição e espectáculo na Sociedade União Sintrense

Palmira de Sousa eleita presidente do Mem Martins Sport Clube

15- Inauguração das instalações da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Monte Abraão

15-No bar Çahrói em Gouveia a Casa das Cenas e o Ginásio Clube de Queluz abordam a obra de David Mourão Ferreira e José Valentim Lourenço.

17- 2ª edição do rali Camélias de Sintra

Mariana Casimiro, do Judo Clube de Sintra, consagra-se campeã nacional na categoria de -44 quilos

21- Abre a Matinha de Queluz

27- A CMS assina um protocolo para valorização energética da biomassa na Quinta das Sequóias.

28- Morte do conhecido médico sintrense dr. Simplício dos Santos

Abril

O grupo de teatro Pérola da Adraga apresenta em Almoçageme "
O Vagabundo das Mãos de Ouro" de Romeu Correia, com encenação de Gil Matias
13- Inaugurado nas Azenhas do Mar o Museu da Vinha e do Vinho da Região de Colares

21- O Teatrosfera apresenta "
Cintra Prometida", com encenação de Paulo Oom
24- A Ala dos Namorados actua no Olga Cadaval

25- Joaquim de Almeida agraciado com a medalha de mérito municipal-ouro

Maio

3 a 5- III Encontro de História de Sintra, no Palácio Valenças, organizado pela Alagamares- Associação Cultural

12- O grupo Cantares do Monte, de Montelavar, apresenta o espectáculo "
Senhora de Fátima", com encenação de Paulo Taful
Maria Almira Medina apresenta o livro "Um tempo de cata-sol"
18- Na Casa de Teatro de Sintra é apresentada a peça "A Casa de Bonecas" de Ibsen
19- 4º Meeting Internacional de Atletismo de Sintra

25- Ana Moura no Olga Cadaval

O Sporting de Vila Verde sobe à I Divisão Nacional em futsal

28- Criada a Parques de Sintra-Monte da Lua, com presidência de António Lamas.

Junho

1-A PSP deixa Sintra, por troca com a GNR

14- A Junta de Freguesia de S. Martinho abre uma delegação na Várzea de Sintra

29- Inaugurado o Parque José Pinto Vasques, em Lourel

30- Passeio nocturno da Alagamares da Azóia à Peninha

Julho 2- Inicia-se a publicação do blogue
Tudo de novo a Ocidente de Cortêz Fernandes
5- O grupo Tapafuros apresenta na Quinta da Regaleira "Folia!", com base em textos de Paulo Borges
5- Inaugurada uma exposição dedicada a Alfredo Keil nas Caves Visconde de Salreu, em Colares

7- O palácio da Pena é eleito uma das 7 maravilhas de Portugal

O grupo de teatro dos Bandolinistas 22 de Maio de 1925 apresenta na Idanha a peça "
Esboço do Destino"
12- A Câmara de Sintra assina um protocolo com o ACIDI para instalação em Sintra de um Centro Local de Apoio aos Imigrantes

12-A Companhia Portuguesa de Ópera apresenta "
O Barbeiro de Sevilha" no Olga Cadaval
25- Apresentada a nova Escola Profissional Alda Brandão de Vasconcelos, em Colares, a abrir em Setembro

Agosto

13- Incêndio florestal destrói zona de mato em Nafarros e Pernigem

Setembro

7- Luís Miguel Baptista director do Jornal de Sintra

8- Maratona fotográfica de 2 dias com fotógrafos de todo o país organizada pela Alagamares- associação Cultural, designada "
Olhar Sintra"
12-João de Oliveira Cachado lança o seu blogue "Sintra do Avesso"
14- Na Casa de Teatro de Sintra, João de Mello Alvim encena "O Revólver"
15- Reunião em Sintra das cidades Paisagem Cultural da UNESCO, reunidas na Aliança das Paisagens Culturais

20- Lançado o livro "Sintra, sete anos numa ilha
" de Emídio Gomes e Gustavo Figueiredo
22- III Passeio Turístico "Veículos com História no Centro Histórico", no Dia Europeu Sem Carros

Outubro

6- É roubado o fontário manuelino da Praça Afonso de Albuquerque

9-O pesqueiro "
Nova Guarita" encalha na Praia Grande.
Paulo Taful apresenta em Cabriz o espectáculo "Amália para Sempre"
Novembro

1
-"(contra)Tempo" é a peça que o Teatrosfera apresenta no seu espaço em Monte Abraão/Queluz, com encenação de Paulo Sousa
4- Morre o antigo internacional de hóquei em patins e dono do Hotel Central António Raio

Os Tapafuros apresentam na Quinta da Regaleira "
Estórias aluadas"
16- Joaquim Veríssimo Reis é presidente do Sport União Sintrense

Dezembro

1-Oficina de Gaita de Foles da Alagamares.

