Follow by Email

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Scotturb em Sintra: acabar com o transporte de gado!

É demais e persistente a forma como a Scotturb trata os passageiros que andam sobretudo nas carreiras turísticas- o 403 e o 434.
Carros com excesso de passageiros transpirados que muitas vezes fazem viagens de mais de 1h em pé e aos encontrões, lotação ultrapassada, passageiros com passe que por vezes não podem entrar nos carros por estarem demasiado cheios, distração dos motoristas que nem sempre param nas paragens ou fazem orelhas moucas. Enfim, um inferno digno do Terceiro Mundo. Isto com bilhetes para o Cabo da Roca a 4,25 euros, horários ou muito espaçados ou muito próximos, falta de carros depois das 20h, e tudo o mais que se possa imaginar. 
No período escolar, o drama do transporte para a Sarrazola e EPAV, tudo em péssimas condições, com o ar condicionado nem sempre ligado e motoristas que se já vão arranhando o inglês ainda estão muito longe de prestar um serviço de qualidade.
Quem pôe a Scotturb na ordem?


1 comentário:

  1. É verdade tudo o que aqui é denunciado. Eu já fiz a viagem para a Pena num autocarro desses, os turistas que nos visitam e ajudam a salvar a economia são tratados como gado. A Scotturb tem de ser obrigada a perceber que está na Europa e não no Terceiro-Mundo!

    ResponderEliminar