Follow by Email

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

O 19 de Janeiro de 2013


19 de Janeiro de 2013 vai ficar gravado na nossa memória como um dos dias mais devastadores para Sintra e a sua serra secular. Milhares de árvores derrubadas, a envolvente do Chalé da Condessa, que tanto esforço de recuperação mereceu nos últimos anos, esventrada, sistemas de rega destruídos, penedos de toneladas deslocados. O Daniel André, do blogue Serra de Sintra, deixa uma perturbadora sequência de imagens que podem demonstrar o alcance da fúria dos ventos por toda a área do património mundial.Ver descrição dos prejuízos e fotos em

Há que limpar agora, e replantar, aproveitando os fundos que se possam canalizar para este tipo de emergências, ao nível da União Europeia, sobretudo,(o Fundo de Solidariedade poderá aqui ser activado, ver em 


 ou da EEGrants, e pôr em prática um plano de ordenamento florestal que aproveite os estudos que a Parques de Sintra e os seus técnicos têm levado a cabo nos últimos anos, apostando nas espécies autóctones, e intervindo mais frequentemente ao nível da prevenção, sendo certo que a natureza e os elementos, infelizmente, tudo podem.
Há que sensibilizar a população e os amantes de Sintra para as tarefas de voluntariado que se mostrem oportunas e possam ajudar a "nossa" serra, agora ferida, a recuperar o seu estatuto de velha senhora e jóia da coroa, colaborando nas limpezas e apelando às escolas e à sociedade civil para que possam colaborar nessa tarefa, bem como na de adquirir novas plantas e árvores, e de forma coerente organizá-las pelo território esventrado.
Há que respirar fundo e seguir em frente. 

Sem comentários:

Enviar um comentário