Decorre na Praia das Maçãs durante o ano a rodagem do filme "
The inner life of Martin Frost" de Paul Auster
2008
Fevereiro

1-O Teatro Negro Nacional de Praga actua no Olga Cadaval

7-Editado o Guia de Sintra de Maria do Céu Ribeiro

11- André Sardet actua no Olga Cadaval

17-Reabre o túnel do Rossio, depois de 3 anos encerrado para obras

Março

2-A Alagamares e um grupo de sintrenses promovem uma acção de protesto no Chalé da Condessa, pela sua recuperação

3- Morre a escritora radicada em Sintra Maria Gabriela Llansol

14- 4ª edição do rali Camélias de Sintra, em carros antigos

27- Fundada a associação Voando em Cynthia

Abril

21-Fundação da associação juvenil Dínamo, em Rio de Mouro

23-Entram em vigor o regulamento do Prémio Nacional de Artes do Espectáculo Maria João Fontaínhas, bem como regulamentos sobre as diversões e espectáculos no concelho de Sintra.

Maio

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Play Strindberg"
20-A capitania de Cascais interdita a Praia da Aguda

25-Festival Aeronostalgia de Sintra

Junho

18- Um grupo de sintrenses protesta no local contra o encerramento dos jardins de Seteais, aforados, mas não privados, desde 1801

Julho

5-Incêndio na Tapada do Saldanha

10-Assinalam-se 100 anos da região demarcada de Colares nas Caves Visconde de Salreu, em Colares

Agosto

27- Sintra Portugal Pro

Setembro

13-Festas de Nossa Senhora do Cabo Espichel na Terrugem

30-II Conferência Internacional da Aliança das Paisagens Culturais em Sintra

Outubro

1-Jantar debate da Alagamares sobre problemas do Centro Histórico no restaurante Apeadeiro

Novembro

8-I Festival Internacional de Marionetas de Sintra no Auditório António Silva, no Cacém

19- Morre o antigo presidente da Junta de Colares e figura ligada às colectividades locais, António Caruna

Dezembro

6-Na Quinta da Regaleira Rui Mário encena "
As aventuras de Puck, o Duende", com o grupo Tapafuros
Em 2008 a Santa Casa da Misericórdia de Sintra muda as instalações para a Portela de Sintra
2009
Janeiro

8- Entra em vigor o Regulamento Municipal da Urbanização e Edificação do Concelho de Sintra

Março

10-Reabrem os jardins de Seteais, depois da polémica do encerramento.

14- Fundação da PAACS-Plataforma das Associações e Agentes Culturais de Sintra

Abril

1- Início da Saloia TV, de Guilherme Leite

17-
World Press Cartoon
Maio

29-IV Encontro de Alternativas de Sintra, na Casa Mantero

Junho

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Aqui fui Clarisse" com encenação de Gisela Camañero
O Fio d'Azeite apresenta "Rei Ubu" com encenação de Nuno Correia Pinto
5- 44º Festival de Sintra

12- Montelavar e Casal de Cambra são elevados a vila

23- Entram em vigor o Regulamento do Arquivo Municipal de Sintra, bem como o da organização e funcionamento das galerias municipais e espaços expositivos

O teatromosca apresenta
Retratinhos no Olga Cadaval
Julho

1- O Teatro Reflexo apresenta na Casa Museu Leal da Câmara "
Crime na Casa Museu Leal da Câmara"
2- O Tapafuros apresenta na Quinta da Regaleira "A Tempestade" de Shakespeare, com encenação de Rui Mário
11 a 19- Sintra recebe provas dos II Jogos da Lusofonia

22- Surge a Associação Plano de Evasão, do Magoito

28- A Parques de Sintra adquire a Tapada das Roças, com 43 ha

Agosto

1- Inauguração do Museu de História Natural, na vila

Setembro

Na Casa de Teatro de Sintra João de Mello Alvim encena "
Não se paga! Não se paga!"
27- Eleições legislativas, PS vence, em Sintra e no país

Outubro

3- Jornadas Llansolianas de Sintra, na Casa Mantero

11- Fernando Seara reeleito presidente da Câmara com 45,25% dos votos (Coligação Mais Sintra PSD/CDS). Eleitos vereadores pela coligação Marco Almeida, Ana Duarte, Luís Duque, Lino Ramos, Paula Simões. PS 33,74% e 4 vereadores (Ana Gomes, Eduardo Quinta Nova, Ana Queirós do Vale e Domingos Quintas) CDU 11, 11% e 1 vereador (Baptista Alves). Bloco de Esquerda, 5,9%, o candidato, André Beja, não foi eleito. Angelo Correia presidente da Assembleia Municipal

Para as juntas de freguesia, eleitos Fernando Pereira (S. Martinho) Fernando Cunha (S. Pedro) Eduardo Casinhas (S. Maria e S. Miguel) Manuel do Cabo (Algueirão Mem Martins) Filipe Santos (Rio de Mouro) Rui Santos (Colares) Guilherme Ponce de Leão (S. João das Lampas)

