Follow by Email

domingo, 12 de agosto de 2012

Para quando o regresso da Vária Escrita?


 Entre 1994 e 2005 publicou anualmente a Câmara Municipal de Sintra a revista Vária Escrita, sob a égide do inicialmente Centro de Estudos Históricos e Documentais. Com direcção de Eugénio Montoito, foram membros do seu conselho redactorial Ricardo Alves e João Rodil bem como Élvio Melim de Sousa, Basilissa Calhau, Irene Lima ou Vítor Gomes. Foram 12 anos em que algumas das mais importantes figuras ligadas à cultura portuguesa, bem como investigadores de temáticas sintrenses publicaram artigos do maior relevo, podendo Sintra dizer que tinha um veículo de comunicação cultural escrita digno de rivalizar em qualidade com as melhores publicações que se editavam no país. Alguns dos números foram inclusive dedicados a eventos do maior relevo realizados em Sintra por essa altura, o de 1996 (dedicado ao colóquio que em 1995 assinalo em Sintra os 20 anos do desaparecimento de Ferreira de Castro) 1997 (dedicado aos 150 anos do nascimento de Eça de Queirós) 1998(dedicado ao I Encontro Camiliano de Sintra)ou 2002 (com as comunicações do Encontro Internacional Vergílio Ferreira. Nesses 12 exemplares escreveram autores como Pinharanda Gomes, Miguel Real, Samuel Calvelas Vicente, João Medina, Almeida Flor, Eduardo Lourenço e outros.
Interrompida a publicação há 7 anos, pergunta-se: para quando o regresso de uma publicação que congregue de forma condigna os trabalhos e artigos científicos que sobre Sintra estarão guardados em gavetas ou editados de forma dispersa e sem visibilidade local?

1 comentário:

  1. Sabe onde posso consultar os exemplares desta revista? Na biblioteca municipal?

    ResponderEliminar