Guilherme Dias (Belas) Barbosa de Oliveira (Queluz) Fátima Campos (Monte Abraão) Carlos Parreiras (Pêro Pinheiro) José António do Paço (Terrugem) Lina Andrês (Montelavar) José Pedro Matias (Massamá) Nuno Anselmo (S. Marcos) Rui Pinto (Mira Sintra) Rui Castelhano (Agualva) José Faustino (Cacém) e Fernanda Santos (Casal de Cambra)

Novembro

O teatromosca apresenta a peça "
Dor Fantasma"
Dezembro

5- No Palácio Valenças a Alagamares promove um concerto de piano em homenagem à condessa d'Edla

21- É descerrada uma lápide na Volta do Duche evocando o plátano "Grande Maior", mencionado na obra de Maria Gabriela Llansol "
Parasceve"
2010
Janeiro

15- Entra em vigor o Regulamento sobre organização e funcionamento da Casa de Cultura de Mira Sintra

Fevereiro

18- O Tribunal de Contas considera ilegal a entrada da Gisparques na Empresa Municipal de Estacionamento de Sintra

Março

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
A Voz Humana"
1- Sai o primeiro número do Correio de Sintra, dirigido por Joaquim Reis

16- Cai o
Eucaliptus Obliqua, eucalipto plantado por D. Fernando II e pela condessa d'Edla no Parque da Pena, após o seu casamento
21- Decorre em Sintra, e por todo o país, a operação Limpar Portugal. O presidente Cavaco Silva participa numa acção em Colares

Abril

17-
World Press Cartoon
Maio

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Os sapatos ficam à porta" com encenação de João de Mello Alvim
Ainda em forma de leitura, o teatromosca apresenta "As três vidas de Lucie Cabrol"
2- Decorre em S. Pedro a I Mostra da PAACS- Plataforma das Associações e Agentes Culturais de Sintra

22- A Alagamares, a Sintra Penaferrim e o Jornal de Sintra organizam uma palestra sobre as festas do Espirito Santo nos Açores e no Penedo, Sintra, na Casa dos Penedos

30- O Centro Nacional de Cultura organiza um passeio em Sintra evocativo da vida e obra de M. S. Lourenço

Junho

17- Inauguradas as obras de recuperação de Monserrate

Agosto

18-Entram em vigor o regulamento municipal sobre prémios literários de Sintra, o regulamento sobre transportes em táxi e o regulamento dos cemitérios municipais

24- Sintra Portugal Pro

Setembro

18- Festas de Nossa Senhora do Cabo Espichel em Santa Maria e S. Miguel

Outubro

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Vitória, Vitórias, mudámos as Histórias"
5- Inaugurada a EB1 Fernando Formigal de Morais, em Varge Mondar

No centro comercial Floresta Center, na Tapada das Mercês, o teatromosca promove uma série de apresentações com o título genérico "
Retratinhos"
25- Morre o advogado e antigo vereador e provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sintra Eduardo Lacerda Tavares

Novembro

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Pássaro" de Joana Craveiro
13- Lançado o livro "Um Passeio de Cintra até ao Mar" de Nuno e Miguel Gaspar
Dezembro

A Estradas de Portugal abate dezenas de árvores em Colares e Sintra, sem reposição

12-O freixo da Tala é considerado de interesse público

15- Uma avioneta despenha-se na Praia da Aguda

18- A Alagamares promove em Monserrate um concerto evocativo dos 125 anos do falecimento de D. Fernando II

23-Despiste de um autocarro da Scotturb na Ribeira de Sintra provoca 14 feridos

30-Luís Galrão lança o blogue "
Tudo sobre Sintra"
2011
Janeiro

22-No Império de Anços Paulo Taful encena "
O Nazareno"
23- Eleições presidenciais. Em Sintra Cavaco Silva obtém 47,6% dos votos, Manuel Alegre 21,84%, Fernando Nobre 17,23%, Francisco Lopes 8,18%, José Manuel Coelho 3,71%, Defensor Moura 1,45%. Votantes 130.929 (44,85%) Inscritos 291940

28- Tertúlia em Queluz com António Pinheiro

Fevereiro

3-Na Casa de Teatro de Sintra o Utopia Teatro apresenta a peça "
Despedida de Solteiro"
8- Na Rinchoa, o cadáver de uma mulher morta há 9 anos em casa é descoberto sem que ninguém nunca desse por falta dela

11- No Espaço Reflexo, em Sintra, vai à cena a peça "
Sem papas na língua"
19-Em Fontanelas vai à cena a revista "A rir é que a gente se entende"
26-A CMS lança o programa Viv@cidade no Centro Lúdico das Lopas

26-II Ciclo de Concertos para a juventude na Casa da Cultura de Mira Sintra

Março

5-Inaugurado o parque infantil de Sacotes

5- Abre na Portela de Sintra o bar "
Salla de Estar"
8- Fernando Castelo inicia o seu blogue Retalhos de Sintra

23- Lançada a revista digital Selene- Culturas de Sintra

29- O príncipe Carlos de Inglaterra e Camila Parker Bowles visitam o Palácio de Monserrate

Abril

1- Morre o antigo vereador e deputado José Pinto Simões

2- Apresentada na Quinta da Penha Longa a Confraria dos Sabores de Sintra

6- Terrugem elevada a vila

11- Inauguração do centro comercial Forum Sintra

20- Morre o antigo assessor e figura proeminente de Sintra Carlos Dumas Brousse

28- Aprovado pela Assembleia Municipal o Regulamento Municipal de Atribuição de Habitações Submetidas ao Regime de Renda Apoiada e de Gestão das Habitações Propriedade da Câmara Municipal de Sintra

30-Inaugurado o campo nº2, sintético, da Sociedade União 1º de Dezembro

Maio

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Nevoeiro" encenado por Carlos Pessoa
7-Concerto de música sacra promovido pela Alagamares na igreja de S.Pedro

7-Feira das Actividades, em Massamá

8-Inauguração do circuito de manutenção do Parque Urbano da Quinta das Flores, em Massamá

10- Reabre o Chalé da Condessa, após obras de restauro


10- Fernando Morais Gomes inicia o seu blogue O Reino de Klingsor

14- Na Vila Alda a Amnistia Internacional, grupo 19, de Sintra apresenta a exposição "
50 Anos, 50 Quadros"
15- Inauguração do Quartel dos Bombeiros Voluntários de S. Pedro

19- O vereador Marco Almeida anuncia a criação da associação Viver Sintra

22- Meia Maratona dos Palácios (Queluz- Sintra)

24- Sintra Viva 2011

27- 6º Encontro de Alternativas de Sintra

Junho

5- Eleições legislativas, o PS vence em Sintra apesar de o PSD vencer a nível nacional

16-Sistema analógico do sinal de televisão desligado no Cacém

16- O teatromosca apresenta na Casa de Teatro de Sintra a peça "Europa"
17-Feira do Livro e Artesanato de Queluz

18-II Encontro Cultural 2011 promovido pelo Inova Tapada, na Tapada das Mercês

19-Lançamento da primeira pedra da igreja de Nossa Senhora da Natividade em Mem Martins

Abre o Centro de Retiros e
Eco Hotel Almáa Sintra Hostel, na Quinta dos Lobos, na Vila Velha
22- Apresentação da 2ª edição da revista digital Selene- Culturas de Sintra na Casa de Teatro de Sintra

24- 46º Festival de Sintra. Até 10 de Julho

25- Apresentação na Quinta da Regaleira do espectáculo "
Solércia", dos Tapafuros
Julho

2-Apresentação do hino de Queluz

5-Descerrada uma placa na casa de Sintra onde morreu M. S. Lourenço

8-Na Casa de Teatro de Sintra decorre o "
Sons de Julho", dedicado à música urbana, organizado pelo Chão de Oliva
A agência de rating Moody's baixa a nota de Sintra para lixo
15- Nas Caves Visconde de Salreu decorre uma exposição sobre o Vinho de Colares

22-Decorre na Correnteza, em Sintra, a Feira do Livro

22-Decorre na Vila de Sintra o Sintra Fashion

24- Apresentado em Seteais o livro de António Baptista "
Palácio de Seteais- Arquitectura e Paisagem"
Aprovado um loteamento turístico e hotel em Monte Santos

Agosto

15-Sai de Sintra a última etapa da Volta a Portugal em Bicicleta

22- Sintra Portugal Pro na Praia Grande

Setembro

3- Festas de Nossa Senhora do Cabo Espichel em Santa Maria e S. Miguel

14-Inauguração do polo de jardim de infância da escola Mestre Domingos Saraiva

16- Feira Setecentista em Queluz

23-Incêndio em sucata perto do Cacém

23-Decorre o Lumina-Festival de Luz em Sintra

28- Detido em Casas Novas, Colares, o americano George Wright, há 40 anos foragido da justiça americana

28-Inaugurado o jardim de infância EB Cacém nº2

Outubro

5- Tem início o blogue "
Serra de Sintra" de Daniel André
8- V Encontro de Bandas Filarmónicas de Sintra, em Colares

8- Fogo no Belas Clube de Campo

13- Decorre no Centro Cultural Olga Cadaval o
Sintra Misty- Festival da Música e das Palavras
15- Em jogos de eliminação da Taça de Portugal, o 1º de Dezembro perde com o Sporting de Braga por 1-3 e o FCPorto goleia o Pêro Pinheiro por 0-8

20-Congresso Hispano-Luso de Arboricultura, na Pena e Monserrate

21-Inauguração na Fervença da fábrica de produtos farmacêuticos Hikma

27-2ª Edição do Cortex- Festival de Curtas Metragens de Sintra no Centro Cultural Olga Cadaval

29-Decorre na Quinta da Regaleira um colóquio internacional sobre Carvalho Monteiro

O teatromosca apresenta a peça "
Tróia"
Novembro

3- O Presidente da República Cavaco Silva visita Sintra, bem como o Chalé da Condessa e uma exposição sobre os 100 anos do Sintrense, na Vila Alda

5-3ª Edição do Festival Internacional de Marionetas organizado pelo Fio d'Azeite, do grupo Chão de Oliva

11-Decorre na Adega do Visconde de Salreu, em Colares, a Mostra dos Sabores de Sintra

13- O Teatrosfera apresenta a peça "
Fantoches Gigantes"
14- A poda e abate de plátanos e árvores de grande porte suscita contestação de ambientalistas e associações sintrenses

14- Aprovado o Regulamento Municipal de Protecção Civil

Inaugurado o Bliss House Hotel, em Sintra, com 17 quartos

15-Carlos Parreiras suspende o mandato como presidente da Junta de Freguesia de Pêro Pinheiro, sucede-lhe José Manuel Vistas

19- A Alagamares organiza um debate sobre a reforma administrativa autárquica no Palácio Valenças

22- Congresso Mundial da Organização das Cidades Património Mundial da UNESCO em Sintra

30- Morte da poetisa Ana Daniel, pseudónimo de Maria de Lurdes Assunção Sousa

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
A patente" com encenação de João de Mello Alvim
Dezembro

2- X Mostra de Documentários sobre Direitos Humanos, promovida pela Amnistia Internacional, no Centro Cultural Olga Cadaval

4-A Alagamares organiza no
Legendary Cafe em Sintra uma tertúlia sobre os 50 anos da Guerra Colonial, com Matos Gomes e Sousa e Castro
5-Inaugurada a Loja Solidária de Agualva

5- A Liga dos Amigos de Monserrate lança a obra
"Histórias de Monserrate"
17- Inaugurado o novo campo sintético do Sintrense

20-No Centro Cultural Olga Cadaval assinalam-se 10 anos do Programa Escolhas

Hortelãos do Monte Abraão recusam abandonar hortas comunitárias por ordem da Polícia Municipal

A Parques de Sintra anuncia ter tido 1.068.000 visitantes nos seus parques, mais 10% que em 2010, quando teve 967.600
2012
Janeiro- João Rodil orienta um curso sobre "Portugal, Mito, Simbólica e Representação" na Vila Alda
12- Aprovados os regulamentos municipais de apoio ao associativismo desportivo e juvenil, o regulamento da publicidade e mobiliário urbano, e os regulamentos de apoio às associações (PAMACS) e grupos profissionais (PAEPS)

Victor Viçoso orienta um ciclo de leituras no Café Saudade

Início da publicação do blogue "
Sintra em Ruínas" de Filipe de Fiúza
7-A associação Viver Sintra apresenta os órgãos sociais no Colégio Vasco da Gama, em Meleças, com Marco Almeida como presidente da Direcção e Hermínio Santos como presidente da Assembleia Geral

14- Na União Recreativa e Desportiva de Fontanelas e Gouveia vai à cena a revista "
Grande Saloiada"
21-O Real inaugura um relvado sintético em Monte Abraão

28-A Selene- Culturas de Sintra, promove uma tertúlia poética no Café Saudade

28-Inaugurado o Parque de Manutenção da Matinha em Ouressa, Mem Martins

Fevereiro

1- Sintra perde definitivamente o sinal analógico de televisão

7-Incêndio na serra da Carregueira

9-No Centro cultural Olga Cadaval o grupo Byfurcação apresenta a peça
"O Príncipezinho"
10- Morre com 101 anos o bombeiro mais velho de Portugal e 2º comandante dos B.V.de Agualva Cacém Henrique Amaro

O Quinteto de Ricardo Pinto lança o Sintra Project

17- Na Casa de Teatro de Sintra o Utopia Teatro leva à cena a peça
"Lampedusa"
18- 1º Campeonato Nacional de Taekwondo no Hockey Clube de Sintra

22- Roubo de fio de cobre paralisa durante meses o eléctrico de Sintra

Março

3- O Partido dos Animais contesta a realização de uma tourada em D. Maria

9-Montelavar organiza um debate contra a extinção das freguesias de Sintra

9- A Alagamares, no 7º aniversário, homenageia figuras de Sintra e Zeca Afonso, no 25º aniversário do seu desaparecimento

10-A Biblioteca do Sabugo abre um espaço dedicado à comunidade

14- Uma retroescavadora da Câmara de Sintra destrói o monumento megalítico de Pego Longo

16- Decorre em Sintra o Periferias- 1º Festival Internacional de Artes Performativas de Sintra, coordenado pelo Chão de Oliva

17- VI Encontro de Bandas Filarmónicas do Concelho de Sintra, nas Lameiras

27-Inauguração das unidades residenciais do CECD de Mira Sintra e Pendão

28-Incêndio em mata perto do Cacém

30- Morre o artista plástico e ceramista Carlos Viseu

31- V Milha Urbana de S. Marcos

31- Baptista Alves renuncia ao lugar de vereador, eleito pela CDU, sucede-lhe Pedro Ventura

Abril

4-Apresentada a Plataforma SIMtra, em defesa das freguesias de Sintra, na Sociedade União Sintrense

27- Manuel do Cabo reeleito presidente da Associação Empresarial de Sintra com 68,5% dos votos, a lista de José Falé obtém 30,52%

28-Colóquio da Alagamares Em defesa das árvores de Sintra na Sociedade União Sintrense

30- Pela 11ª vez, a equipa de futebol feminino da Sociedade União 1º de Dezembro sagra-se campeã nacional de clubes

Maio

1- O grupo de teatro Byfurcação apresenta "
Alice no País das Maravilhas" na Quinta da Regaleira
5-Taça CERH de hóquei feminino nos Lobinhos, em Vale de Lobos

5-A Alagamares promove em S. João das Lampas o Roteiro do Pão e da Água, guiado por João Rodil

19- III Festival de Música de Santa Maria, de música erudita, organizado por Pedro d'Orey

19- Decorre na Casa do Fauno o colóquio Endovélico- Mistérios de uma Divindade Lusitana

19- Sarau dos 100 anos da Tuna Operária de Sintra

20- Na Casa de Teatro de Sintra apresenta-se a peça "
E a cabeça tem de ficar?"
25-7º Encontro de Alternativas de Sintra

Sintra aprova o reordenamento da rede escolar

O Grupo Silva Carvalho adquire o encerrado Hotel Central, na Vila Velha

Junho

4- A antiga casa de cantoneiros no caminho para S. Pedro abre como centro de informação a caminheiros, sob a égide da Parques de Sintra

5- Inúmeros gavetões são vandalizados no cemitério de Rio de Mouro

9-A associação Viver Sintra organiza um evento pluridisciplinar em vários locais do concelho designado "
Vinte ao cubo"
12-II Conferência Bio+Sintra, para redução da pegada ecológica em Monserrate

20- A ponte que liga Sintra à Amadora é encerrada por razões de segurança

22- Início do 47º Festival de Sintra, até 8 de Julho

24- Reabertura do Salão de Galamares, após quase 10 anos de obras

29- Inaugurado o novo canil da CMS

Julho

8-Em Santa Susana é inaugurado um parque para autocaravanas

11-Um fogo de grandes dimensões destrói parte da serra de Sintra, junto à Quinta da Capela

13-Feira Medieval, em S. Pedro

18-O Governo entrega a gestão do Palácio da Vila, Palácio de Queluz e Escola Equestre Portuguesa à Parques de Sintra-Monte da Lua

19- O professor António Lamas, da PSML é agraciado com a Medalha de Mérito Municipal- grau ouro

20-A companhia Byfurcação apresenta nos Bombeiros Voluntários de Mem Martins o "
Espontâneo"- 1º Festival Internacional de Teatro de Improviso
21- 1ª mostra de bandas de garagem no Parque Felício Loureiro, em Queluz

21- O maestro António Victorino de Almeida conduz a Grande Orquestra de Verão no largo do Paço da Vila, em Sintra

28- Feira e evento western promovido pela Sala da Folha, em Colares, junto ao coreto

Agosto

3- Inauguração do Jardim do Forno, na Abrunheira

A equipa de futebol feminino da Sociedade União 1º de Dezembro participa em Malta na Liga de Campeões

13-Fogo em prédio de Queluz mata 3 pessoas

26- Tem início em Sintra a última etapa da Volta a Portugal em Bicicleta

28- Sintra Portugal Pro na Praia Grande

Entra em funcionamento um serviço de
tuk-tuk de apoio aos turistas de Sintra
Setembro

1- Decorre na Quinta da Vigia, na Praia Grande, o Festival Moche Sintra Fest 2012

12-A Assembleia de Freguesia de S. Martinho delibera rejeitar a sua extinção ou agregação, à semelhança de outras 18 freguesias do concelho

14- Decorre em Queluz a Feira Setecentista

15- Rui Zink é o convidado da tertúlia literária da Alagamares no Café Saudade

17- Inauguração do jardim de infância EB Linhó nº1

20-O Hockey Clube de Sintra é condenado a pagar 150 mil euros de indemnização a uma criança que perdeu um olho num acidente em 7 de Abril de 1998

21- Decorre no Centro Cultural Olga Cadaval o Sintra Moda

28- O professor João de Oliveira Cachado é agraciado com a Medalha de Mérito Municipal- grau ouro, na Quinta da Regaleira

Outubro

4-9 autocarros da Mafrense e um da Junta de Freguesia são incendiados em Montelavar

5- A CMS homenageia Bartolomeu Cid dos Santos com uma lápide na fachada onde viveu nas escadinhas da Fonte da Pipa, na Vila Velha

10-Por proposta da Câmara, a Assembleia Municipal decide não se pronunciar sobre a agregação ou extinção de freguesias e solicita aclaração de entendimentos

19- Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena "
Volley" com encenação de Nuno Correia Pinto, vencedor do 2º Prémio Nacional Maria João Fontaínhas
20-Maria Teresa Horta é a convidada da tertúlia literária da Alagamares no Legendary Cafe, em Sintra.
20- A actriz sintrense Susana C. Gaspar vence o prémio de teatro para jovens criadores 2012 pela sua direcção e encenação da peça "Lampedusa"
27-A associação Viver Sintra promove no Colégio Vasco da Gama um colóquio com o tema "A Educação na encruzilhada de um novo paradigma"
27- Em Cabriz, Paulo Taful encena "A Severa" de Júlio Dantas
31- A Alagamares promove no Café Saudade um sarau de leituras encenadas com textos de Nuno Vicente, em denúncia do património abandonado em Sintra

Novembro

2-No Centro de Arte Moderna inaugura a exposição "
Rituais da morte durante a romanidade"
9- Inaugurada na escola da Cavaleira a Biblioteca Danuta Wojciechowska

9- No estúdio 2M, em Mem Martins, os Tapafuros apresentam "
Discretas Janelas"
A CMS delibera designar como Casino o extinto Centro de Arte Moderna

13-A Comissão Política concelhia do PS aprova Basílio Horta como candidato à presidência da CMS em 2013

14-Apresentado em Colares o livro de António Serôdio Lopes "
A Capela da Misericórdia de Colares"
16- O encenador João de Mello Alvim recebe a Medalha de Mérito Municipal- grau ouro da CMS

16-Apresentado o CD do Conservatório de Música de Sintra com música para bebés "
Sementinha Musical 2" no Centro de Ciência Viva
17- Sintra reduz o IMI para 2013 de 0,4 para 0,39 nos prédios avaliados, e de 0,6% para 0,7% nos não avaliados

17- Apresentado o livro "
Cogumelos dos Parques de Sintra" de João Baptista Ferreira e Sofia Gomes
21- A Assembleia Municipal de Sintra rejeita a proposta de agregação de freguesias promovida pela UTRAT, a funcionar junto da Assembleia da República

23- A Alagamares promove no Café Saudade a apresentação do livro de Sérgio Luís Carvalho "
O Exílio do Último Liberal"
28- 3ª edição do Cortex- festival de Curtas Metragens de Sintra. Sairiam vencedoras as películas "Morte", "Blu" e "Nazi Fazi"
Dezembro

1-Lançamento da candidatura do vereador Marco Almeida à presidência da CMS

5-O Supremo Tribunal Administrativo rejeita um recurso da CMS contra a não produção de esclarecimentos por parte da UTRAT, encarregue de assessorar a Assembleia da República em matéria de reforma administrativa

12-A CMS aprova o Orçamento para 2013, no valor de 160 milhões de euros, menos 27 milhões que em 2011

Censos 2011- Sintra tem 377835 habitantes, mais 14086 que em 2001

19-O PSD aprova a candidatura de Pedro Pinto à CMS

19- Lançada a revista digital cultural da CMS "Tritão"

21- A Assembleia da República aprova a reforma administrativa, agregando diversas freguesias de Sintra, (reduzidas a 11) entre mais de 1000 por todo o país

28-A Direcção Geral do Património Cultural arquiva o processo de classificação do eléctrico de Sintra como monumento de interesse nacional

28- Início dum período de consultas públicas em torno da revisão do Plano Director Municipal

A Parques de Sintra recebe 1.138.000 visitantes em 2012.

O Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas recebe neste ano 7137 visitantes, o Festival de Sintra promove 10 espectáculos a que assistiram 2566 espectadores, no Olga Cadaval decorreram 244 espectáculos a que assistiram 33573 espectadores. Nesse ano, a Escola Profissional de Recuperação do Património deu formação a 140 alunos.
2013
Janeiro

12- A Companhia de Dança Contemporânea de Sintra Ai a dança organiza no Centro Cultural Olga Cadaval o espectáculo "
A Dança vista do Céu" com mais de 700 participantes
14- O jornalista António Faias é agraciado com a Medalha de Mérito municipal- grau ouro da CMS

16-Promulgada pelo Presidente da República a reforma administrativa pela qual são agregadas diversas freguesias de Sintra.

16- A Alagamares desenvolve uma campanha contra o arquivamento do processo de classificação do eléctrico de Sintra

17- Assinado um acordo de coligação entre o PSD e o CDS/PP para as eleições em Sintra, com Pedro Pinto como candidato

19- Um violento temporal derruba milhares de árvores em Sintra, causando danos materiais e destruindo a bilheteira do Chalé da Condessa

19- A associação Viver Sintra organiza um congresso sobre associativismo no Colégio Vasco da Gama, em Meleças

22-Os bairros da Tabaqueira e 1º de Maio (em Queluz), passam para a tutela da Câmara Municipal de Sintra

24-Apresentado o livro "
Sintra História(s) com Sabor" de Maria João de Figueiroa
24- O teatromosca apresenta na Casa de Teatro de Sintra "A Paixão do Jovem Werther"
25- Tertúlia da Alagamares em torno da obra de Filomena Marona Beja no Café Saudade, em Sintra

26-Mais de 200 voluntários ajudam na limpeza do Parque da Pena depois do ciclone de 19 de Janeiro

30- Lançada a primeira pedra das obras de requalificação do Bairro de Nossa Senhora dos Enfermos em Camarões

Fevereiro

A Câmara delibera classificar o eléctrico de Sintra como imóvel de interesse concelhio

7- Na Casa de Teatro de Sintra estreia "
Harry Edward Catarina",do Utopia Teatro, com encenação de Nuno Vicente
8- Incêndio na Fervença destrói o Sintra Vila Park

8- Baile da Rainha na sociedade "Os Aliados" de S.Pedro

9- I Cross Internacional de Queluz

14- O fontário manuelino da Praça Afonso de Albuquerque é reinstalado, após restauro e o roubo de 2007

16-Na R. das Padarias, na Vila Velha, abre a galeria de artes emergentes Porta 12

19- Fátima Campos, presidente da Junta de Freguesia de Monte Abraão desvincula-se do PS

23-A CDU apresenta Pedro Ventura como candidato à Câmara nas eleições do Outono.

23- 1º Encontro de Bike Polo de Sintra no Parque da Liberdade, organizado pela Sociedade União Sintrense.

27-A Éter Cultural apresenta "
Os Maias" no Centro Cultural Olga Cadaval, encenado por Filomena Oliveira
28- A Assembleia Municipal de Sintra aprova a criação da Sintra Património Mundial, fusão das empresas Educa, HPEM e Sintraquórum

Março

7- 2ªedição do Periferias- Festival Internacional de Artes Performativas, organizado pelo Chão de Oliva

9- No seu 8º aniversário, a Alagamares discute os desafios da Cultura, com Gabriela Canavilhas, Miguel Real e outros, em Sintra.

13-Queluz inaugura o Espaço Salgado

14-Inaugurado em Massamá um Banco de Recursos de apoio a famílias carenciadas

20-O Tribunal Administrativo do Sul indefere o recurso da Junta de Freguesia de Monte Abrãao relativo à linha de alta tensão Fanhões- Trajouce.

20- Lançado o
Sintra Experience, aplicação para smartphone vocacionado para turistas que visitam Sintra
23- O Conservatório de Música de Sintra apresenta um recital de Primavera na Quinta da Regaleira

23- Baile das Camélias na SUS

Abril

5- A igreja de Nossa Senhora da Assunção, matriz de Colares, classificada como imóvel de interesse público

9- Pela Portaria 187/2013 o sítio arqueológico de Colaride é classificado de interesse público

12- Pela Portaria 208/2013 o sítio arqueológico de Olelas, Almargem do Bispo, é classificado de interesse público

13-
World Press Cartoon
14-32º Grande Prémio da JOMA- Juventude Operária de Monte Abraão

15- Morre o antigo presidente da junta de freguesia de S. Martinho (1976-79) e distinto sintrense, Emídio Fernandes Costa

21- II Caminhada Solidária da Agualva junta 345 participantes

24- Marco Almeida apresenta os candidatos da lista "
Sintrenses com Marco Almeida" às 11 novas freguesias de Sintra.
27- O grupo de teatro Byfurcação apresenta "As aventuras de Pinóquio" na Quinta da Regaleira
Maio

1- Morre o antigo dirigente da Sociedade União Sintrense e Hóquei de Sintra, entre outras associações, José Manuel Conceição

3- No Centro Cultural Olga Cadaval decorre o espectáculo "
Chico em Pessoa"
4- Ao vencer o União de Tires (3-0) na derradeira jornada do Campeonato da Divisão de Honra da AF Lisboa, a equipa de juniores do Sintrense garante a subida à 2ª Divisão Nacional do Campeonato de juniores pela primeira vez na sua história.

6- Inaugurada a nova estação ferroviária do Cacém, após anos de obras

8-Jardins do Palácio de Queluz recebem apresentações da Escola de Arte Equestre a partir de agora às quartas feiras

11-CDU apresenta os candidatos às juntas de freguesia: José Pina Gonçalves, para Agualva e Mira Sintra; Jacinto Higino Domingos, para Algueirão Mem-Martins; Rogério Cassona, para Almargem do Bispo, Montelavar e Pero Pinheiro; Helena Freitas, para Belas e Queluz; Graça Rodrigues, para Cacém e São Marcos; Joaquim Mateus, para Casal de Cambra; José Alberto Dinis, para Colares; Luís Esteves Coelho, para Massamá e Monte Abraão; Isabel Lacerda, para Rio de Mouro; Domingos Vicente, para São João das Lampas e Licínio Peixe, para Santa Maria, São Martinho e São Pedro

11-O Palácio Nacional de Queluz recebe um concerto com a mezzo-soprano Ana Ferro, o tenor Bruno Almeida o Ensemble Barroco de Sintra. No espectáculo "
Música no Real Paço de Queluz
", é interpretada música escrita por compositores portugueses setecentistas, com particular destaque para a música escrita para a Real Villa de Queluz.

1 comentário:

  1. Muito interessante: estão aqui, num apanhado geral, todos os acontecimentos de maior relevo de de Sintra e arredores. Isto é história., a nossa História, aquela que não aparece nos livros de estudo.
    Parabéns!

    ResponderEliminar